Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Sobre o ódio...



O bordador...




Chega um momento em que a gente se dá conta de que, às vezes, para sermos verdadeiros com nós mesmos, precisamos ter o desprendimento para abençoar as tentativas sem êxito, agradecer pelo o que cada uma nos ensinou, e seguir. De que, às vezes, para se reconstruir, é preciso demolir construções que, por mais atraentes que sejam, não são coerentes com a ideia da nossa vida. A gente se dá conta do quanto somos protegidos quando estamos em harmonia com o nosso coração. De que o nosso coração é essencialmente puro. Essencialmente, amoroso, o bordador capaz de tecer as belezas que se manifestam no território das formas. De que, sabedores ou não, é ele que tem as chaves para as portas que dão acesso aos jardins de Deus. E, vez ou outra, quando em plena comunhão criativa, entra lá, pega uma muda de planta e traz para fazê-la florescer no canteiro do mundo.

Ana Jácomo

Sobre as Gaiolas...



quinta-feira, 28 de julho de 2011

Condicionamentos...

A menos que você abandone a sua personalidade, você não será capaz de encontrar a sua individualidade. A individualidade é dada pela existência; a personalidade é imposta pela sociedade. Personalidade é conveniência social.
A sociedade não pode tolerar a individualidade porque a individualidade não acompanhará o rebanho, como uma ovelha. A individualidade tem a natureza do leão: o leão move-se sozinho.
As ovelhas estão sempre em rebanho, na esperança de que estar em grupo será aconchegante. Em meio à multidão, o indivíduo sente-se mais protegido, seguro. Se alguém atacar, na multidão há todas as possibilidades de você se salvar. Mas, e estando só? -- apenas os leões andam sós.

Cada um de vocês nasceu leão, mas a sociedade está sempre condicionando, programando a mente de vocês como ovelhas. Ela lhes imprime uma personalidade, uma personalidade agradável, simpática, muito conveniente, muito obediente.
A sociedade quer escravos, não pessoas que sejam absolutamente dedicadas à liberdade. A sociedade quer escravos porque os interesses estabelecidos querem obediência.

Osho

comentário:
Esta mensagem do Osho lembra uma antiga história Zen a respeito de um leão que foi criado por ovelhas, e pensava que era uma delas, até que um velho leão o capturou e o levou até um lago, onde lhe mostrou o seu próprio reflexo. Muitos de nós somos como esse leão -- a imagem que temos de nós mesmos não advém da nossa própria vivência direta, mas das opiniões dos outros. Uma "personalidade" imposta de fora substitui a individualidade que poderia ter se desenvolvido de dentro. Nós nos tornamos apenas mais uma ovelha no rebanho, incapazes de nos movermos livremente, e inconscientes da nossa verdadeira identidade.
É hora de dar uma olhadela no seu próprio reflexo no lago, e de tomar a iniciativa de libertar-se do que quer que lhe tenha sido imposto como condicionamento pelos outros, com o objetivo de fazer você acreditar em qualquer coisa a seu respeito. Dance, corra, mexa-se, fale uma língua inexistente -- tudo o que for necessário para acordar o leão adormecido dentro de você.



Mude! Saia da Rotina!

A MENTE APAGA REGISTROS DUPLICADOS

O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.

Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio.... você começará a perder a noção do tempo.
Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea.

Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar:
Nosso cérebro é extremamente otimizado.
Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho.
Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.
Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.
Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.
É quando você se sente mais vivo.

Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e 'apagando' as experiências duplicadas.
Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.
Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.
Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.

Como acontece?

Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa , no lugar de repetir realmente a experiência).

Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa são apagados de sua noção
de passagem do tempo.
Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.

Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -.... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década. Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a...

ROTINA

A rotina é essencial para a vida e otimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que, ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos. Felizmente h á um antídoto para a aceleração do tempo: M & M (Mude e Marque).

Mude, fazendo algo diferente e marque, fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos. Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e, preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas.

Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia).
Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais.
Faça festas de noivado, casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe do aniversário de formatura de sua turma, visite parentes distantes, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo.

Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor, faça diferente.

Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes.

Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes.

Seja diferente.

Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, es posa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos... em outras palavras... V-I-V-A. !!!

Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.

E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o... do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.

Cerque-se de amigos.

Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes.

Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é?
Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, rituais e vida.

E S CR EVA em tAmaNhos diFeRenTes e em CorES di fE rEn tEs !

