Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Desejos...

Desejo primeiro, que você AME, e que amando, também SEJA AMADO. E que, se não for, seja breve em esquecer e esquecendo não guarde mágoa. Desejo pois, que não seja assim, mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha AMIGOS, que, mesmo maus e inconseqüentes, sejam corajosos e fiéis, e que em pelo menos um deles você possa confiar sem duvidar. E porque a vida é assim, desejo ainda que você tenha INIMIGOS; nem muitos, nem poucos, mas na medida exata para que, algumas vezes, você se interpele a respeito de suas próprias certezas. E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo, para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você SEJA ÚTIL, mas NÃO INSUBSTITUÍVEL. E que nos maus momentos, quando não restar mais nada, essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja TOLERANTE; não com os que erram pouco, porque isso é fácil, mas COM OS QUE ERRAM MUITO E IRREMEDIAVELMENTE, e que fazendo bom uso dessa tolerância, você sirva de EXEMPLO aos outros.

Desejo que você, sendo jovem, não amadureça depressa demais, e que sendo maduro, não insista em rejuvenescer e que sendo velho não se dedique ao desespero. Porque CADA IDADE TEM O SEU PRAZER E A SUA DOR e é preciso deixar que elas escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja TRISTE; não o ano todo, mas APENAS UM DIA. Mas que nesse dia descubra que o riso diário é bom; o riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra, com o máximo de urgência, acima e a despeito de tudo, que EXISTEM OPRIMIDOS, INJUSTIÇADOS e INFELIZES, e que ESTÃO À SUA VOLTA.

Desejo ainda que você afague um gato, alimente um cuco e ouça o João-de-Barro erguer triunfante o seu canto matinal; porque assim, você SE SENTIRÁ BEM POR NADA.
Desejo também que você plante uma SEMENTE, por mais minúscula que seja, e acompanhe o seu crescimento, para que você saiba de quantas muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo outrossim, que você tenha DINHEIRO, porque é preciso ser prático. E que PELO MENOS UMA VEZ POR ANO, coloque um pouco dele na sua frente e DIGA "Isso é meu". Só para que FIQUE BEM CLARO QUEM É O DONO DE QUEM.

Desejo também QUE NENHUM DOS SEUS AFETOS MORRA, por ele e por você, mas que se morrer, você possa chorar sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo um homem, tenha uma boa mulher, e que sendo uma mulher, tenha um bom homem e que SE AMEM HOJE, AMANHÃ e NO DIA SEGUINTE, e, quando estiverem exaustos e sorridentes, ainda HAJA AMOR PRA RECOMEÇAR.

E SE TUDO ISSO ACONTECER, NÃO TENHO NADA MAIS A TE DESEJAR.

Sérgio Jockymann



Feliz Ano Novo!

Recebi de uma amiga e tive que compartilhar:)
beijos festivos...


terça-feira, 27 de dezembro de 2011

7 dicas para um Ano Novo de paz!



Primeira dica:

Decida que a paz interior é o que é mais importante para sua vida. Afirme pra você mesmo: "Me sentir em paz é o que mais importa pra mim, eu escolho a paz interior". Repita essa frase muitas e muitas vezes até que essa idéia se torne parte do seu ser, se refletindo nos seus pensamentos e ações.

Se a paz interior é o mais importante para a sua vida, você irá escolher viver o agora, pois viver no futuro e ficar em paz é incompatível. Sim, você poderá fazer o planejamento para atingir um objetivo. Poderá pensar no futuro para concretizar algo, mas assim que terminar de planejar, você voltará ao presente. Gradualmente você viverá a ordem natural das coisas: viver o agora a maior parte do tempo e fazer breves visitas ao futuro por meio dos seus pensamentos.

Segunda dica:

A segunda dica para ficar em paz é aceitar cada momento que surge do jeito que ele é. Indubitavelmente muitos momentos se apresentarão de uma forma que você não deseja. Observe a sua reação. Você sente a contrariedade tomar conta de você? Lembre-se novamente da afirmação: "Me sentir em paz é o que mais importa, eu escolho a paz interior". Você pode ainda completar: "Eu escolho a aceitação". Aceite o agora como ele se apresenta.

