Pesquisar este blog

Tradutor

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

A importância de perdoar os pais e antepassados


Não é nenhuma novidade que boa parte dos problemas emocionais que carregamos tem origem no relacionamento familiar com nossos pais na infância. Antes mesmo de nascermos, dentro do útero materno, já estamos sujeitos as influências dos pensamentos e sentimentos da mãe e do pai. Brigas entre o casal, conversas que tenham o teor de rejeição ao ser em desenvolvimento (pensamentos de abortar a criança, preocupação em não ter como criar o filho e etc...) e todo tipo de negatividade ficam marcadas emocionalmente na criança.

Boa parte dos nossos conflitos emocionais surgem da nossa relação como os pais. E por que surgem esses conflitos? Por que os nossos pais também guardam conflitos mal resolvidos com nossos avós, e acabam passando, de forma inconsciente, seu problemas para os filhos através de exemplos, atitudes e palavras. Faz sentido? Se os nossos avós têm problemas de autoestima, se sofreram problemas de rejeição, se são depressivos ou se foram reprimidos, ou se tem qualquer tipo de questão emocional (e todo mundo tem), é claro que isso irá afetar a relação com os nossos pais.

Os nossos avós, por sua vez, também tiveram lá suas questões com o nossos bisavós. A raiz dos problemas vem de um passado distante. Os nossos bisavós influenciam os nossos avós, que influenciam nossos pais, que nos influenciam. E eu você, iremos passar boa parte da negatividade adquirida que veio das gerações passadas para os nossos filhos, que por sua vez irão passar para seus filhos...

Creio que deu pra perceber a dimensão maior e mais profunda dos problemas que carregamos e que vão passando de geração em geração. Cada um de nós é um elo de uma grande cadeia.
Temos uma imagem dos pais como seres mais maduros (ou que pelo menos deveriam ser mais maduros e responsáveis). Essa é a nossa ótica na perspectiva do filho. E nessa perspectiva, é como se fôssemos crianças.
Uma parte de nós, cobra dos nossos pais, consciente ou inconscientemente, coisas que eles deveriam ter feito, coisas que deixaram de fazer, o carinho e a atenção que não recebemos da forma que queríamos e etc... No entanto, não vemos que nossos pais também são filhos. Sabemos disso racionalmente, é lógico, mas não conseguimos enxergar isso em uma dimensão mais profunda, nos colocando no lugar deles de forma verdadeira.

No consultório é muito comum detectar em pessoas de todas as idades mágoas que carregam dos pais de fatos ocorridos na infância. Se meu pai não fosse tão repressor... se minha mãe tivesse me defendido do meu pai... se minha mãe não tivesse me rejeitado... se eles tivessem me dado apoio emocional e financeiro...

Qual a importância de se chegar ao perdão? A libertação que isso traz é muito profunda. Saimos do papel da vítima, da criança magoada, e passamos a ver nossos pais como seres humanos, como filhos também, e que tem seus erros e acertos. Nos tornamos mais adultos. A sensação de leveza e de poder comandar o próprio destino se torna mais intensa pois não existe mais a necessidade de culpar alguém pelos nosso problemas. Assim deixamos de gastar uma energia desnecessária. Nossos filhos também serão beneficiados pois deixaremos de descontar essas frustrações neles.

Questões mal resolvidas com os pais, quer sejam mágoas, rejeição, raiva, abandono, interferem de uma forma muito significativa em todas a áreas da nossa vida: relacionamentos, vida profissional e saude física. Quanto mais em paz você estiver com seus pais, mais a sua vida flui.
Faça um teste e comece a observar pessoas que tem relações problemáticas com os pais. Perceba como são essas pessoas estão em todas áreas. Estão prosperando? Se relacionam bem com amigos? Tem relacionamentos amorosos saudáveis? Como é auto-estima dessas pessoas? É possível que você detecte que, quanto piores as relações familiares, maiores as chances de se observar problemas em outras áreas.

Ficar em paz com os pais e antepassados é um excelente remédio para curar relacionamentos, saude física, todo tipo de questão emocional e melhorar a prosperidade.

Trechos do artigo de André Lima sobre - EFT .
Saiba o que é EFT Aqui!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Fico feliz com a sua companhia!
E fico mais feliz ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada viu! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...