Pesquisar este blog

Tradutor

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Entre o EGO e a ALMA...


Enquanto pensamos que a morte é o que mais separa as pessoas, o EGO desde sempre, vem fazendo esse “serviço” muito mais do que ela.Não há nada que vença o EGO em termos de separações!E como é que ele age?

No casamento e nas relações amorosas:

Em nome da “incompatibilidade de gênios”, homens e mulheres se separam, sem darem chance à flexibilidade que faria com que ambos – de comum acordo – cedessem um pouco. Não! Para o EGO não tem acordo quando se trata de ceder. Seria rebaixar-se! Ele só entende assim.


Nas amizades:


Uma atitude ou palavra mal colocada são, muitas vezes, suficientes para que amigos se separem, deixando cair no esquecimento as tantas coisas boas que fizeram brotar uma tão valiosa amizade. Não! O EGO não admite erros nem pedidos de perdão. Seria abrir mão da punição! Ele só entende assim.


Nas famílias:


Tantos pais, irmãos e filhos se separam, só pela necessidade de impor suas vontades, de ver “quem manda aqui”, quem ganha a condição de dono da última palavra. Na maioria dos casos, numa reunião familiar, e com um pouco de humildade todos saberiam até onde ir e quando parar. Não! O EGO quer deter o poder sobre tudo e sobre todos.
Limites seriam um caso de obediência! Ele só entende assim.


Nas carreiras:


Pessoas escolhem seguir a mesma carreira ou carreiras diferentes, e muitas dessas pessoas gastam a melhor parte da sua vida competindo, vigiando, farejando os passos das outras, dada a precisão de ser “a melhor”. A consciência de que “o sol nasce para todos” faria isso parar.
Não! O EGO quer ganhar sempre, custe o que custar.
Aceitar vitórias alheias seria fracassar! Ele só entende assim.


Em toda situação conflitiva que determina separações o EGO se faz presente e sempre quer ganhar. É nos carros, em brincadeiras desnecessárias; é no trabalho, em críticas contra colegas; é nas escolas, em exibições de notas; é nas guerras, onde ganhar é questão de vida ou morte; é na vizinhança, em encrencas vulgares, e assim por diante... Infinitamente...


Pense em algo similar, não citado aqui, e você notará que nele também está a ditadura do EGO.
Basta que o caso lembrado seja capaz de separar pessoas.

Não!
Não é a morte o que mais promove essas apartações!
É o EGO, o filho predileto do orgulho!
Sua ALMA e seu EGO ocupam o mesmo “castelo”.
Deixe que sua ALMA seja a rainha vitalícia do lugar!
Ela é aquela parte sua que deseja Paz e Reconciliações.
O EGO é o mal dentro de você.
Dê-lhe um “cala-boca” bem dado.
Assim – e só assim – a Vida lhe abrirá as portas da verdadeira e perene Felicidade.


Fonte: pps que recebi por email, onde está mensionado que o autor do texto
chama-se Silvia Schmidth

Existe vida após a morte?

Essa é uma pergunta errada, sem sentido. A pessoa nunca deve saltar à frente de si mesma; há toda a chance de ela cair de cara no chão.

É preciso fazer a pergunta básica, começar do começo. Minha sugestão é que se faça uma pergunta mais básica.

Por exemplo, você pode perguntar: "Existe vida após o nascimento?"

Isso seria mais básico, porque muitas pessoas nascem, mas poucas têm vida. Só o fato de nascer não é o bastante para você ter vida. Você existe, certamente, mas a vida é mais do que mera existência.

Você nasceu, mas, a menos que renasça em seu ser, você não vive, nunca vive.


Osho, em "O Livro do Viver e Do Morrer"


Te perdôo...


“(Nome), de boa vontade eu te perdôo.
Eu te liberto e te deixo ir.
No que me diz respeito, aquele incidente entre nós terminou para sempre.
Não desejo te magoar.
Não te desejo nenhum mal.
Estás livre e eu estou livre e tudo está bem, outra vez, entre nós.
O Amor de Remissão Divino nos libertou.
O Amor Divino agora produzirá resultados perfeitos e tudo está bem agora entre nós.
Eu contemplo você com os olhos de Amor Divino e peço a Deus o(a) cubra com Bênçãos de Paz, Alegria e Amor!”


Leia também:
Oração do Perdão
A maior Vingança...
O que é perdoar?

Afirmações Positivas...



Para todos vocês, hoje é um dia marcante. Nele, vocês começarão a criar uma vida mais plena. Nele, vocês começarão a se libertar de suas limitações. Afirmo com toda a convicção: vocês podem mudar sua vida para melhor, porque trazem dentro de si as ferramentas para isso. Essas ferramentas são seus pensamentos e crenças- o que chamo de afirmações. Vou ensinar a usar essas ferramentas para melhorar sua qualidade de vida.
Para aqueles que desconhecem os benefícios das afirmações positivas, eu gostaria de explicar um pouco o que elas são. Uma afirmação é qualquer coisa que você diz ou pensa. Não nos damos conta disso, mas muitas vezes nossos pensamentos são bastante negativos, seja a nosso próprio respeito, seja a respeito dos outros, das experiências que vivemos e do nosso futuro. Expressamos nossos pensamentos em palavras, e se os pensamentos são negativos, as palavras também serão.
A minha proposta é que tomemos consciência dos nossos pensamentos e palavras para deliberadamente trocá-los por afirmações positivas; que saibamos escolher palavras que irão ajudar eliminar algo de nossa vida ou a criar algo novo para ela.
Uma afirmação “abre portas” ela é o ponto de partida para o caminho da mudança.
Afirmações expressam as crenças a respeito de nós e do mundo, que vão sendo construídas desde a infância. Uma criança criada num clima de respeito e amor, que se sentiu acolhida e valorizada, tem uma visão –uma crença- a respeito de si mesmas bem diferente daquelas que foram abusadas, ignorada e desrespeitada.
É importante prestarmos atenção nisso. Nossas crenças são capazes de nos fazer felizes, mas também podem estar limitando nossa possibilidade de criar exatamente as coisas que dizemos desejar. O que você quer e aquilo que acredita merecer podem não ser a mesma coisa. É preciso estar atento aos pensamentos e às palavras que os expressam para começar a eliminar aquelas que criam experiências que você não deseja para sua vida.
Por favor, entenda que se você pensa e sente que a vida não está lhe dando o que deseja, então é certo que nunca terá as coisas boas que a vida dá aos outros – isto é, até que mude o seu modo de pensar e falar.
Pensar negativamente não é um defeito seu. Simplesmente você nunca aprendeu como pensar e falar. Essa descoberta de que os pensamentos criam as nossas experiências é bastante recente. Seus pais provavelmente não sabiam disso, portanto não podiam lhe ensinar. Eles simplesmente reproduziram o modo como os pois deles os ensinaram a olhar a vida. Ninguém está errado. Mas está na hora de despertarmos e começar a criar nossas vidas conscientemente, de modo que nos satisfaça e fortaleça. Você pode fazer isso. Eu posso fazer isso. Todos nós podemos- precisamos apenas aprender...então vamos começar!