Favor não confundir aceitação com conformismo, inoperância ou falta de atitude. Se é possível fazer algo para mudar a situação para melhor, faça. Mas escolha se sentir em paz primeiro e depois aja. Agindo dessa forma suas ações serão muito mais eficazes. Não condicione o seu bem estar a resolução da situação. E caso não seja mesmo possível fazer nada para mudar, apenas aceite total e incondicionalmente e fique em paz. Aceitar significa não criar uma resistência interior aquilo que já é. Brigar com aquilo que já é, é insanidade, coisa do ego.
A mente egóica irá tentar convencê-lo a brigar mentalmente com a situação tirando a sua tranquilidade. Fique atento, observe, e não dê energia a esses pensamentos. A repetição das afirmações de paz irá ajudá-lo a manter-se firme no seu propósito.

Terceira dica:

Tenha muita paciência com você mesmo. Viver no agora e praticar a aceitação exige treino. A mente vem sendo condicionada há muitas gerações a funcionar de determinada maneira. O impulso da não aceitação e de viver no futuro será forte no início. Mas, gradativamente, com persistência e paciência o padrão vai mudando. Vale a pena insistir.

Quarta dica:

Pare de reclamar de qualquer coisa que seja: governo, marido, filhos, fila do banco, engarrafamento, impostos, funcionários, de você mesmo, dos homens, das mulheres, do seu corpo... A reclamação é a manifestação mais clara da não aceitação. Qual é a sensação interior que surge quando começamos a reclamar? É algo agradável? Traz paz interior? Claro que não. Do ponto de vista prático, reclamar não muda em nada a situação e nos faz sentir mal.
Um esclarecimento. Parar de reclamar não significa ficar cego ou deixar de reconhecer o mal funcionamento de alguma coisa e as atitudes negativas de alguém. Continuamos vendo tudo, mas sem gerarmos a negatividade no nosso interior que apenas nos prejudica. Podemos ainda tomar atitudes caso esteja a nosso alcance. Mas primeiro lembre-se que ficar em paz é seu maior objetivo, e depois aja.

Quinta dica:

Afasta-se cada vez mais do noticiário da televisão, jornais, revista e internet. Muita ansiedade, pessimismo, medo e outros sentimentos são causados ou alimentados pela pesada carga de negatividade que as pessoas absorvem diariamente. As pessoas e a sua própria mente tentarão convencê-lo de que é preciso estar informado para não ficar "alienado". Mas o que observamos é que cada vez mais as pessoas ficam alienadas por consumirem informação demais. Se tornam negativas e cheias de crenças limitantes, mas pensam que são pessoas realistas e bem informadas.

Sexta dica:

Busque auto conhecimento e ferramentas que podem ajudá-lo. Existem inúmeras técnicas e tratamentos. Use florais, receba Reiki, pratique meditação, receba massagem, pratique alguma forma de arte (dançar, pintar, cantar...), invista em cursos de auto conhecimento, invista em trabalhos terapêuticos, e etc...

Sétima dica:

Observe a sua mente tentando tirar a sua paz interior. É apenas um velho condicionamento. De repente você se pega relembrando de uma situação do passado e dizendo "eu deveria ter feito isso e aquilo", "foi muito desrespeito de fulano", "quem ele pensa que é". As vezes surgem lembranças de situações desagradáveis do passado e as alimentamos de forma automática com comentários e pensamentos. E outras vezes surgem discussões mentais que nem houveram. Imaginamos o que deveríamos ter dito e também coisas que e o outro nem disse, mas que supomos que ele deve ter pensado. É muita viagem mental. Mais uma vez, ao se dar conta desses pensamentos, tenha muita paciência com você mesmo. Aceite-os e procure não dar mais energia pra eles. As frases de paz interior o ajudarão novamente a manter o foco.
Pratique o perdão!

Texto de André Lima.

