Tradutor

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Você merece o bem!



Pense por um instante...
O que realmente quer agora? 
O que quer hoje em sua vida? 
Pense e, então, diga: Aceito para mim.............(o que quer). 
Descobri que é nesse ponto que a maioria fica presa. 
O resultado é a crença de que não merecemos o que queremos ter.

Nosso poder pessoal está na forma como vemos nosso merecimento.

E nosso desmerecimento vem de mensagens da infância. Repito, não precisamos crer na incapacidade de mudar por causa dessas mensagens. Muitas vezes, as pessoas vêm até a mim e dizem: “Louise, as afirmações não funcionam”. Na realidade, não tem nada a ver com as afirmações, mas com o fato de não acreditarmos que merecemos o bem.

O modo de descobrir se acredita merecer algo é fazer uma afirmação e notar os pensamentos que aparecem ao dizer. Em seguida, anote os porquês...quando os vir no papel, ficará muito claro para você. Tudo o que o impede de merecer e se amar é a crença ou opinião de outra pessoa que você aceitou como verdade.

Quando não acreditamos merecer o bem, derrubamos aquilo que nos sustenta, o que podemos fazer de inúmeras formas. Podemos criar o caos, perder coisas, nos magoar ou sofrer problemas físicos, como quedas  e acidentes.

Precisamos começar a crer que merecemos todo o bem que a vida nos oferece.
Para reprogramar a crença falsa ou negativa, qual seria o primeiro pensamento necessário para dar início à criação desse novo resultado na vida? Qual seria o alicerce ou a fundação necessária para ficar em pé?  O que é preciso para conhecer? Acreditar? Aceitar?
Alguns bons pensamentos pra começar são:

  • Eu valho muito
  • Eu mereço
  • Eu me amo
  • Eu me permito ser pleno

Esses conceitos formam a base das crenças sobre as quais se pode construir. Faça suas afirmações sobre esses alicerces para criar aquilo que quer.

Louise L. Hay
No livro: O poder está dentro de você – pág. 38 e 39
que estou lendo e amando! :)

Esse é a chave de tudo! 
A crença no não merecimento!!!!
Pense nisso!


quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Um cafuné de longe...


Coisa boa é receber um carinho né?
Ainda mais quando a gente está sensível...
Hoje me colocaram no colo e me fizeram um cafuné...
Foi minha amiga-passarinha-flor do blog ( Meu blog e eu)  que fez um post lindo e me fez chorar (para variar um pouco..rsss)
Obrigada ,amiga, pelo carinho, pelas palavras, pelos emails...
E pela energia boa que tem braços compridos de luz...que nos tocam apesar da distância!

Beijos com o coração cheio de gratidão...

Descubra o que está impedindo você de ter sucesso e ser feliz! Faça o teste!



Olá amigos!

Descobri um teste bem legal  em um site de Desenvolvimento Pessoal e quero compartilhar com vocês!
É um teste bem completo que vai dar um "parecer" de como anda a sua autoestima!
Autoconhecimento, nunca é demais né?!

Então acesse AQUI

Responda todas as questões com honestidade e com o coração aberto.
Depois informe seu e-mail para receber a resposta!
Achei bem legal...espero que gostem também.
Bom, fica a dica :)

Beijos reflexivos...

O seu nível de aceitação produz os limites de sua vida...


O que você aceita como possível para você? 
Suas expectativas criam ondas de influência que se comunicam silenciosamente com os outros e com o mundo. 
O seu nível de aceitação produz os limites de sua vida
Sua força propulsora ANIMA ou DESANIMA forças externas. 
Você aceita pouco, terá pouco.Você aceita muito, terá muito. 
Quando a sua aceitação se expande , sua vida muda.
O que você não aceita em você, cria os limites nos seus resultados.
As recusas dos outros, sinalizam os seus desconfortos internos.
O que você se preocupa, preocupa os outros, o que você teme, encontra seus motivos, o que você se revolta se revela mais revoltante. Porque você ativa estas forças e elas se multiplicam. 
O que você aceita como possível cria a ROTA que abre os espaços para as possibilidades. 
Quão limitadas ou quão fantástica são sua possibilidades dependem da extensão da sua permissão!!!!!! 

Rosalia Schwark

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Seja grato à existência...


"A vida não é um castigo: é tão valiosa que só pode ser vista como uma recompensa. Devia estar grato à existência por ter sido escolhido para respirar, amar, cantar e dançar..."