Aqui você poderá baixar o áudio sobre afirmações positivas, ou ouvir diretamente no navegador:

--> Afirmações Positivas - Áudio Completo - 47 minutos. (maravilhoso!)
ps. Infelizmente o link não está funcionando mais e não consegui achar outro...

Louise Hay, do Livro o Poder das Afirmações Positivas




domingo, 27 de fevereiro de 2011

Minha fiel companhia...



Olha só quem me faz companhia...
Todo o tempo que eu fico no computador, ela fica ao meu lado, ouvindo os passarinhos também...


Cultive o melhor que há em você!

Na nossa cabeça passam milhões de coisas. Por isso, precisamos trabalhar o nosso poder mental. Essa lei vale para todos: “Eu posso ter pensamentos saudáveis! Posso pensar o que eu quero!”. E vou mais longe. Você não imagina como os bons pensamentos servem de cura para qualquer mal: uma doença, um fora do namorado… Os bons pensamentos fazem com que você se conecte com a sabedoria do universo, transformando-a em uma lâmpada acesa, que irradia, toca as pessoas e fala uma linguagem divina – porque é a linguagem do melhor.
Aliás, já reparou como o nosso espírito gosta do melhor? A gente entra numa loja, por exemplo, e vai direto naquilo que é mais caro. O espírito escolhe espontaneamente o melhor, seja qual for o seu plano de vida. E como é delicado conviver com isso. Porque, infelizmente, a sociedade não entende esse mecanismo. As pessoas vivem pregando que a gente tem de se contentar com o que tem e que é feio almejar grandes coisas. Que bobagem! Querer o melhor é o anseio natural do espírito. Não tem nada de pretensioso nisso. É assim que o universo funciona.

Levou tempo para eu descobrir que esses desejos de querer o melhor vinham lá de dentro. Fui muito criticado. Graças a Deus, descobri e hoje não me deixo influenciar por rótulos ou valores deturpados. Eu decido, eu escolho e eu imponho a mim mesmo o que EU quero pensar. O espírito só se realiza quando consegue o melhor para ele. Quando combatemos nossa vontade, perdemos o contato com ele e ficamos contrariados, dominados por pensamentos infelizes. Nada disso!

Minha cabeça pode até ser bombardeada por um monte de coisas, mas eu é que escolho quais ficam. E, quando ela registra ideias ruins, dou um chega pra lá nelas e faço meu pensamento ser bom. Sim, escolho como eu quero. E você também pode!

Não dá para ter prazer se não buscar o melhor pra sua vida. O sacrifício não alegra a alma. Já quando você cultua o melhor para si, seu espírito explode de satisfação e faz o corpo vibrar. Isso é prazer: empolgação, dedicação. Vá trocando de pensamentos até encontrar um que desperte seus melhores sentimentos. Não importa a realidade, nem que exista a maldade. Você está onde se coloca.

Luiz A. Gasparetto


Descubra o valor da Liberdade!

Muita gente associa o estresse ao cansaço quando, no fundo, toda tensão física é resultado de repressões psicológicas. Pois é… São nossos pensamentos que tumultuam nosso fluxo de energia.

Vamos mudá-los? Comecemos pelo apego. Como a gente se apega às pessoas! No fundo, nos apegamos a algo que vemos nelas: segurança, apoio, amor. O apego existe porque você espera que os outros lhe dêem o que você não consegue obter dentro de si mesma. Mas há um meio de encontrarmos o que precisamos dentro de nós!

Imagine-se tirando do seu corpo todas as pessoas que conhece: familiares, colegas de trabalho, amigas, vizinhas. Agora, imagine que está dentro de um estádio, bem no meio do campo, e todas essas pessoas estão quietas, nas arquibancadas. Diga a elas: “Estou me dando o direito de não esperar nada de vocês. Deixo de lado qualquer expectativa e, o que vier, é lucro”. Escutando você, elas começam a abandonar o estádio. E ele fica vazio. Pela primeira vez, dentro de você não tem ninguém. Você está só, olha para o chão e vê um buraco. Agora pule e sinta apenas a sensação de cair…

De repente, o fundo começa a aparecer. Seja o que for: pedra, água, luz, não importa, fixe seu olhar nesse fundo. Se o que você viu foi uma pedra, imagine-se derretendo e virando uma pedra. Diga: “eu sou as sensações que tenho agora. Na realidade, caí dentro de mim, da minha essência”. Então o buraco some e só ficam as sensações. Tudo o que você queria está simplesmente em você!

Está se sentindo mais segura e livre? Pois é… Agora vamos sentir que podemos nos tornar ainda mais leves. Lembre-se de soltar todos os ressentimentos que ficaram presos em você todos esses anos quando as pessoas não lhe deram o que queria.

Reflita: se você não se valorizou, por que alguém iria fazê-lo? É você é a responsável por tudo aquilo que se passa na sua vida! Então, limpe-se por dentro e perdoe compreendendo que cada um deu aquilo que podia ter dado. Mergulhe na consciência da sua própria liberdade: “Meu corpo está limpo. Meus sentimentos estão renovados. Desfruto de paz. Não há obstáculos na minha vida. Todos os recursos estão em mim. Eu me sinto superior ao que eu era. Eu me sinto melhor e efetivamente bem”.

Luiz. A. Gasparetto


sábado, 26 de fevereiro de 2011

Ego: nosso real obsessor...

Não há pior "inimigo" que nosso próprio Ego. Porém, este não é o tipo de inimigo que precisamos aniquilar, mas apenas conduzi-lo, de forma amorosa, ao seu devido lugar: parceiro entregue de nosso Eu Real. Enquanto o Ego resiste a essa idéia, ele nos manipula, sabota e determina tudo o que acontece em nossa vida, de acordo com suas necessidades e vontades mesquinhas, ignorantes e arrogantes. Ele acredita ser o único que "sabe do que realmente precisamos", e que nosso Eu Real é seu inimigo e que quer destruí-lo. Por conta disso, a cada tentativa de nosso Eu Real em se manifestar, o Ego se arma ainda mais na tentativa de interditá-lo. Para isso, faz qualquer coisa, mesmo que seja algo muito ruim para nós, o importante é nos desviar dos caminhos que nos levam ao nosso Eu Real. É por isso que vivemos nos prejudicando, enquanto estamos ocupados em culpar o mundo por nossos reveses, só para que não possamos perceber quem é o verdadeiro "culpado" de todas as nossas dores: nosso Ego.