--------------------------

E é com estas maravilhosas dicas do André que encerro as postagens do Ano de 2011!
Quero agradecer a cada um de vocês pela companhia! Obrigada!!!
Quero agradecer pelas visitas, pelos comentários, pelos emails, pelas assinaturas no livro de visitas, pelas xícaras de chá que tomamos juntos ouvindo o mensageiro dos ventos e por estarem seguindo o blog...obrigada de coração a cada um de vocês!
Obrigada aos meus vizinhos queridos pelas gentilezas, pelas conversas no portão, pelas trocas de receitas e informações...obrigada mesmo!
Então meu amigos...
Sintam-se abraçados e com dois beijos estalados em cada bochecha e os votos de um 2012 cheio de paz e amor!

Até breve...



Feliz Ano Novooooo!!! o/

Sinta...



Sinta o dia de hoje!!!!!
Sentir significa entender o que se passa com o seu corpo enquanto você faz algo.
Sinta a sensação do abraço que você dá em alguém.
Sinta a reação do seu corpo a uma respiração profunda.
Sinta a emoção de imaginar um lugar bonito.
Quando você pratica estar consciente dos sentimentos, você se surpreende com as delícias que podem estar presentes num simples dia!
Aproveite os últimos dia de um ano cheio de luz para receber um novo ano ainda mais ilumindado!!

Rosalia schwark







Ano Novo...




Que a vida nos traga muitas surpresas maravilhosas em 2012!
Feliz Ano Novo!!!


Ritual da Varredura...para o Ano Novo!



Dia 31, antes do Sol se pôr, faça o seguinte ritual:
Risque no chão, com giz ou carvão, um circulo de mais ou menos um metro e meio. Entre dentro desse circulo e, com uma vassoura, comece a varrer de dentro para fora do circulo, tudo que estiver difícil em sua vida. Para cada varrida diga em voz alta o que está varrendo. Exemplo: tristeza, raiva, solidão, falta de dinheiro, desamor, desavenças, desesperos, ciúmes, enfim, tudo aquilo que você quer deixar para traz.
Respire fundo, saia do circulo lentamente, lave a vassoura em água corrente e acenda dentro do circulo uma vela branca para que a chama do fogo preencha o local com luz e ilumine seus caminhos no decorrer do ano.

Poderá ser feito também no dia 20 de março quando começa o ano Astrológico ou em qualquer dia no início da Lua crescente.

Dica de Míriam Carvalho no site STUM.


Veja também:

- Limpeza Energética da Casa
- Banhos Energéticos



segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Mirando-se no outro...

“Você vê as montanhas, pensa que são sólidas e no entanto, estão se movendo feito as nuvens”.(- Corão - Sura 27:90)

... É comum encontrar alguém que sem sabermos porque, nos irrita e incomoda; às vezes apenas um aspecto da pessoa a torna insuportável para nós.

Outros, nos causam inveja e admiração por algo que fazem ou simplesmente por sua forma de se colocar e comportar diante de situações.

Ao usar essas pessoas como espelho, vamos ter a surpresa de nos identificar com elas e descobrir as mesmas características, negativas ou positivas: sempre o que nos incomoda no outro, é o que menos queremos reconhecer em nós mesmos. O ser humano apenas reconhece (re-conhecer é ver de novo) aquilo que já conhece em si mesmo, ainda que de forma inconsciente.

Sempre invejamos as qualidades que temos em potencial e que não priorizamos, em função das circunstâncias, o seu desenvolvimento. Impossível admirar ou invejar um artista sem ter alma de artista. E da mesma forma a beleza, a bondade, a extroversão, o dinamismo etc.

Pode acontecer que não reconheçamos facilmente, porque usamos as mesmas características camufladamente ou apenas de forma diferente; é preciso muita atenção e outras vezes a ajuda do outro para nos denunciar.

Dentro da dinâmica de grupo que fazemos nos cursos, costumo durante os três dias de trabalho, fazer um jogo em que os colegas denunciam os comportamentos que o outro não está conseguindo identificar em si mesmo. Inevitavelmente em apenas três dias todos aparecem...! E isso por que? Porque mostramos (sem querer), o que mais escondemos de nós mesmos. Apenas o gesto que fazemos com a mão para acusar o outro, já comprova essa realidade.

Repare em seus dedos quando acusa: o indicador em direção ao outro, os outros três dedos voltados para si com polegar para cima nos unindo... (técnica dos dedinhos).

Uma procura sincera nos ajudará a melhorar em vários aspectos e dessa forma contribuirmos com o universo em evolução.