Osho
imagemdaqui

Reféns...


“Celular deixou de ser uma necessidade para virar uma ansiedade. E toda ânsia nos mantém reféns. Quando vejo alguém checando suas mensagens a todo minuto e fazendo ligações triviais em público, não imagino estar diante de uma pessoa ocupada e poderosa, e sim de uma pessoa rendida: alguém que não possui mais controle sobre seu tempo, alguém que não consegue mais ficar em silêncio e em privacidade..." 

Martha Medeiros

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Relacionamentos...


Se pudermos ver todas as pessoas que estão na nossa vida hoje, como professores que exercitam a nossa musculatura emocional, tiraremos proveito de qualquer relação. Nossos relacionamentos são catalizadores de transformações profundas, o outro não é a causa de nada, ele apenas intensifica qualquer coisa que já sintamos sobre nós mesmos, servindo como um espelho e refletindo o nosso interior. Você entrou em conflito com alguém? O outro não respondeu como você gostaria? OLHE PARA DENTRO, perceba o seu nível de segurança , observe o quanto do seu consentimento permitiu este resultado, o quanto dos seus temores ou negação desenhou esta situação. Aproveite a relação com o outro para sinalizar as suas necessidades de mudança, quem sabe você perceba que precisa se valorizar mais, ou se revelar mais, expor com mais habilidades seus desejos. O outro nos revela nosso amor próprio, o outro é que nos estimula através dos " nãos" a desenvolver nossa capacidade de recomeçar. O outro independente de como está agindo é sempre uma dádiva, sempre nos mostrará o caminho que ainda precisamos percorrer sozinhos.
APRENDA FLUIR NOS RELACIONAMENTOS...

Rosalia Schwark
imagemdaqui

Café com o Carpinejar




“Estava namorando há quase sete meses com uma mulher que não achamos tão fácil por aí. Eu sou mais emotivo do que ela. Gosto de abraçar, beijar, ficar junto, porém ela não é assim. Terminamos no final de semana. Na verdade, ela me deu um pé na bunda por incompatibilidade de gênios. Queria que me ajudasse, pois agora ela está pedindo pra voltar. Ela me magoou muito, e não gosto mais dela como antes. Estou indeciso porque já tive outro relacionamento em que terminei com a minha ex oito vezes. Foi um inferno, e eu não quero que isso se repita. Obrigado desde já, Rafael”

Querido Rafael,

Você adora discutir o relacionamento, acredito que se sente valorizado na hora de brigar (tanto quanto no sexo).

Toda briga engrandece seu passe. Com uma discussão de relacionamento, temos o poder de terminar ou reatar. Há uma adrenalina na gritaria, feita de reinícios, reprises, acusações, defesas, beijos com gosto de lágrima e ecos intermináveis.

Julgar o outro sempre é uma forma de se perdoar e se elogiar. Ela é fria, e, portanto, você é quente. Ela não abraça, não beija muito, não se derrete, portanto, você é que oferece afeto e não é reconhecido.
Entende? Você é o certo, e, portanto, ela é errada. Você é o santo, e, portanto, ela é o monstro insensível. O maniqueísmo destrói afetos.

Não deve ser bem assim o romance. Precisamos dar um desconto, concorda?

A cobrança é uma competição oculta. Fomenta uma rivalidade difícil de controlar. Espera o erro dela para logo denunciar, ela espera sua denúncia para logo pedir as contas, e assim os humores se esgotam com rapidez.

Você terminou oito vezes seguidas com a ex. O que me sugere que o barraqueiro é você, não a atual namorada. Não vem dizer que discute porque não tem saída, a discussão é sempre a sua saída.

Por algum motivo, carrega a suspeita de que ninguém é capaz de amá-lo sinceramente. Talvez você se ache feio, ou com pouca experiência, ou em desvalia financeira. A DR serve para testar o amor de sua companhia. As conversas sérias são maneiras de examinar se ela realmente terá paciência para conviver e quais as verdadeiras intenções. Abre um inquérito das últimas declarações com o claro objetivo de desmascarar suas pretendentes.

Diz que não gosta tanto dela como antes porque simplesmente frustrou seu plano, desistiu de brigar e rompeu o namoro. Não tolerou o permanente ataque de nervos por melhores condições e caiu fora.  Você ficou falando sozinho.