Quanto mais evoluímos e despertamos a consciência para a nossa realidade divina e quanto mais permitimos que nosso Eu Real atue com sua poderosa presença em nossa vida, mais nosso Ego se levanta contra ele e mais busca meios de nos manipular, na intenção de sabotar toda influência benéfica do Eu Real. O Ego nos obsedia, nos fazendo prisioneiros de nossas crenças em nossos pecados, erros, culpa e medos, que tão ignorantemente, acreditamos ter. Quando nos deixamos manipular por uma força tão destrutiva quanto a de nosso Ego que está aterrorizado pela possibilidade de vir a perder o poder sobre nós, nossa freqüência vibratória cai, nossa energia fica mais densa e acabamos nos perdendo em pensamentos e sentimentos negativos e destrutivos.

Nosso Ego quer nos levar a entrar cada vez em mais desequilíbrio, e faz com que acreditemos que somos maus e que merecemos castigo, o que o faz criar mecanismos de autodestruição. Ele é incansável em seus intentos. Quanto mais nos aprisionamos nisso, mais frágeis e sensíveis nos sentimos, abrimos nossa guarda, nossa autoproteção e acabamos por vibrar tão negativamente, que atraímos forças externas, os tais obsessores que tanto tememos. Eles passam a nos influenciar, mas quem está no comando, decidindo e permitindo essa influência, é o Ego, tudo começa e termina a partir dele. Quando se sente muito ameaçado pelo poder de nosso Eu Real, fazendo com que se sinta muito vulnerável, ele lança mão de "ajuda externa" e "pede socorro" aos obsessores de plantão ou dá permissão a obsessores "antigos" (por questões de outras vidas), para que passem a ajudá-lo a nos fazer entrar em grande desequilíbrio, pois dentro deste, nosso Eu Real fica totalmente impotente para nos ajudar a resgatar o equilibrio em que estávamos. Portanto, é o nosso Ego que nos atormenta, fazendo com que nos mantenhamos presos em pensamentos obsessivos, é ele quem nos faz criar as ilusões, os medos, criar dificuldades desnecessárias ou que não existem, tudo acontece dentro de nós e não fora.

Nenhum obsessor pode nos influenciar, sem que tenha permissão para isso. Nós temos nosso poder pessoal, que determina a interdição de qualquer influência externa. Mas quando abrimos mão desse poder e o entregamos ao Ego, aí sim ele nos entrega ao obsessor. Ele prefere nos ver em sofrimento, a ter que sofrer pela perda de poder.

Algumas vezes, isto nem ocorre, e não estamos influenciados por obsessores, mas como temos a crença nas forças sinistras que tentam nos atacar e como isso também nos ajuda a entrarmos num papel de "vítima de obsessores", como que nos eximindo de nossa culpa, acabamos por nos render a eles, apenas porque isso acaba se tornando mais cômodo. Sei que é difícil pensar que fazemos isso, pois isso nos parece algo insano, não conseguimos conceber a idéia que nós deixamos que obsessores nos influenciem só para que possamos nos livrar de nossa culpa, sendo que essa influência é tão destrutiva e assustadora. Mas infelizmente, esta é uma verdade.

Volto a reforçar que nem sempre estamos obsediados, o verdadeiro obsessor é o Ego, que nos atormenta com suas investidas e nos faz acreditar que estamos sendo vitimas de influências espirituais, para que desviemos o olhar que possamos ter sobre ele e, assim, possa se manter no poder, mesmo que o custo disso seja o nosso desequilíbrio. Quando estamos em equilibrio, nos contatamos mais facilmente com nosso Eu Real, assim, manter-nos em desequilíbrio é uma arma do Ego contra nossa liberdade.

Portanto, se nos sentirmos obsediados - independentemente de isto estar ocorrendo ou não -, o melhor passo que devemos dar, é no sentido de voltarmos o olhar para dentro de nós, para confrontarmos nosso Ego, como que a lhe dizer: eu sei o que você está tentando fazer, sei que somente você é o responsável por meu desequilíbrio. Eu ordeno que se entregue, de forma suave e confiante, aos cuidados de nosso Eu Real, para que Ele nos guie. Você está fazendo de nossa vida um inferno, todos os caminhos que trilhamos, guiados por você, só estão nos levando à destruição, fracasso, frustração, dor, medo e angústia. Renda-se, seja humilde e observe, nossa vida está em ruínas graças às suas investidas teimosas e obstinadas. Se já tentamos de tudo para modificarmos nossa realidade e a cada vez estamos ainda mais desequilibrados e infelizes, precisamos tentar trilhar novos caminhos, aceite, suas velhas trilhas nos levaram sempre a conquistar os mesmos resultados: dor e angústia. Não temos outra escolha a não ser experimentarmos entrar em uma atitude de entrega confiante e humilde ao nosso Eu Real. Está na hora de nos desapegarmos de nossas crenças limitantes, que nos fazem acreditar no mal e que nosso Eu Real é mau. Não, ele é o nosso maior e único bem divino e verdadeiro, somente Ele tem condições de nos levar conquistar nossos propósitos de vida, os quais foram planejados e determinados por ele, quando de nossa encarnação. Portanto, somente Ele contém toda a sabedoria, conhecimento, ferramentas, dons e todas as condições ideais para nos guiar. Sem Ele, somos apenas tristes seres arrogantes, medíocres e prepotentes, sempre nos prejudicando, enquanto ficamos na posição confortável e tranqüila de vitimas das circunstancias e, em alguns momentos, vitimas de obsessores. Somos nós que damos passagem a eles, portanto, somos nós que temos o poder de interditá-los, até mesmo com reverência, pois eles apenas se prestaram a um serviço que foi você mesmo, Ego teimoso, que contratou. Portanto, podemos nos libertar das influências desses seres, com gratidão e amor.

Ego, eu me liberto de sua influência negativa e me entrego ao meu Eu Real, e permito que Ele nos conduza, a partir de agora. Eu Sou a manifestação única e integral da vontade de meu Espírito Imortal, meu Eu Real. Somente Sou a partir de Suas verdades divinas e sábias. Que assim seja!

Texto de Teresa Cristina Pascotto


Beba água...


Sabia que...

2 copos de água depois de acordar - ajuda a ativar os órgãos internos

1 copo de água 30 minutos antes de uma refeição - ajuda a digestão

1 copo de água antes de tomar um banho - ajuda a reduzir a pressão arterial

1 copo de água antes de ir para a cama - evita derrame ou ataque cardíaco


Fonte: coisas de mulher.com




É fato!



"A captação de energias é um fato, mesmo para aqueles que não acreditam nelas."

Zíbia Gasparetto

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Busque a paz dentro de você!