CRIE, RECORTE, PINTE, RASGUE, MOLHE, DOBRE, PICOTE, INVENTE, REINVENTE...

V I V A !!!

Texto de Airton Luiz Mendonça
Artigo do jornal O Estado de São Paulo

Encare a vida com leveza...



Que tal parar de reclamar dos caminhos que a vida traça para você? Livre-se de tudo que lhe faz mal e melhore sua vida

Nesta semana, quero que você aprenda um exercício para conseguir se livrar da tristeza. Mas, antes disso, quero ajudar você a lidar com o desapontamento, uma das grandes causas desse estado de espírito.Você já percebeu como nos frustramos por esperar muito das pessoas? Esse é um grande erro!
É difícil compreender como,muitas vezes, mesmo as pessoas mais queridas são incapazes de dar o que queremos — ou simplesmente não querem dar. Afinal, todos são livres para fazer as próprias escolhas.Você aceita isso? Não, né? Ninguém aceita uma recusa...

Onde eu quero chegar? Se você não esperar nada de ninguém, dificilmente ficará triste. Repito: não espere nada de ninguém. Se vier, ótimo; se não, siga em frente, sem alimentar o 'pobre de mim'.

E quer saber? Eu posso me desapontar comigo mesmo... Então, também não espero nada de mim. Viu só? Ao incorporar esse raciocínio, você conseguirá aquela leveza de que tanto precisa. Fica aí mais um toque pra você refletir. Agora, procure um local bem agradável, relaxe e leia o trecho abaixo:

'Eu estou aqui. Vivo a vida com os desafios que ela me traz. Eu não sou uma coitada. Não me encaro mais como uma vítima da situação. Eu me solto — e assumo minha coragem! Assumo minha vontade de seguir e a necessidade de me pôr pra cima. Digo o que quero, expresso meus sentimentos como eles são.

Sim, eu posso deixar que as pessoas cuidem dos problemas delas — e eu assumo os meus. Eu posso me pôr para cima sem esperar nada de ninguém,porque sou livre pra aproveitar tudo que há ao meu redor. Eu decidi ser engraçada, ter humor e não levar as coisas tão a sério. Eu posso encarar as coisas com seriedade, mas sorrir sempre.

Eu posso sorrir, eu posso jogar fora a mágoa, a tristeza, o desapontamento e as desilusões. Hum, que bom jogar fora as desilusões! Mais do que tudo isso, eu me aceito. Sou assim mesmo e aceito que tenho uma série de defeitos e fraquezas — características que as pessoas consideram inadequadas. Mas é o que eu sou, é desse jeito que eu sei fazer. Quero estar bem comigo. Os outros não fazem por mim. Eu me viro — e vivo muito bem!'

Ah, como isso é gostoso, não é mesmo? Você já reparou como há muitos recursos que você pode usar para se sentir melhor? Observe bem: quando você está numa situação delicada, muitas coisas podem acontecer para indicar a você um caminho — esta coluna, por exemplo. De repente, você está pra baixo, e esta revista traz uma mensagem que pode aliviar sua tristeza.

Viu só? Então, existem muitos recursos que nos garantem a certeza de dizer assim: 'Aconteça o que acontecer, eu me viro. Eu vou arriscar'. Pois é, um dos grandes segredos para sair da tristeza é arriscar. Então, vamos lá! Arregace as mangas, pise fundo e ponha uma coisa em mente: a gente sempre terá de enfrentar problemas na vida. Então, encare-a com boa-vontade, de coração aberto, com o seu melhor.

Não... a vida não caminha de acordo com os nossos sonhos. E não faz mal que seja assim. O importante é que ela segue, e que há sempre um mistério que pode nos encantar.

Luiz Gasparetto

Por que a ansiedade, o estresse e a negatividade aparecem?



“Por que a ansiedade, o estresse e a negatividade aparecem? Porque você sai do presente. E por que você faz isso? Porque pensa que alguma outra coisa é mais importante. Um pequeno erro, uma percepção equivocada cria um mundo de sofrimento...”

Eckhart Tolle

Viva no presente!
No aqui e no agora!
Porque todo o resto é pura ilusão!


Sempre verde...



Eu também! :-)


Fique atento ao que você tem pensado...



“A causa principal da infelicidade não é a situação em si, mas os pensamentos sobre ela. Fique atento ao que você tem pensado. Separe isso da situação real, que é simplesmente o que é. Em vez de contar histórias, fique apenas com o fato. “Tenho 50 centavos em minha conta no banco” isso é um fato. “Estou arruiado” é uma história. Isso o limita e impede que realize uma ação efetiva. Encarar a verdade é sempre fortalecedor.”