Ouvimos dizer: “As pessoas não mudam...”; como isso é possível, se tudo no universo é mudança, é movimento, é transformação! Seremos nós uma exceção...? Tendemos a ver a natureza como estática, numa projeção de nossa própria cristalização... Vamos acabar com mais essa ilusão!

Lembre-se que à cada mudança nossa, o universo muda também!

Anna Sharp - A VIDA TENDE A DAR CERTO - Edito. Rocco


Harmonia dentro e fora...



"O homem está vivendo como uma ilha, e daí vem toda a miséria. Através dos séculos o homem tem tentado viver independentemente da existência - isso não é possível, pela própria natureza das coisas. O homem não pode ser independente nem dependente. A existência é um estado de interdependência: tudo depende de tudo mais. Não há hierarquia, ninguém é inferior e ninguém é superior. Existência é uma comunhão, um eterno caso de amor.

Mas essa ideia de que o homem tem que ser superior, especial, mais elevado, cria confusão. O homem precisa não ser nada, precisa dissolver-se na totalidade das coisas. E quando deixamos cair todas as barreiras, comunhão acontece e essa comunhão é uma bênção. Ser um com o todo é tudo. Este é o núcleo da religiosidade."

Osho


domingo, 25 de dezembro de 2011

Tesouros...



"Eu precisei percorrer muito caminho para entender que um dos maiores tesouros da vida humana, talvez o mais precioso, é a capacidade essencial de sentir amor e saber expressá-lo. E que boa parte das confusões, das discórdias, das invejas, das doenças, das armadilhas, surge da profunda dor que causa a temporária incapacidade de descobrir onde ele está. "

Ana Jácomo


Proteção...



Amém...


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Desejo...felicidade....



Felicidade é você sentir que já é completo e com total potencial criativo.
Felicidade é tomar consciência que o universo é totalmente receptivo e coopera com suas idéias e concepções e o que você tem ou não tem é o resultado da intensidade do seu foco mental.
Felicidade é a oportunidade de todos os dias por em prática este poder e experimentá-lo com a chegada das materializações que você concebeu.
Desejo a você esta felicidade neste natal e todos os dias do novo ano!

Rosalia schwark

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natalize-se...

Eu tinha prometido a mim mesma que iria tirar umas feriazinhas do blog...mas eu amo tanto tudo isso, que na primeira oportunidade...cá estou! hã :)

Atendendo aos pedidos, "cheios de diminutivos" dos amigos...rsss aqui está uma versão do cartão de Natal do blog só que no tamanho ideal para a sidebar dos blogs!

Se gostou...leve com você!




Ficou fofo né...com efeito e tudo! :)

Beijos Natalinos...

Quem tem medo tem menos...



Olá amigos!

Hoje recebi este vídeo que tenho que compartilhar com vocês! Achei nota 10!
É um vídeo da Rosalia Schwark falando sobre o medo. Rosalia é uma psicóloga aqui do Sul, que criou um método que chama-se “Movimento Perfeito”. Claro que as respostas você só encontra fazendo o curso, mas o que gostei foram as explicações dela. Muito esclarecedor!
Portanto...dê um pause na rádio do blog e ouça a Rosalia! Que além de linda por fora tem uma força interior e uma energia que dá para sentir...



Ah! Tem a parte 2 no youtube!

Beijos Natalinos...


Decisão de renascimento...



Desejo que este Natal seja marcado pela sua decisão de renascimento.
Abrindo mão do negativismo,
Abrindo mão do criticismo,
Abrindo mão dos preconceitos.
Renascendo para a consciência da abundância,
... Consciência da suficiência,
Consciência do merecimento.
Tornando-se AMOR e espalhando AMOR NO MUNDO...

Rosalia Schwark


Que assim seja! :)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O sentido mais bonito...



É o que eu desejo...

Que a gente possa criar, recriar, inventar e encontrar o sentido mais bonito de tudo!

E que o verdadeiro sentido do Natal seja comemorado...

Não só nesta época, mas em todos os 365 dias de 2012!

Amor, fraternidade e humildade!

Sempre...

Feliz Natal!

Até breve...


Cartão, sementes, lantejoulas e carinho....