Já mostrei que todo mundo está sujeito às influências astrais. Aquelas energias negativas que comprometem o fluxo da nossa vida e que desestabilizam nossas emoções. Hoje quero fazer você se libertar desse astral contrário por meio de uma meditação. Coloque uma música suave enquanto lê o texto abaixo. Vamos lá?

“Nosso propósito é pensar que, no fundo, queremos o bem. Portanto, vamos nos prender ao nosso lado puro. Toda vez que você pensar mal de si mesma, pare e reflita! Provavelmente tal pensamento não é seu, mas de espíritos desencarnados que insistem em se alimentar da sua energia, desvitalizando-a. Não admita que nada a coloque pra baixo. Mesmo diante de um erro, não se puna. Aprenda com ele!

Uma boa estratégia para melhorar seu astral é adotar a palavra paz. Paz é um estado de espírito. Quando você começa a acreditar na paz e assume uma postura pacífica, muda o astral e desconecta-se do que é negativo.

Paz é agir com inteligência e não violência e ignorância. Paz é acreditar no bem, que você pode o melhor. Ela se impõe na sua mente e nas atitudes. Quando você põe a paz na sua vida, sente que muitas dores deixam seu corpo, pois os espíritos ruins não toleram a paz, já que vêm de brigas, guerras, culpas, críticas e queixas.

Não tema o mundo. O astral negativo gosta de se apegar às pessoas que se prendem às ilusões e à matéria. Portanto, prefira a realidade. Você é bonita dentro do seu espírito. Mas precisa se elevar. Não tenha medo de ser diferente. O melhor é ser diferente da maioria! Acima de tudo, sinta-se pura, não ingênua! Apenas enxergue as coisas sem se contaminar por elas. Está vendo a falsidade, a mentira, as energias ruins? Pois veja, abençoe e deixe tudo passar. Não saia do seu bem, da sua luz!

Sinta a presença das correntes espirituais da humanidade. Aprenda a se manter firme. Faça isso todos os dias. Dê a si mesma uns minutos para estabelecer essa ligação. Seja humilde com essas forças e verá a verdade. Disponha-se a vê-la e você a terá. Porque ninguém se realiza sem ela. As ilusões só levam às falsas satisfações e à miséria da insatisfação. Então, vamos lá, posicione-se firmemente no bem e lembre-se: você é e sempre será a semente da sua mudança.”

Luiz A. Gasparetto

Incenso...


Apresento-vos os meus incensos!
E são vários hem! Sempre compro aos montes pois adoro!

Quando eu morava com meus pais, não podia acendê-los pois minha mãe não gostava e por respeito eu não fazia (só de vez em quando...hehe)... Mas agora, acendo todos os dias!
Este que está "queimando" na foto, é de Alecrim, mas o meu preferido chama-se "Shivan" que é um incenso de massala, "foooorte"! É daqueles que termina de queirar e o cheiro fica por muito tempo na casa...uma beleza!
Para se ter uma idéia, de tanto que eu gosto deste incenso, na loja onde comprava, eu era conhecida como a "Sheila do Shivan"...rsss
Mas, infelizmente essa loja fica em outra cidade, e desde que eu me mudei, nunca mais encontrei o Shivan. Mas tenho esperanças, a cidade é grande, uma hora eu encontro...
Outro que eu adoro e que não pode faltar aqui em casa é o de "canela"...esse encontro com mais facilidade.
Ah, antes que eu me esqueça, a mandala da foto foi pintada por mim, em um momento de inspiração...hã...que tal?! E o incensário, com uma pequena imagem do buda, ganhei de uma grande amiga que conhece como ninguém os meus gostos.

Tipos de Incensos

Os incensos devem ser acesos para energizar e transmutar as energias aonde se encontram. Funcionam como purificadores e condutores de vibrações, sejam das pessoas ou dos locais.

Para cada uso, existe um tipo específico e uma essência a ser utilizada. Podem ser em pastilhas, palitos, pó, e outras formas existentes no mercado.

Segue-se abaixo, uma pequena lista de alguns tipos e suas propriedades:

Arruda: confere proteção espiritual e aumenta a segurança. É muito eficiente na eliminação de energias negativas e sua purificação.
Acácia: evita pesadelos e transmite um sono tranqüilo.
Absinto: favorece a clarividência, e também, para proteção e amor.
Alecrim: afasta a depressão, purifica o local em questão, e eleva o nível de pensamentos.
Alfazema: eleva o astral e transmite tranqüilidade.
Almíscar: aumenta a sorte e o sucesso, assim como a intuição.
Angélica: aumenta a proteção.
Artemísia: faz aflorar a clarividência.
Anis estrelado: atrai a boa sorte.
Benjoim: aumenta a criatividade, seja em trabalhos artísticos ou escritos.
Camomila: melhora as finanças e acalma emocionalmente.
Canela: é indicado para questões financeiras e tranqüiliza o ambiente.
Cânfora: aumenta a realização emocional e profissional e elimina todo tipo de energia negativa.
Cedro: aumenta a força física. Muito indicado para purificar os ambientes, pois atrai vibrações de harmonia. Quanto aos negócios, ajuda a ter sucesso com as vendas.
Cipreste: aumenta a concentração, a firmeza e o equilíbrio. Proporciona prosperidade e fortuna.
Coco: traz o equilíbrio emocional necessário para a tomada de decisões.
Cravo: abre os caminhos, atrai dinheiro, destrói as energias negativas reinantes e confere segurança.
Erva cidreira: confere felicidade e sucesso; assim como promove o encontro de verdadeiro amor.
Erva doce: eficaz contra "olho gordo"; como também promove a harmonia e paz.
Eucalipto: renova as energias e promove uma verdadeira limpeza energética do local.
Hortelã: anula as energias negativas. É muito indicado para aumentar a compreensão, o poder de decisão, a ordem e a consciência ecológica.
Jasmim: aumenta a resistência física e melhora os negócios. Acalma o ambiente.
Lavanda: elimina a depressão e confere um sono tranqüilo.
Manjericão: traz sorte, felicidade, prosperidade e proteção.
Mirra: estimula a intuição.
Noz moscada: alegra o ambiente e atrai dinheiro, da maneira justa e merecida.
Orquídea: indicado para purificar o ambiente de trabalho e ajudar a encontrar soluções para problemas práticos.
Patchuli: traz abundância e reativa a fertilidade.
Pimenta da jamaica: elimina brigas dentro de casa; atrai dinheiro e boa sorte.
Pinho: atrai proteção e aumenta a fertilidade.
Rosa branca: limpa o ambiente contra as energias maléficas e acalma as pessoas que estão ao seu redor.
Sândalo: ajuda no desenvolvimento e expansão da intuição.
Sândalo branco: traz sucesso, proteção e aumenta o poder da meditação.
Vertiver: é a fragrância que protege o comércio, favorecendo as boas vendas, atraindo dinheiro e a boa sorte.
Violeta: ajuda a espantar as energias negativas.