Eckhart Tolle

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Dica: Feng Shui no Carro


Os carros refletem a personalidade de seus donos por meio da cor, da marca, do modelo, dos acessórios e dos objetos que são mantidos dentro deles. Provavelmente, se pudessem, muitos carros falariam - como os do filme da Pixar. Mas, como ainda não falam, demonstram claramente que são uma extensão da casa, ou melhor, uma casa móvel. Por isso é muito importante cuidar desse companheiro de muitos momentos de sua vida com a ajuda do Feng Shui.

Organização e limpeza

Um carro cheio de objetos à mostra se torna um alvo desnecessário para furtos. Cuide para que objetos de valor ou que possam representar valor não fiquem visíveis como sacolas de lojas, bolsas, mochilas, malas, laptops, eletrônicos, CDs, DVDs, revistas, livros, blusas, óculos escuros e até mesmo caixas de bombons ou comidas. Use o porta-luvas e o porta-malas. A bagunça e a sujeira são negativas, por isso livre-se dos papeis, dos excessos e lave o carro com frequência.


Estoque de energia

Água é essencial e também é bom ter um kit de sobrevivência (barrinhas de cereais, biscoitos, balas) para enfrentar o trânsito.
Músicas são ótimas e influenciam diretamente o humor. Recomendo CDs com mantras que protegem a mente.
Tenha um recipiente de cerâmica para colocar óleos essenciais naturais para deixar um cheirinho bom no carro e purificar a energia. Alecrim, eucalipto ou hortelã são a melhores (duas gotinhas são suficientes).

Proteção

Escolha um símbolo de proteção com o qual você se identifique e coloque em um fio vermelho pendurado no espelho retrovisor do carro. Tome cuidado para que o objeto escolhido não seja pesado e para que não fique batendo no vidro do carro. Pode ser uma bola de cristal multifacetada, mas escolha a de 20mm de circunferência.

Baguá no Carro

Segundo a consultora de Feng Shui Pam Kai Tollefson é possível aplicar o baguá no carro considerando o guá do trabalho na porta do motorista, que pode ser ativado do lado de dentro do carro com itens com logo da empresa onde você trabalha: crachá, impresso, cartão de visita. Um cristal como a turmalina preta ou o lápis-lazúli também podem ser usados.

O canto da prosperidade fica no banco do passageiro (da frente) e no porta-luvas onde você pode colocar algumas moedas chinesas ou objeto vermelho ou dourado.

No banco traseiro, na diagonal oposta ao do banco do motorista, fica o canto dos relacionamentos que pode ser decorado com duas almofadas ou um tecido vermelho.

A criatividade fica no porta-malas e aqui é importante a organização e você pode colocar um baguá talismã (sem espelho), um artesanato (como uma ecobag criativa) ou um desenho feito por crianças.

- O canto da espiritualidade e da família ficam na parte da frente do carro, em frente ao motorista. Para tivar esses dois cantos sugiro um que você escolha um símbolo de proteção de sua crença e coloque em um fio vermelho pendurado no espelho retrovisor do carro. Cuidado para que o símbolo não seja muito pesado e não fique batendo no vidro do carro. Se optar pela bola de cristal multifacetada, escolha a de 20mm de circunferência.

- O canto do sucesso fica centralizado entre os bancos do passageiro (ao lado do motorista) e banco do passageiro atrás do passageiro da frente. Para harmonizar o ideal seria colocar um tecido vermelho em um desses bancos. Ou um adesivo com uma frase de sucesso - do lado interno do carro.

Cris Ventura

Fonte: Personare


O melhor de mim...