Foi agora pouco, durante o café ...

Meu marido, ao conferir a caixinha dos correios veio com um envelope todo enfeitado de passarinhos dizendo: aposto que é pra você!

E era!



Ao abrir, caíram sobre mim uma chuva de sementes de camomila, lantejoulas e carinho....

Que coisa querida!

Aquela delicadeza veio de longe...lá da Bahia!
E Foi a Tina do blog “Meu blog e eu” que me fez esse carinho logo cedo!

Obrigada passarinha!

Coisa boa é receber um cartão!

Com toda essa tecnologia esquecemos a sensação agradável que é receber algo feito pela pessoa, escrito com sua letra e com sua energia.

Não adianta isso nunca vai mudar por mais que o mundo gire...

Obrigada minha amiga querida! Obrigada pela gentileza!

Irei guardar pra sempre comigo...ah vou! :)

Beijos cheios de afeto e gratidão...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Se ligue em coisas que lhe façam bem...



Feche os olhos e pense em alguém que você goste muito sorrindo para você. Perceba como imediatamente seu corpo reage.
Neste momento existe todo um processo químico e nossas emoções são o guia que sinalizam o que nossos pensamentos estáo produzindo.
Se ligue em coisas que lhe façam bem. Seu potencial químico e energético será o combustível para a manifestação de coisas boas.


Rosalia Schwark


Por mais difícil que isso possa ser as vezes...
Escolha mudar o foco!
Vamos? :)



O milagre da atenção...

Viver num estado de plena atenção é uma das coisas mais desafiadoras da vida. Mas, sem isto, é impossível iniciar o processo denominado autoconhecimento.

Como podemos conhecer a nós mesmos se não estivermos atentos ao que se passa em nosso interior? O problema é que durante toda a nossa vida, fomos ensinados a viver permanentemente atentos ao que acontece no mundo exterior.

Prestamos atenção em todos os fenômenos ao nosso redor e, principalmente, no comportamento alheio, já que, regra geral, ele costuma direcionar a maioria de nossas atitudes.

Aprender a observar a si mesmo, não apenas no sentido psicológico, mas também o que se passa com o corpo físico, é o primeiro passo para que se possa começar a viver de modo consciente.

Os atos mecânicos que acabamos realizando na maior parte do tempo retiram de nós a chance de nos tornarmos plenamente vivos, alertas e capazes de reagir a cada situação, de acordo com nossa própria natureza.

Quanto maior for a capacidade de observar sentimentos, emoções e reações instintivas que acontecem o tempo todo em nós, mais fundo adentraremos em nossa verdadeira essência. E, aos poucos, a ansiedade, a angústia e o medo, serão substituídos por uma nova realidade, onde o silêncio, a paz e a serenidade definirão nosso modo de viver.


Elisabeth Cavalcante

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cotovia...



Alô, cotovia !
Aonde voaste,
Por onde andaste,
Que tantas saudades me deixastes ?

- Andei onde deu o vento.
Onde foi meu pensamento.
Em sítios, que nunca viste,
De um país que não existe ...
Voltei, te trouxe a alegria.

...

Os anos não, nem os dias,
Que isso cabe às cotovias.
Meu bico é bem pequenino

Para o bem que é deste mundo :
Se enche com uma gota de água.
Mas sei torcer o destino,
Sei no espaço de um segundo
Limpar o pesar mais fundo.
Voei ao Recife, e dos longes
Das distâncias, aonde alcança
Só a asa da cotovia,
- Do mais remoto e perempto
Dos teus dias de criança
Te trouxe a extinta esperança,
Trouxe a perdida alegria...

(Manuel Bandeira)


Obrigada amiga Tina, por ter enviado essa delícia de poema!
Sim! Alegrou-me :)

Proposta para o Ano Novo...



Escolada com relação aos resultados das listas de intenções que prepararei para um monte de anos, aqui e ali encontro alguma e acho graça, reduzi para uma única proposta o que pretendo tornar presente no ano novo: escolha a escolha, no tempo possível, distanciar-me do que me afasta de mim e aproximar-me mais do que realmente é deleite pro meu coração e é capaz de acender lume nos meus olhos. Coisas às vezes muito simples, mas todas capazes de fazer o entusiasmo florir e me lembrar com sentimento mais nítido da preciosidade da vida.