Grupo Carma e Evolução

Grupo carma é o grupo dos acertos. Trabalhar o grupo carma é resolver todas as dificuldades com os familiares e com as pessoas próximas, com quem, normalmente, temos alta convivência e interação. Não há como mudar o vínculo com esse grupo. É um vínculo energético e pré-determinado pelo amparador de programação existencial.

O grupo carma se forma a partir do padrão energético. Pessoas nascem e convivem com determinado grupo porque possuem a mesma energia. Dentro desse grupo carma, vamos trocando de posições, a cada reencarnação. Em uma, somos pai, na outra, avô.. e assim vamos convivendo com as mesmas consciências, aprendendo a se relacionar e a aceitar as diferenças.

Nós podemos sair de um grupo carma para um outro que tenha um melhor padrão energético e esse deve ser o objetivo de todos. Sair do grupo carma não significa abandonar a família e escolher outra. Significa, sim, conseguir resolver todos os conflitos por meio da reconciliação e dos acertos.

E isso não é assim tão fácil. Temos dificuldade para se reconciliar com as pessoas por conta de nossos próprios conflitos internos. Você consegue aceitar e amar todas as pessoas de sua família? Devemos trabalhar para se livrar dos processos emocionais e aprender a amar o próximo. E isso começa com equilíbrio interno e autoconhecimento.


Aprender a se relacionar bem com os outros é difícil, pois continuamos repetindo os mesmos relacionamentos há tantos anos (reencarnações). Como fazer um acerto de tantas repetições? Alguns comportamentos são cronificados. Por isso mesmo, para se reconciliar, é preciso estar no aqui e agora. Além de se rever e se aceitar completamente.

A reconciliação é um trabalho árduo, porque a gente não consegue perdoar as diferenças do outro. Não devemos impor a própria carga emocional, mas sim fazer trocas saudáveis. Procure enxergar o que o outro é, aprenda a lidar com o que o outro é, sem deixar o que vc é interfirir nessa relação.

O carma, na verdade, é só um bolo emocional que carregamos de uma vida para outra. Esse bolo emocional nasce dos relacionamentos consigo mesmo e com os outros. Se você não conseguir se reconciliar com a família, vai voltar e encarar essa pessoa novamente.

Permita que o outro se manifeste para que os relacionamentos sejam saudáveis. Nós temos que enxergar o outro como uma escada para a nossa evolução e não como um empecilho. E aceitar as próprias dificuldades e os outros é o primeiro passo para a evolução.

Fonte: CEC


--> Oração do Perdão - AQUI

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Espaço para o novo!

Não sei se foi por preguiça, por condicionamento, pela dificuldade de estarmos plenamente atentos no instante de cada ação. O fato é que a planta havia morrido há semanas e durante todo aquele tempo eu continuei a regá-la, como se estivesse ali.


O vaso cheio de terra, vazio de verde, permanecia no mesmo lugar, entre os outros, como se nada houvesse acontecido. Toda vez que eu repetia o movimento, eu me dava conta da estranheza do meu gesto, mas acabava me entretendo com outra coisa e adiava mais uma vez a retirada do vaso.


Outra hipótese é o embaraço que às vezes temos para reconhecer a morte das coisas. Para aceitar que o tempo delas acabou, embora possa ser tão óbvio como um vaso sem planta.


(...) Nossos gestos de desapego são capazes de criar espaço para o novo. Minha mãe plantou outra muda de planta naquele vaso. A última vez que vi, estava florida.

[Ana Jácomo]

Coisas grandiosas estão por vir...



"Acordei completamente amanhecida. E tinha um brilhinho de sol em cada gotinha da chuva fina na manhã de hoje. Alguma coisa me diz que coisas grandiosas estão por vir. Por isso abro meu coração pra alegria, pra vida e pro sol que acaricia e não machuca. E é nesse estado de gratidão e contentamento que qualquer pensamento negativo que eventualmente surja, morrerá de inanição."

(Marla de Queiroz)

Amém...

A importância de amar a si mesmo...

O maior milagre no mundo é este: você existe, eu existo. Existir é o maior milagre, e a meditação abre as portas para esse grande milagre.

Mas somente uma pessoa que ama a si mesma pode meditar; do contrário, você está sempre fugindo de si mesmo, evitando a si mesmo. Quem quer olhar para uma face feia e quem quer penetrar num ser feio?

Quem quer penetrar fundo em sua própria lama, em sua própria escuridão? Quem quer entrar no inferno que você julga ser? Você quer manter tudo isso coberto com belas flores e sempre fugir de si mesmo.

Por isso as pessoas estão continuamente procurando companhia. Elas não conseguem ficar com elas mesmas e querem ficar com outras. As pessoas estão procurando qualquer tipo de companhia; se elas puderem evitar a companhia delas mesmas, qualquer coisa servirá.

Elas sentarão num cinema durante três horas, assistindo algo completamente idiota; lerão um romance policial por horas, desperdiçando seu tempo. Lerão o mesmo jornal repetidamente, apenas para se manterem ocupadas; jogarão cartas e xadrez apenas para matar o tempo, como se tivessem muito tempo!

Nós não temos muito tempo, não temos tempo suficiente para nos desenvolver, para ser, para nos alegrar.

Mas este é um dos problemas básicos criados por uma educação equivocada: evite a si mesmo. As pessoas ficam sentadas em frente à TV, grudadas na poltrona durante quatro, cinco, até seis horas.

Na média, o norte-americano assiste à televisão durante cinco horas por dia, e essa doença se espalhará por todo o mundo. E o que você está vendo? E o que você está ganhando com isso? Queimando seus olhos...

Mas isso sempre foi assim; mesmo se a televisão não existisse, haveria outras coisas. O problema é o mesmo: como evitar a si mesmo? Porque a pessoa se sente muito feia. E quem a fez ficar tão feia? Seus pretensos religiosos, seus papas, seus shankaracharyas. Eles são responsáveis por distorcerem suas faces, e foram bem-sucedidos, tornaram todos feios.

Toda criança nasce bela e, então, começamos a distorcer sua beleza, mutilando-a e paralisando-a de muitas maneiras, distorcendo sua proporção, tornando-a desequilibrada. Mais cedo ou mais tarde ela fica tão desgostosa consigo mesma que aceita ficar com qualquer um. O sujeito pode procurar uma prostituta apenas para evitar a si mesmo.

Ame a si mesmo, diz Buda. E isso pode transformar todo o mundo, pode destruir todo o feio passado, pode anunciar uma nova era, pode ser o princípio de uma nova humanidade.