Sofremos pelo que não temos, e muitas vezes, pelo que acreditamos que era nosso,
e na verdade, nunca foi.
Sofremos, pela incerteza do amanhã que não nos pertence,
mas que tentamos controlar.
Sofremos pelas amizades e afinidades que tentamos dominar, possuir sem medidas, e que se afastam de nós.
Sofremos pela doença que podemos ter, pela gripe que pode virar bronquite, e nos abatemos.
Sofremos pelo medo do imponderável, pelo que não podemos medir, pelo que não vemos, mas as vezes, podemos ouvir, e nos trancamos.
Sofremos pelas nossas faltas, e nos abatemos com as dificuldades que criamos, e estagnamos.
Por isso, as notas que não tiramos, as provas que não passamos, os amores que não vivemos, o abraço que perdemos, os cadernos amarelados, os cheiros da infância, a velha chupeta guardada ou perdida, são doces lembranças, mas até nelas, sofremos.
Sofremos, porque não queremos nada simples, nem simplesmente viver, nem simplesmente amar.
Temos medo de nos entregarmos definitivamente ao amor,
medo de sofrer uma dor maior, por isso, sofremos, até pelo que não sabemos.
E hoje, sabendo que o sofrer é uma antecipação da dor que nem sempre viveremos,
vou procurar conquistar aquilo que realmente me cabe, e se a dor me visitar, vai me encontrar mais forte, porque tenho a exata medida de tudo o que já passei, e sou o fruto maduro dessa árvore chamada, vida.

Paulo Roberto Gaefke

Amizade é isso...



"Quero te dar chuva de flores pela manhã. E quando quiseres podes vir colher sorrisos direto do quintal da minha alma. Nunca há de te faltar afeto. E se murchar tua alegria, podes vir buscar uma muda no meu jardim para que a tua floresça outra vez. Se te faltar o vento, eu te sopro carinho. E se te faltarem as cores do dia, a gente pinta tudinho com tons de felicidade. Lá do alto, não te deixarei olhar para baixo e mesmo que escorregues de uma nuvem molhada, eu não te soltarei a mão, não te deixarei cair. Amizade é isso, teto firme no temporal, água para a sede no deserto, riso pra enxugar a lágrima que cai."

(Karla Thayse)



A vida é cheia de términos e novos começos...



A vida é cheia de términos e novos começos.

A cada curva há algo que nos desafia, seja o novo, formidável, ou simplesmente o familiar.

O que para uns é uma montanha intransponível, para outros um desafio a vencer.

O que se torna sombrio para alguns ainda permanece iluminado para outros.

Os otimistas vêem o caminho à frente, os pessimistas ficam tão ocupados em olhar para trás que não conseguem ver a solução bem diante deles.

Se ficarmos segurando a corda que nos arrasta para trás não teremos mãos livres para agarrar a corda que nos puxa para frente.

(Brahma Kumaris)




Tudo é perfeito e tudo está onde deve estar....



"Sua perfeição é sempre comparação, a minha perfeição é apenas uma simples afirmação de um fato; não é uma comparação. Você compara, você diz: “Sim, isso é perfeito, aquilo não é perfeito” - e você tem um critério do que é perfeito.

(...) Uma vez que você comece a ver a vida como ela é e não tenha nenhuma idéia de como ela deveria ser, tudo é perfeito. Mesmo a imperfeição é perfeita. O que eu quero dizer quando digo que a vida é perfeita, é uma coisa simples. E eu quero dizer: não venha com seus ideais; caso contrário você torna a vida imperfeita, porque uma vez que você traga o ideal, então você está criando a imperfeição."

Osho


terça-feira, 26 de julho de 2011

Sobre a Fofoca...



Depois que eu conheci este provérbio
penso duas vezes antes de abrir a boca! hahaha


O Amor sem ego...



"Ame algo mais elevado,
algo maior,
algo no qual você se perderá e que não possa controlar;
você pode ser possuído por ele,
mas não pode possuí-lo.
Então o ego desaparece, e,
quando o amor não tiver ego,
ele será prece."

Osho


Queremos as coisas rápido demais...



O Amor não pode ser ciumento...

Amor não pode ser ciumento, é impossível. Sempre é confiante, e se algo acontece que quebra a sua confiança, você tem que aceitar isso; nada pode ser feito a respeito, porque tudo o que você fizer destruirá o outro.
A confiança não pode ser forçada; o ciúme tenta forçar. O ciúme tenta, obriga-o a fazer qualquer esforço para que a confiança possa ser mantida. Mas confiança não é algo para ser mantido; está lá ou não está. E eu digo novamente, nada pode ser feito a respeito. Se estiver lá você continua; se não estiver lá, melhor afastar-se.
Mas não lute para isso, porque você está desperdiçando tempo, vida. Se você ama alguém e o seu interior fala com o interior do outro, você tem uma reunião de seres, é bom, bonito; se não estiver acontecendo, afaste-se.
Mas não crie qualquer conflito, luta ou briga para mudar isso, porque não é algo que pode ser alcançado por meio de uma briga e o tempo será perdido, e não só o tempo, a sua capacidade será prejudicada. Você pode começar novamente com outra pessoa repetindo o mesmo padrão.
Portanto, se não houver confiança, afaste-se, quanto mais cedo, melhor, assim você não será destruído, assim você não será prejudicado, assim sua capacidade para amar permanecerá fresca e você poderá amar outro alguém.
Esse não é o lugar, esse não é o homem, essa não é a mulher para você. Mudem, mas não destruam um ao outro. A vida é muito curta e as capacidades são muito delicadas; elas podem ser destruídas, e, uma vez danificadas, não há como consertar.