Ela não foi aprovada no grande concurso público de suportar suas ofensas até o fim. Alguém suportaria?
É impossível conviver com o inimigo.
Mude de lado, por favor.

Fabrício Carpinejar
na sua coluna de domingo da ZH - 24/02/2013.

----------------------------------------------

Vou abrir uma gavetinha aqui no blog, apenas para guardar os melhores puxões de orelha do Fabrício. Achei essa ótima...e faz refletir!!!
Quantas vezes nos colocamos como vítimas e se pararmos para analisar não somos coisa nenhuma. hã?!
Beijos reflexivos...


domingo, 24 de fevereiro de 2013

Vai uma colombina aí?



Olá amigos!
Vai uma colombina aí?
Não sabe o que é Colombina? Eu explico! :)

Colombinas, as pombinhas de massa de pão, fazem parte da infância dos descendentes de imigrantes italianos aqui no Sul. As “nonas” quando preparavam o pão, deixavam parte da massa para a confecção de pequenos pássaros, com olhos de sementes de uva, que faziam a alegria da criançada.

Achei a coisa mais querida a ideia... e compartilho com vocês essas fofuras!
A receita do pão caseiro você pega AQUI.
E como as nonas, deixe parte da massa para a confecção das colombinas.
É  muito simples...e o seu café da tarde será um charme só...
Veja o passo a passo:


1 - Pegue pequenas porções da massa e faça rolinhos
2 - Dê um nó no meio
3 - Uma das pontas molde a cabeça e o biquinho
4 - E a outra ponta faça o rabinho com uma faca

Coloque sementinhas de uva para fazer os olhinhos
Deixe crescer em uma forma untada.


Depois é só assar e se deliciar com essas lindezas!
Olha que pombinha mais gordinha...


Dá até pena de comer né?!

Alegra as crianças grandes e as pequenas...
Experimente!

Beijos gulosos...


sábado, 23 de fevereiro de 2013

Simplesmente, cuide de si...


"Não meta o nariz no assunto dos outros"

Lembre-se, esta é uma psicologia muito básica, muito comum: não meta o nariz no assunto dos outros. Se eles estiverem fazendo algo errado, caberá a eles perceberem. Ninguém mais conseguirá fazê-los perceber. A menos que eles decidam perceber que não há outra saída, você vai desperdiçar seu tempo e sua energia valiosos. 
Sua responsabilidade primordial é transformar seu próprio ser. E quando o seu ser estiver transformado, coisas começarão a acontecer naturalmente. Você se torna uma luz e as pessoas começam a encontrar seus caminhos com a ajuda da sua luz. Você não vai precisar fazer nada para fazê-las enxergar. Sua luz, brilhando ardentemente, será convite suficiente; as pessoas vão começar a procurá-lo. Qualquer um que precise de luz virá até você. Não há necessidade de ir atrás de ninguém, por que esse próprio movimento é tolo. Ninguém jamais mudou ninguém contra a sua vontade. Não é assim que as coisas acontecem. Isto é psicologia básica, comum; você já ouviu falar dela? Simplesmente, cuide de si."

 Osho
imagem daqui

Algumas pessoas podem interpretar esse trecho como um pensamento egoísta...
Mas será que não estamos sendo autoritários e egoístas quando queremos que as pessoas façam aquilo que nós julgamos certo? hã?
Talvez elas precisem passar por situações para aprender a lição...
Muitas vezes podemos tentar orientar, mas se a pessoa não quiser ouvir devemos respeitar os nossos limites e os limites dos outros.
Esse é o segredo de uma convivência sadia: respeito!
Façamos a nossa parte, pois a qualidade da nossa energia pode mudar tudo a nossa volta e sem nenhum esforço...
Pense nisso!

Voltei amigos!
Bom final de semana! :)

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Vou tirar umas miniférias!


Olá amigos!

Vou tirar umas "miniférias"!
Fiquem à vontade...vou deixar a chave embaixo do tapetinho da porta! :)
Até breve amigos!!! Até breve!!!


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Ame-se!



Somos os nossos maiores críticos e quase sempre os maiores inimigos dos nossos erros.
Perdoamos o mundo, mas não nos perdoamos.
Aconselhamos a todos e não temos um bom conselho para nós mesmos.
Tempos piedade até do desconhecido, mas não temos misericórdia das nossas faltas.
Levantamos e andamos quilômetros para ajudar alguém,
e as vezes, não saímos da cama para resolver nossos problemas.