Osho, em "Amor, Liberdade e Solitude: Uma Nova Visão Sobre os Relacionamentos"
Imagem por JKönig


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Defumação líquida - Limpeza Energética dos Ambientes


Segue mais uma receitinha para a limpeza energética dos ambientes. Esta é ideal para quem não gosta muito de fumaça, incenso...essas coisas. É uma limpeza discreta e com um ótimo resultado. Você pode fazer em casa ou no trabalho, é bem simples!

Ingredientes

• 1 litro de água mineral
• 1 pedra de anil
• 1 pulverizador

Dia da semana: Somente na sexta-feira.

Antes de iniciar a limpeza, lave as mãos, se possível coloque uma música relaxante. Peça proteção dos mentores espirituais e inicie o processo:


Pulverize todos os cantos de cada cômodo do local, dos fundos para a entrada. Abra uma fresta de quatro dedos, na porta da entrada da rua para que a energia negativa e espíritos perturbadores possam sair. Quintal, ambientes externos e até veículos também podem ser defumados da mesma maneira. A sobra da composição deve ser descartada no vaso sanitário.


Seios - Linguagem do Corpo

Em japonês, a palavra titi significa: seios, pai, marido, leite materno. Quando uma mulher nutre em seu coração sentimentos de revolta contra o pai ou marido, seus seios passam a ter problemas. Nódulos, mastite ou tumores nos seios significam descontentamento ou ressentimento profundo em relação às pessoas que desempenha o papel simbólico de pai, tais como marido, sogros, cunhados, etc.

Se uma mulher está com insuficiência de leite materno, isso simboliza a falta de consideração para com o pai ou para com o marido. A insuficiência de leite materno indica também que a mãe tem medo de que o bebê esteja roubando as proteínas de seu corpo.
Quando a mulher se reconcilia com todas as pessoas que a palavra pai evoca, ela se cura completamente, pela associação de idéias.

Quando a mulher sente dores ou pontadas nos seios isto significa que ela está muito irritada com alguém próximo ou ainda que está tentando controlar a vida de alguém. Normalmente as mulheres possessivas passam a ter problemas nos seios — que simbolizam doação e fluxo livre da vida. Estes problemas ocorrem também se a mulher tiver comportamento de domínio sobre a pessoa amada, tirando-lhe a liberdade ou impondo-lhe suas opiniões, e aparecem principalmente quando a pessoa dominada começa a reagir ao comportamento da mulher.
Se você está suportando todos os problemas da casa; está aflita com um filho doente; tem muitas responsabilidades e sente que está sem o mínimo apoio de seu marido (que nem reconhece seus esforços) com certeza esse seu sentimento de ”fera ferida” causará danos nos seus seios e, mais provavelmente, no seio esquerdo, que significa revolta contra o sexo masculino. Se você pretende algum reconhecimento por parte de alguém do sexo feminino e não o tem, terá problemas com o seio direito. Se você se cobrar demais a respeito do seu fracasso em possuir a atenção alheia, também sofrerá com o seio direito.

Parece que você se preocupa demais com reconhecimento e isso não é bom para a sua saúde, pois sempre que esperamos e não temos o reconhecimento pelos nossos atos é gerada em nós uma grande decepção e frustração.

A mágoa, mais cedo ou mais tarde, se transformará em alguma somatização.
Quando nossas expectativas em relação às pessoas são muito altas, acabamos nos sentindo seres desprezados e desvalorizados, pois não é sempre que os outros entendem que necessitamos de alguns elogios para nos dar forças. Isso faz com que nossos sentimentos em relação a estas pessoas entrem em conflito e com que nós mesmos nos sintamos abandonados e revoltados.
Admita que as pessoas possuem seus próprios valores e que elas também estão se decepcionando constantemente com outras pessoas, que esperam delas aquilo que, talvez, nunca recebam. O que é muito importante para você não o é importante para os outros.

A verdade de cada um deve ser respeitada e você tem de parar de se sobrecarregar com problemas que podem ser deixados de lado, ou divididos com alguém. Lembre-se que, se sua verdade for desrespeitada, com certeza você se magoará muito. Seja uma mulher desprendida e coerente. Aprenda que a verdadeira mulher não é aquela que carrega o mundo nas costas, mas, sim, a que sabe ser independente, companheira, amiga e organizada. A verdadeira mulher é dócil, feminina, elegante, culta, alegre, mas, também, firme em suas decisões e forte e sábia para organizar seu lar, distribuindo tarefas para o desenvolvimento comportamental de seus filhos, marido e criados. Na verdade, tirando as responsabilidades das pessoas, impedimos que elas se fortaleçam e saibam como agir quando não estamos presentes. As mulheres que fazem com que todos sejam dependentes dela, transformando-se no centro de tudo, causam transtornos para si mesmas e criam vários “monstrinhos” domésticos.

Livre-se o mais rápido possível de pensamentos antigos. Renove sua maneira de ser, aceite idéias novas ou saiba discordar, sem conflitos internos. A vida deve apenas fluir e receber constantemente a energia cósmica, assim como os fios de nossa casa recebem a eletricidade.
Relaxe e saiba que você não é dona de ninguém. Somos todos passageiros de um mesmo barco que navega por este Universo, buscando a felicidade sob formas diferentes. Reconheça seu próprio valor. Faça aquilo de que mais gosta e ame-se profundamente! Esqueça que deve esperar algo dos outros e se afaste desse sentimento de autocomiseração. É assim que você estará livre para ser você mesma, satisfeita com seu trabalho e até esquecerá de cobrar ”aquele” reconhecimento. No final, o que vier de elogio ou apoio será um grande lucro. O reconhecimento dos outros será irrelevante e você verá que as pessoas vivem suas próprias vidas e que elas também precisam de reconhecimento e amor, mesmo que não façam aquilo que você esperava. Acredite que a pessoa que vive ao seu lado, faz o melhor que pode, dentro de seus limites. Incentive-a a reconhecer seu próprio talento ou qualidade e ela passará a enxergá-la com mais respeito.

Cristina Cairo
Leia mais sobre Linguagem do Corpo AQUI

Solistência...



"Eu estou só.
O gato está só.
As árvores estão sós.
Mas não o só da solidão: o só da solistência..."

(João Guimarães Rosa)

Lindo!


Como atrair anjos...



Pensa baixinho só nas coisas bonitas da vida.
Pronto! Teu anjo já está ai.

Vanessa Leonardi

A busca inconsciente pelo sofrimento...

Todos nós, conscientemente, dizemos querer uma vida melhor e mais feliz. No nível racional é o que surge nos nossos pensamentos. Desejamos melhores relacionamentos familiares, crescimento profissional e mais saude física e emocional. Entretanto, se pararmos para pensar um pouco sobre nossas atitudes, percebemos que fazemos ou deixamos de fazer várias coisas que acabam nos trazendo sofrimento.