Osho


Esse é o segredo!



"Se você se amar,
a sua parte feia desaparecerá,
será absorvida, será transformada.
A energia é liberada daquela forma.
Todas as coisas que são chamadas de pecado simplesmente desaparecem.
Ame-se. Esse deveria ser o mandamento fundamental.
Ame-se. Tudo o mais se seguirá,
mas esse é o alicerce. "


Osho


segunda-feira, 25 de julho de 2011

A escolha consciente dos pensamentos...



"Ao manter constante um pensamento, mais poder dou a ele.
Pensamentos positivos dão energia e força.
Pensamentos negativos roubam poder e geram cansaço.
Eu não posso controlar os outros, as situações ou as circunstâncias,
mas definitivamente eu posso controlar o que está acontecendo dentro de mim.
Eu mudo através da escolha consciente dos pensamentos.
Ao mudar um pensamento fraco por um forte, eu elevo minha energia.
Leva tempo para mudar velhos padrões de pensar,
mas a boa notícia é que somos positivos por natureza.”

Brahma Kumaris


Pra Recomeçar...



Amém!

Reencontro



Deus;
Passei tanto tempo Te procurando
Não sabia onde estavas.
Olhava para o infinito, não Te via...
e pensava comigo mesmo: será que tu existe?
Não me contentava na busca e prossegui.
Tentei Te encontrar nas religiões e nos templos.
Tu também não estavas,
Te busquei através dos sacerdotes e pastores,
também não te encontrei.
Senti-me só, vazio, desesperado e descrente.


E na descrença te ofendi, e na ofensa tropecei,
e no tropeço, caí, e na queda, senti-me fraco,
fraco procurei socorro, no socorro, encontrei amigos, nos amigos encontrei carinho, vi nascer o amor, com amor, vi um mundo novo, e no mundo novo resolvi viver, o que recebi resolvi dar e dando alguma coisa, muito recebi e recebendo, senti-me feliz, ao ser feliz, encontrei a paz.


E tendo a paz foi que enxerguei que dentro de mim é que
Tu estavas e sem procurar-te foi que te encontrei.


(Alvorada Espírita)

O Poder que damos...



"...Descubro com melancolia que meu egoismo não é tão grande assim.
Pois dei ao outro o poder de me magoar.
Foi com carinho que lhe dei esse poder
É com melancolia que vejo usá-lo."

Antoine Saint-Exupéry


As pessoas só nos atingem porque damos poder a elas...
Lembre-se disso sempre!!!

Leia Também: Pra quem você esta dando poder?

domingo, 24 de julho de 2011

Uma hora eles voltam...



E voltam mesmo!
Bom início de semana a todos!
Beijos sorridentes...

A arte da escuta...



A arte da escuta é algo divino.
Se você puder escutar corretamente,
aprenderá o segredo mais profundo da meditação.
Ouvir é uma coisa, escutar é totalmente diferente;
são mundos separados.
Ouvir é um fenômeno físico;
você ouve porque tem ouvidos.
Escutar é um fenômeno espiritual;
você escuta quando tem atenção,
quando seu interior se une a seus ouvidos.
Escute os sons da natureza e da mesma forma escute as pessoas.
Escute sem impor coisa alguma ao que você está escutando
– não julgue, pois no momento em que você julga, a escuta cessa.
Uma pessoa realmente atenta permanece sem tirar conclusões,
nunca conclui sobre coisa alguma,
porque a vida é um processo, não se esgota no seu julgamento.
Somente os tolos podem concluir;
o sábio hesitará ante as conclusões.
Escute, portanto, de uma forma aberta, atenciosa, alerta e receptiva.
Simplesmente esteja presente, totalmente com o som que o circunda.
Você ficará surpreso, pois perceberá que está realmente escutando e,
ainda assim, haverá silêncio.


Osho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...