Nossas emoções pedem atenção redobrada.
Nossa carência, implora um minuto de relaxamento, de afago.
Não nos fazemos o carinho devido.
Não falamos de amor com a nossa alma, não nos amamos…
Assim, vamos precisando de mais atenção dos outros.
Entregamos a nossa vida e nossas decisões em outras mãos.
E o resultado é quase sempre uma dor, uma frustração.
E quem sofre?
É o nosso coração.

Olhe para dentro de você e examine-se!
Tenha coragem de assumir o amor maluco que brota ai dentro.
Tenha força para gritar que deseja amar e ser amado de verdade.
Não desista da procura, do encontro, da escalada, da descida.
E na subida, não se esqueça de quem ficou lá embaixo.
Porque o amor é um grande riacho,
pedindo espaço no seu desvario.
Ele que era um fio de água, quer ser rio.
E pede para você que sonha com o mar.
Nunca, em nenhum momento, deixe de amar...


Paulo Roberto Gaefke
fonte: meuanjo
imagemdaqui




quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

A mudança é a natureza da vida...


"A vida é um fluxo, nada permanece. Contudo, nós somos tão tolos, que continuamos a nos apegar. Se a mudança é a natureza da vida, então, apegar-se é estupidez, porque seu apego não vai mudar a lei da vida. Seu apego irá apenas torná-lo miserável. As coisas estão fadadas a mudar: quer você se apegue ou não, não importa. Se você se apega, você se torna miserável: você se apega, elas mudam e você fica frustrado. Se você não se apega, elas ainda assim mudam, mas, então, não há nenhuma frustração, porque você está perfeitamente ciente de que elas estão fadadas a mudar. É assim que as coisas são, é assim a vida."

Osho
imagemdaqui

Ahh...
Se existe algo que considero difícil nessa vida é o "desapego"...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Flor do dia



"As virtudes são como frutos da árvore da consciência. Conforme a consciência vai se expandindo, as virtudes vão florescendo. A gratidão é um fruto dessa árvore. A gratidão é a virtude que possibilita a ascensão para os planos superiores. Quando o coração está transbordando de gratidão, automaticamente um portal se abre e você tem acesso aos reinos celestiais dentro de si mesmo. Essa chave de ouro que abre o portal dos reinos celestiais é um fenômeno espontâneo. Enquanto você estiver se forçando a agradecer, o portal não se abre. Mas, quando a gratidão é espontânea e sincera, o portal se abre. Gratidão implica no fim da guerra e na libertação do passado.Ela implica em compreensão e aceitação."

Sri Prem Baba
imagem google


Dicas de Limpeza e energização de ambientes...


Para o seu lar e escritório...


- Incenso
Acender um incenso na entrada, começando pelo lado direito, corra todos cômodos cruzando todos os cantos até chegar novamente no ponto inicial, fazendo a seguinte afirmação em cada canto: Nesta casa há cantos, cada canto tem um anjo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém e deixar o incenso até terminar de queimar.

- Sino
Abrir as janelas e tocar um sino em cada cômodo, mentalizando a saída de tudo que houver de negativo no ambiente. Em seguida, preencher o espaço, assoprando canela em pó em todos os ambientes. A canela traz prosperidade.

- Água
Na lua crescente ou nova, respingar água de fonte com um raminho de trigo ou de pinheiro em todas as dependências da casa. Pode ser também água benta se preferir.
Em seguida ler o Salmo 90 - Brevidade da Vida Humana.

- Proteção da entrada
Dentro de um copo de vidro transparente coloque sal grosso até a metade, complete com água filtrada. Em seguida coloque uma espiral feita com fio de cobre, deixando a ponta 3 centímetros para fora do copo.
Esse copo deve ficar na porta de entrada (pode ser atrás da porta), do lado esquerdo de quem entra.

Miriam Carvalho
Fonte: STUM
imagem google


Leia mais dicas sobre limpeza energética : aqui



segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Flor do dia


"A compreensão traz paz. Ela é que abre o coração. A compreensão vai surgindo ao mesmo tempo em que a mente vai sendo descondicionada. O descondicionamento da mente promove a expansão da consciência. A mente descondicionada pode se acalmar. Assim como o lago sereno pode refletir a luz do sol, a mente serena pode refletir a luz do sol da consciência, que é a compreensão. A compreensão é algo que está além da mente." 