Muitas vezes é fácil detectar esses comportamentos. É só você observar seus hábitos. Você se alimenta da forma que sabe que é melhor? Pratica exercícios de forma regular como sabe que deveria? Tem algum vicio que sabe que é nocivo mas não consegue parar (cigarro, bebida, jogo, chocolate e etc...)? Procura estudar e fazer o possível para crescer profissionalmente e ter uma vida financeira cada vez mais confortável sem precisar morrer de trabalhar? Você consegue selecionar amizades e relacionamentos saudáveis ou se pega em relações que trazem muitas vezes prejuízos emocionais e simplesmente não consegue se afastar? Se você sabe racionalmente que poderia fazer muitas coisas (muitas delas simples, fáceis e gratuitas) para melhorar a sua vida, porque você simplesmente não faz?

De uma forma ou de outra, em maior ou menor grau, todos nós buscamos de forma inconsciente, situações que nos fazem sofrer. Seja trabalhar demais, seja um relacionamento que não é saudável, seja o não cuidar da saude física e da alimentação. Se não houvesse essa busca inconsciente pelo sofrimento faríamos tudo para melhorar nossas vidas de forma fácil, intuitiva e sem qualquer esforço. Mas não é isso que observamos na maioria das pessoas. Existe algo que nos leva numa direção a qual não queremos no nível consciente. Lutamos para ser diferente mas muitas vezes não conseguimos.

De onde será que vem essa força interior negativa que nos faz procrastinar, que nos leva para vícios e comportamentos nocivos, que nos faz perder oportunidades e criar sofrimento? Tudo isso vem da negatividade acumulada, do nosso sofrimento interior já existente. São sentimentos negativos que temos guardados (conscientes e inconscientes). O nosso sofrimento interior deseja se alimentar de mais sofrimento. As emoções negativas que carregamos são viciadas em si mesmas, querem se perpetuar, crescer e tomar conta das nossas vidas.
Essa força negativa nos sabota de uma forma muitas vezes silenciosa. Sentimos preguiça de fazer certas coisas que sabemos que são boas e uma vontade irresistível de fazer outras que não são saudáveis.

Os sentimentos mal resolvidos que carregamos (raivas, mágoas, perdas, medos, frustrações, tristeza e etc...) agem como se fossem entidades individuais que querem sobreviver. Eles precisam se alimentar e fazem isso influenciando nosso pensamento e ações.
Cada sentimento individual busca criar situações ou interpretá-las de forma distorcida para que mais daquele sentimento seja criado. Os sentimentos geram pensamentos negativos que influenciam nossas ações, gerando resultados negativos que alimentam mais pensamentos e geram mais ações, em um circulo vicioso.

Observe quando você está com raiva. Ao lembrar da situação onde a raiva foi gerada surge mais raiva. Um diálogo interior é criado e intensifica o sentimento: ‘aquele palhaço, quem ele pensa que é...’; ‘é um absurdo o que aconteceu’; ‘um dia eu dou o troco’... É possivel até que a sua mente crie cenas e frase que nem foram ditas na situação real e que fazem você se sentir mal. É a própria raiva buscando se alimentar e crescer, o que certamente nos traz um sofrimento que dizemos não desejar para nossas vidas.

Em outras situações, aquela raiva guardada vai novamente emergir e tornar nossas reações cada vez mais intensas e improdutivas. Talvez um lado seu diga pra você deixar aquilo de lado e as vezes até você consegue. Mas a raiva pode ser bastante convincente e se perpetuar por muitos anos. É bastante comum tratar pessoas que guardam sentimentos negativos de coisas que ocorreram há anos, até mesmo na infância. Todos nós guardamos na verdade, varia apenas a intensidade.

Juntando vários sentimentos negativos guardados, eles se conectam e criam um time, uma força interior negativa extremamente sabotadora. Cada emoção, viciada em criar mais de si mesma, influencia de forma silenciosa e profunda nossos pensamentos e ações. Sem que a gente se dê conta, criamos conflitos, escolhemos mal os relacionamentos e nos causamos todo tipo de problema, embora o nosso desejo consciente seja o de criar uma vida mais feliz.
Algumas pessoas ao se darem conta dos sentimentos negativos e de como eles são sabotadores começam a brigar consigo mesmas. Certamente isso não ajuda e acaba criando mais sofrimento. O que devemos fazer então?

A coisa que considero como mais importante nessa vida, é reconhecer, aceitar, limpar, e dissolver a negatividade que guardamos. Daí a importância de uma técnica como a EFT. Conseguimos varrer do nosso sistema energético, de forma consistente e profunda, as emoções guardadas. Imagine então o que aconteceria com você ao limpar negatividade acumulada ao longo de uma vida: raivas, mágoas, traumas, medos, rejeição, abandono, culpa e etc... Através da auto aplicação do método é possível conseguir grandes benefícios.

Ao fazer isso estamos dissolvendo o corpo emocional sabotador. Passamos a ser mais positivos e tomar atitudes melhores sem precisar de esforço pra isso. Tudo flui de uma forma mais tranqüila e natural. É como se você fosse soltando pesadas âncoras que antes você nem sabia que estavam travando a sua vida. Melhora-se a autoestima, diminui-se a ansiedade e tudo isso se refletirá de forma positiva em todos os aspectos.

Essa limpeza emocional deveria ser a meta primordial de qualquer pessoa. Não ter tempo pra isso é a maior perda de tempo e causa grandes prejuízos. Esse corpo emocional sabotador certamente irá influenciar para que você não tome atitudes para dissolvê-lo. É preciso ficar atento e ter uma dose de força de vontade para não cair nessa armadilha.

Recomendo a todos que façam o procedimento para paz pessoal descrito no manual gratuito da EFT. É um processo profundo, que vai exigir uma certa dose de comprometimento consigo mesmo e de persistência, mas quem o fizer será certamente recompensado com enormes benefícios.

André Lima -EFT

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tô me afastando...



...de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem. Tô aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem. Tô trazendo pra perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também. Ultimamente eu só tô querendo ver o 'bom' que todo mundo tem. Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem? Supera, suporta, entenda: isento de problemas eu não conheço ninguém. Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem. Tô feliz, to despreocupada com a vida, eu tô de bem.

Caio F.

Cuide de sua grama!

Quando somos amor, qualquer sentimento difrente disso destoa...

Observo pessoas complicando, buscando, querendo, invejando, quando seria tão mais fácil apenas ser amor e "Descansar em Deus sem pressa".