Na prática, não é uma intenção fácil de ser cumprida, eu sei. Exatamente por isso é a única.

Ana Jácomo


domingo, 18 de dezembro de 2011

O centro dos caminhos...

JUDAISMO: O que te é odioso não o faça a teu irmão humano; esta é a lei, o resto é comentário.

BUDISMO: Não firas outrem com aquilo que te causa dor.

CRISTIANISMO: Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei vós também, pois esta é a Lei.

ISLAMISMO: Ninguém é um crente enquanto não deseja para seu irmão o que deseja para si mesmo.

HINDUISMO: Esta é a suma do dever: Nada faças a outro que, feito a ti, causaria dor.

ZOROASTRIANOS: A natureza é boa quando não faz ao outro o que não é bom para si.

ALBERT EINSTEIN: A vida é como jogar uma bola na parede: se for jogada uma bola azul, ela voltará azul; se for jogada uma bola verde, ela voltará verde; se a bola for jogada fraca, voltará fraca e se for jogada com força, voltará com força. Por isso, nunca jogue uma bola na vida de forma que não esteja pronta para recebê-la. A vida não dá nem empresta, não se comove nem se apieda. Tudo o que faz é retribuir e transferir aquilo que nós lhe oferecemos.

Texto enviado por Anna Sharp


Não se esqueça: você é brilhante!!!

Tem dias em que a ansiedade atrapalha nossa paz interior, eu bem sei. Mas é possível driblá-la. Quer saber como?

Comece tentando não fugir para o amanhã. Ao viver o presente com o melhor de si, você garante um futuro melhor. Deixe as fantasias de lado e viva no aqui e agora. Eu costumo dizer: “Não quero ficar pensando no que vai acontecer… O que tiver de ser será. Por isso, eu relaxo e me entrego ao presente”.

Olha, se você continuar ansiosa, com a imaginação exaltada, descontrolada e irresponsável, pode estragar também todas as oportunidades que vêm pela frente. Lembre-se: amanhã você colhe o que plantou hoje. Então, relaxa. Se o medo surgir, negue-o com firmeza e repita para si: “Eu não ajo pelo medo. Eu só ajo pela boa vontade. Deixo as coisas acontecerem, simplesmente no melhor, no momento certo. Sempre no presente”.

Próximo passo: agora o foco é você. Diga: “Sou brilhante. Neste momento, quero estar onde a natureza me colocou: na pureza, na beleza, na perfeição, na preciosidade de ser original e única. Eu me sinto brilhante porque foi assim que a natureza nos fez – muito especiais. Sou diferente, individual, um verdadeiro exemplo de sucesso. E mais: posso tudo. Algo só é difícil quando a gente crê que é difícil. Nada é problema, apenas quando pensamos nisso. Não sou incompetente: possuo todas as competências”.

Então, conseguiu se sentir um ser brilhante? Quando você se sentir assim, vai perceber rapidinho, porque vai criar condições para a manifestação de forças especiais. Não é vaidade nem orgulho. É o reconhecimento de uma verdade maior, da obra da natureza em nós. É um encontro consigo mesma. Em outras palavras, um universo novo se abrirá para você.

Por fim, abençoe seu corpo, sua mente, seus sentimentos, sua jornada. Livre seus corpos emocionais das experiências negativas que você criou para si. Renove-se. Abra espaço para manifestar sua diferença e sua originalidade. Tenha coragem de não pertencer ao meio nem ser normal – abrace sua verdade interior acima de todas.

E aí, você quer atrair para sua vida emocional e física as coisas que realmente têm a ver com você? Tudo pode ser transformado, e será pela nossa vivência. E será sempre para o melhor!

Luiz A. Gasparetto

Sobre a vontade...




sábado, 17 de dezembro de 2011

Sobre o sorriso...



"Quero sempre poder ter um sorriso estampado em meu rosto,
mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz
para os que estiverem ao meu redor."


(Mário Quintana)


Que assim seja :)


sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Sobre a Perseverança...

"Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena.

O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir.

Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas.
Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo..."

Ana Jácomo


Lindo! Bom final de semana! :)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...