Sri Prem Baba
imagamdaqui

O amor não prende, liberta!


"O amor não prende, liberta! Ame porque isso faz bem a você, não por esperar algo em troca. Criar expectativas demais pode gerar decepções. Quem ama de verdade, sem apego, sem cobranças, conquista o carinho verdadeiro das pessoas." 

Chico Xavier
imagemdaqui

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Viver é plantar...


"A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a ideia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existência as mais diversas formas de sementes..." 

 Pe Fábio de Melo
imagem daqui

sábado, 9 de fevereiro de 2013

A sinfonia do coração...


"A intenção e a ação de gratidão são a sinfonia interna do coração. Ela se abre para cantar o agradecimento às pequenas coisas da vida. Ouvir um pássaro cantar, ver uma criança sorrir, receber o afeto de um amigo são convites para praticar a atitude de gratidão. Gratidão é a experiência do agradecimento amoroso que toca e abre o coração dos outros. Em seus corações, eles criam um lugar para você morar por muito tempo. Que hoje eu experimente e pratique gratidão". 

Brahma Kumaris
imagem daqui

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Não se julgue!



Uma das maiores fontes de insatisfação e ansiedade para o ser humano é a dificuldade em aceitar a si mesmo. Muitos se condenam por não ter o padrão de beleza imposto pelo mundo, por não possuírem a riqueza almejada ou o sucesso e o reconhecimento no campo profissional.

Sentem-se excluídos e indignos de admiração e respeito. O pior que pode acontecer a alguém é não se considerar digno aos seus próprios olhos. Ainda que o mundo inteiro nos condene, se tivermos uma autoestima sólida, nada poderá nos desviar da convicção de que temos valor, ainda que apresentemos alguma imperfeição.

Mas, quando isto não acontece, tornamo-nos vulneráveis ao julgamento do mundo, impondo-nos um esforço sobre-humano para nos encaixar nos padrões que, acreditamos, nos garantirá o amor e a aceitação alheias.

...As pessoas julgaram-no, e você deve ter aceito as idéias delas sem nenhuma investigação. Você está sofrendo de todas as espécies de julgamento das pessoas, e você está jogando esses julgamentos nas outras pessoas. E todo esse jogo desenvolveu-se além da proporção - a humanidade inteira está sofrendo disso.

Se você quiser livra-se disso, a primeira coisa é esta: não se julgue. Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas faltas. Não há nenhuma necessidade de fingir outra coisa. Seja você mesmo: "É assim mesmo que eu sou, cheio de medo. Eu não posso andar na noite escura, não posso ir lá na densa floresta.". O que há de errado nisso? - é humano.

Uma vez que você se aceite, você será capaz de aceitar os outros, porque você terá uma clara visão interior de que eles estão sofrendo da mesma doença. E a sua aceitação deles, os ajudará a aceitarem-se.

Nós podemos reverter todo o processo: aceite-se. Isso o torna capaz de aceitar os outros. E porque alguém os aceita, eles aprendem a beleza da aceitação pela primeira vez - quanta tranquilidade se sente! - e eles começam a aceitar os outros.

Se a humanidade inteira chegar ao ponto onde todo mundo é aceito como é, quase noventa por cento da infelicidade simplesmente desaparecerá - ela não tem fundamentos - e os seus corações se abrirão por conta própria e o seu amor estará fluindo".  

Trecho em itálico de Osho no livro The Transmission of the Lamp

Texto de Elisabeth Cavalcante
Fonte: STUM

-------------------------------------------------

Observe essa verdade...
Quanto mais julgamos e criticamos os outros...
Exatamente na "mesma proporção" julgamos e criticamos a nós mesmos.
Quanto mais nos aceitamos e nos olhamos com amor...
Na "mesma proporção" passamos a aceitar e a olhar com amor os outros também.
Não adianta...não existe lá fora...tudo está dentro de nós.
O exterior reflete nosso interior!
Vamos observar e ficar atentos a isso...
E a proposta de hoje é: Um dia sem julgamentos!
Não vamos julgar nem criticar ninguém hoje! Só por hoje.
E no final do dia vamos observar como nos sentimos.
Vamos tentar?

Bom final de semana! :)
Sheila Costa
do blog Passarinhos no Telhado

Não tenha medo do que as pessoas vão dizer...