Permitem que sentimentos pequenos os corroa lentamente. Deixam de se bastar e perdem muito tempo "cuidando" da grama do vizinho... Tem gente que fica por aí retendo a própria vida, desejando a vida do outro, o talento do outro, a criatividade do outro, isso sem contar as parte física e material... E ai seguem por ai envenenando mental e verbalmente o próximo, plasmando uma "vibe" baixa, obssediando em vida... Seria tão mais fácil apenas amar e deixar Deus cuidar e receber de Deus tudo que deseja no amor. O que é nosso esta apenas a espera de uma mudança de atitude para tomar lugar.

Assumir nossa real personalidade atrai pessoas que vão nos amar e admirar como somos. Fingir nos coloca em situações embaraçosas e desnecessárias. Porque quer ser e ter o que não é real?! Mais dia menos dia, alguns tomam a consciência da necessidade imperativa de mudança, mas, outros por sua vez viram perseguidores espalhando pragas... Para que?! Porque?!

Orai e vigiai! Seja feliz "Descansando em Deus sem pressa". No mais ele fará...
Aprender a usar toda essa interação com sabedoria é obrigação de cada um de nós.
Cuide da sua grama, vale a pena!

Andréa Palermo


Eu prefiro...



Eu prefiro as pessoas que conseguem ver o lado claro das coisas mesmo que todo dia anoiteça.
Gente que se abala com os fatos sim, mas que não quer derrubar a estrutura do outro só pra vê-lo no mesmo nível em que estão.
Com o tempo a gente aprende que todos têm o ônus e o bônus, mas poucos conseguem carregar dores e doçuras sem despejar em ninguém suas amarguras.
Eu ainda acredito mais em sonhadores incuráveis do que em caçadores de mágoas.

Fernanda Gaona

Intestinos - Linguagem do Corpo


Intestinos Presos


Os intestinos representam a eliminação final de substâncias desnecessárias ao organismo. Por analogia, se um indivíduo está "segurando" em sua mente algo do passado, resistindo em não permitir que coisas e fatos novos entrem em sua vida e se incomoda com idéias de mudanças em seu espaço, o inconsciente lhe mostrará, através de um intestino preso (intestino que "segura"), que as coisas velhas devem ser eliminadas de seu coração.

Água parada fica estagnada, ao passo que água corrente, que flui da fonte, renova-se constantemente e percorre seu caminho, livre e sem resistência, fortalecendo o ecossistema. Preste mais atenção em sua conduta. Veja o que você está "prendendo" em sua mente, com medo de soltar. E por quê?

Você pretende passar a vida toda tomando remédios e sofrendo com dores e gases desagradáveis? Liberte-se das "coisas" velhas que existem em sua mente! Faça o mesmo em sua casa, em seu guarda-roupa e em sua mesa de escritório: desfaça-se de tudo aquilo que não tem mais utilidade para você. Deixe a teimosia de lado e permita que seu mundo seja invadido por coisas novas. A vida deve estar sempre em constante renovação, pois a mente que acredita já saber de tudo ou que não precisa mudar nada, acomoda-se e sofre as conseqüências do "pensar pequeno".

Confie na vida e ame-se de verdade. Solte-se e seus intestinos se soltarão também.
Se você está segurando alguém em sua mente, teimando em manter um relacionamento falido ou não permite mudanças nesse relacionamento, isso também influenciará negativamente seus intestinos.

Largue a sua teimosia. Tente achar soluções para os problemas através da flexibilidade de opiniões. Assim libertará sua mente desse círculo vicioso dentro do qual você, às vezes, nem percebe que vive. Deixe de ser uma pessoa controladora! Afaste esse ímpeto de controlar os outros!


Intestino Solto

Se o seu caso é intestino solto, observe se você não está relembrando uma situação antiga, ou recente, que lhe causa medo de perder o controle ou de perder alguma coisa; ou se foi incumbido de uma responsabilidade que você julga ser grande demais para a sua capacidade. Observe também o que ocorre quando alguém muito importante está para lhe falar ou quando, de repente, tudo parece depender somente de você para ser resolvido. O que acontece é que nestas situações a sua mente perde o controle em segredo e o medo dá sua resposta. Lembra-se da frase: "Estou me borrando de medo"? Se você é assim, saiba que algo o está deixando temeroso ou preocupado em relação ao futuro ou ao presente.

Acalme-se. Tente descobrir o que o aflige e saiba que tudo tem solução. Aceite o que vier e encare as coisas e as pessoas com naturalidade. Você tem uma capacidade que desconhece, portanto pode encarar destemidamente o futuro. Confie em seu otimismo e o Universo o ajudará, com certeza. Se o problema for relacionado ao amor, você pode estar apenas com medo de ficar sozinho ou medo de não encontrar pessoa melhor para trocar problemas e alegrias. Encare positivamente as responsabilidade que a vida está lhe propondo. Ela jamais colocaria em seu caminho aquilo que você não poderia suportar ou resolver.

A infecção intestinal é explicada pela medicina tradicional como o desenvolvimento de vírus e bactérias capazes de destruir a flora intestinal provocando sérios danos ao organismo. Mas, se analisarmos o problema psicologicamente, entenderemos o porquê da infecção intestinal e entraremos num comum acordo. Quando o ser humano devasta a floresta, é alterado todo um processo na Natureza e esta atitude gera secas, destrói animais e desencadeia mudanças climáticas, tudo devido à desarmonia do ecossistema. Algo semelhante ocorre com o indivíduo que permite que a harmonia do seu sistema orgânico seja destruída através da "devastação" de sua própria paz de espírito, das lembranças constantes de ódio e mágoas vividas em situações extremamente delicadas e ainda permite que opiniões alheias firam seus sentimentos. Como resultado desse aspecto psicológico lastimável haverá a perda do equilíbrio e do poder de harmonia entre a Natureza e seu corpo. Manter na mente lamentações e críticas sobre o comportamento e sistema de vida de outras pessoas faz com que os vírus que existem de forma organizada em toda parte, dentro e fora do nosso corpo, recebam de nossa mente as vibrações negativas de discórdia que assim quebram todo o sistema, até então absolutamente perfeito. As bactérias, que até este momento não lhe faziam mal, passam a ser conduzidas para cumprir o papel de mensageiras do inconsciente. Este, normalmente, está avisando a pessoa que seus sentimentos estão seguindo por rumo incerto.

Harmonize-se com a vida e com tudo que faz parte dela. Mude sua maneira de pensar e procure ver o lado positivo da situação. Nada neste mundo poderá afetá-lo se você não o permitir. Não tenha medo de mudar e encontrar uma nova saída para seus problemas.

O orgulho é um dos maiores inimigos do homem. Impeça que ele interfira em suas decisões. Fortaleça-se através do amor e da compreensão e fale, claramente, o que pensa de forma amorosa. Com isso a energia vital, que vive em você, terá forças para reorganizar seu organismo.

Do Livro LINGUAGEM DO CORPO, de Cristina Cairo

Leia mais sobre Linguagem do Corpo AQUI


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...