Não tenha medo do que as pessoas vão dizer. Nunca tenha medo da opinião das pessoas - que é a maior prisão do mundo. Uma vez que você não tem medo das opiniões das pessoas, você é livre! Essa é a escravidão sutil: alguém que está continuamente considerando os outros.

Gurdjieff costumava dizer "NÃO CONSIDEREM!" - e ele está certo. O que os outros dizem é o negócio deles e o problema deles, mas não tem nada a ver com você.

Apenas olhe sua própria natureza, e tudo que é jubiloso virá com ela. Esta é a sua responsabilidade. Você não responde para mais ninguém, você responde apenas para Deus. E Deus ficará feliz em aceitá-lo de volta como uma criança ... de volta como Ele havia enviado você aqui: limpo, puro, inocente de novo...

Osho


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Seja doce...


"Não importa o quanto te ataquem. O que importa é a sua doação incondicional à energia viva do amor. Quanto maior a doçura, maior é o incômodo para os que se alimentam de fel. Não importa o que te doem, doe o que possui dentro de você. Apenas seja você mesmo com autenticidade e transparência. Para os que têm olhos e coração puros, você é um bálsamo. Para os outros, você é espinho. A liberdade e a leveza são alcançadas onde há o amor. O amor constrói. E o amor se basta..." 

Madre Teresa de Calcutá
imagem daqui

Uma mensagem e uma imagem para acariciar a alma...
Bom Dia! :)

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Flor do dia


"Amor forçado não é amor. E se você ainda consegue receber alguma coisa dessa maneira, isso não te preenche, e depois você fica com raiva. O que te preenche é o amor que vem de graça. Portanto, eu estou te encorajando a deixar essa batalha onde você força o outro a te amar; estou te incentivando a abrir mão dessa obstinada intenção. O outro tem que estar completamente livre, inclusive para não te amar. Quem está desesperado para receber amor é essa criança, mas você não é ela." 

Sri Prem Baba
imagem daqui

Egrégora...


Entre 1348 e 1353, metade da população do mundo europeu morreu pela Peste Negra, muita gente culpou os judeus pelo terrível ocorrido. E apesar do Papa ter dito várias vezes que os judeus nada tinham a ver com a peste, milhares de Judeus foram expulsos de suas terras.  Quase 700 anos mais tarde o mesmo episódio se repetiria, judeus torturados e despojados de suas posses fugiriam e se refugiariam na Polônia. 

O que faz com que certos lugares repitam suas histórias? Será que ela ficaria gravada no seu solo, em suas construções, e essa energia de alguma forma contaminaria as gerações futuras? Ou será que esse local sempre esteve predisposto a essa energia?

Na verdade essa energia é chamada de Egrégora e é responsável pela maneira como nos sentimos. Ela também muitas vezes é responsável pela maneira como agimos,através de sua influência.

Algumas definições são bastante enfáticas sobre a definição de Egrégora : "Palavra que se tornou popular entre os espiritualistas, significa a aura de um local onde há reuniões de grupo, e também a aura de um grupo de trabalho"

Finalmente temos uma definição um pouco mais clássica: 

"Egrégora provém do grego egrégoroi e designa a força gerada pelo somatório de energias físicas, emocionais e mentais de duas ou mais pessoas, quando se reúnem com qualquer finalidade".  

A Egrégora acumula a energia de várias freqüências.  Assim, quanto mais poderoso for o indivíduo, mais força estará emprestando a Egrégora para que ela incorpore às dos demais.

Um lugar é como uma pessoa tem sua própria identidade, seu próprio humor, há lugares naturalmente ricos em energia e podemos sentir a diferença ao pisar em seu solo. Há outros em que a energia é sutil e nos sentimos bem nele.  Para conhecer a energia de um local basta senti-la e ficar atento a primeira impressão. Geralmente, é a mais verdadeira, pois é baseada na sua intuição imediata. 

Há locais de trabalhos espiritualmente insalubres. São feios, velhos e cheios de ranço do passado. O problema é que as pessoas tendem a se acostumar com isso e a situação só choca quem acaba de chegar, que logo é encarado como antipático que exige demais e é cheio de frescuras. 

A egrégora se realimenta das mesmas emoções que a criaram. Como ser vivo, não quer morrer e cobra o alimento aos seus genitores, induzindo-os a produzir, repetidamente, as mesmas emoções. Assim, a egrégora gerada por sentimentos de revolta e ódio, exige mais revolta e ódio.

Já a Egrégora criada com intenções saudáveis, tende a induzir seus membros a continuar sendo saudáveis. A Egrégora de felicidade, procura "obrigar" seus amos a permanecerem felizes. Dessa forma, vale aqui a questão: quem domina a quem? Conhecendo as leis naturais, você canaliza forças tremendas, como o curso de um rio, e as utiliza em seu benefício.

Provavelmente foi por isso que Jesus ensinou: "Onde houver dois ou mais em meu nome, aí eu estarei."



Egrégora de sua Casa

Se esse local de Egrégora danificadora for a da sua casa, há uma série de medidas que você pode tomar para aliviar a Egrégora pesada do local, mas não sendo o lugar em questão, como mudar?

Você pode conversar com o dono do local pra ver se rola pelo menos uma mudança estética, como uma pintura, móveis novos, cortinas esse tipo de coisa. Isso resolve? Não, mas é um começo. 

Pode ser que você consiga mudar a Egrégora do local simplesmente com atitudes assim, uma mudança movimenta novas energias. Mas pode ser que a Egrégora já esteja tão enraizada que ela não só se recusa a sair como ainda revida. É como se o ambiente inteiro se revoltasse! Coisas pifam, quebram, somem, as pessoas se estressam e o lugar logo parece feio, com infiltrações, manchas às vezes inexplicáveis. É por esta razão que muitos recomendam insensos, borifar as paredes com alfazema ou limão, muito sol e ventilação.

Nesse caso quando a Egrégora revida, há duas saídas para a pessoa que não quer participar desse lixo. Ou ela se protege entrando numa bolha de energia saudável, ou ela desiste e procura um lugar que não tenha que brigar o tempo todo. É até possível viver em um ambiente ruim por algum tempo, com a devida proteção, o problema é que dá muito trabalho e é cansativo. 

Nossa casa é um lugar sagrado. É onde deveríamos nos sentir seguros e protegidos. Infelizmente, nem todo mundo se sente assim. Muitas pessoas chegam diante de suas portas e dão um suspiro imaginando uma maneira de não dar o passo para dentro daquela casa. Por isso sempre estamos acostumados a pintar a casa antes de entrar, para modificar as energias locais e as egrégoras já firmadas.

Há uma serie de coisas que podemos fazer para mudar a energia de um local, como a verificação pela radiestesia, e a mais conhecida técnica de harmonização: o FENG SHUI, onde detectamos os pontos de energia ruim e de energia boa e procuramos equilibrar esses pontos, com técnicas simples como mudanças de móveis, pintura nas paredes, sinos de ventos etc.


Dicas de Harmonização

Sujeira:
Procure manter o local sempre limpo, não descuide da pintura. Evite lixo na cozinha pois ela é responsável pela prosperidade, saúde e sustento de todos na casa. A falta desse cuidado gera energia parada e estagnada.

Bagunça:
Nem sempre é possível se livrar da bagunça, mas é preciso mantê-la sobre controle. A bagunça embaralha os pensamentos, arrumar tudo torna sua vida mais clara. A bagunça embaralha a sua visão, e confunde o seu sentido de percepção.

Coisas velhas e quebradas:
Faça uma constante renovação de roupas, panelas, cacarecos em geral. Coisas velhas em demasia impedem a chegada de coisas novas. O novo precisa de espaço para chegar, o novo traz inícios, recomeços, oportunidades, novos prazeres e novos desafios, mas para isso tem que haver espaço, e o velho precisa deixar a nova energia chegar.

Pintura nova na mudança:
Uma pintura nova na mudança ou em qualquer momento da vida de sua casa poderá movimentar as energias, uma dica é colocar um pouquinho de pó de enxofre numa quantidade de 10g/10litros na tinta.

Iluminação da casa e casa arejada:
É sabido que a ação direta do Sol elimina bactérias, abra as janelas deixe a energia do SOl transmutar a energia da sua casa, com força e purificação. Há também a ação do elemento ar que entrará pelas janelas trazendo movimento, novas energias e novas possibilidades. A mensagem dos ventos amenizam as energias negativas. 

Trechos do texto de Kendra e Ayesha Tamarix
Baseado no livro: Harmonia na sua vida - Phillipa Waring
imagens google.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...