Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Nossa capacidade de compartilhar...


A coisa mais importante que temos para oferecer é nossa capacidade de compartilhar com os outros. Assim, a consciência mais eficaz que podemos ter não é dizer: "Deus, você precisa me ajudar por causa disso ou daquilo" ou "Deus, você precisa me ajudar porque sou uma vítima". 
Em vez disso, temos que dizer: “Deus me ajude a encontrar a força para fazer mais e me tornar mais, para que eu possa beneficiar os outros.”. 
Todos nós temos defeitos e negatividade, mas também temos a capacidade de criar energia positiva por meio de nossas palavras e ações de compartilhar. Hoje, tenha em mente que tudo que você vê ao seu redor é uma dádiva, que nada é "seu". Cada dia é uma nova oportunidade de injetar energia verdadeira, poderosa e duradoura em sua vida e no cosmos como um todo. 

Yehuda Berg
imagemdaqui


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Os sinais que a vida manda...



Lembre-se de uma situação bem desagradável que já aconteceu com você...
Talvez uma traição num relacionamento, uma mentira descoberta, uma briga grave ou algo assim.
Agora, sem abusar do lugar de vítima, tente retroceder esse acontecimento na memória, como se fosse um filme que pudesse ser rebobinado em câmera lenta.
A ideia é que você perceba que antes do “caldo entornar” ou “da porca torcer o rabo” ou do pior ter acontecido, alguns sinais foram dados.

Se você reparar bem, nada acontece da noite para o dia, ou do nada, como muitos preferem acreditar. Além disso, tudo o que faz parte da nossa história, sempre inclui a nossa participação, de uma forma ou de outra. Ou seja, nunca somos somente passivos.
Há algo de nós que está ativo em qualquer circunstância e que precisa ser considerado se quisermos aprender alguma coisa. Nem que seja como não cometer o mesmo erro infinitas vezes.

O fato é que a vida sempre nos manda dicas, sinais, avisos sobre estarmos ou não estarmos no caminho certo. Mas, geralmente, ignoramos, não estamos atentos.Simplesmente insistimos no mesmo, no cômodo, no conhecido. E quando dá errado, imediatamente vestimos a carapuça de vítimas. Vítimas do outro, da injustiça do mundo, do raio que o parta. Nunca vítimas de nós mesmos, das armadilhas que nós mesmos armamos contra nossa chance de ser feliz.

Se repararmos bem, diante de grandes dores que vivemos – não de todas, é claro, mas de muitas delas – poderíamos ter evitado de alguma forma. Ou amenizado o desastre, pelo menos. Quer exemplos?

Muito antes de um relacionamento terminar, poderíamos ter sido mais atentos, ouvido mais, tentado melhorar em algum aspecto? Muito antes de uma traição, poderíamos ter nos interessado mais, elogiado mais, criticado menos? Diante de agressões, poderíamos ter buscado ajuda, investido em nossa autoestima?

Veja bem, não se trata de “chorar pelo leite derramado”, nem acreditar que seja possível viver uma vida sem erros, enganos e dores. Não se trata, tampouco, de se afundar numa culpa inútil. Não é isso! Afinal de contas, é o erro que, em última instância, nos proporciona a chance de descobrir como acertar, muitas vezes.

Estou falando de parar de acreditar que a vida é mesmo tão difícil, tão exigente de sacrifícios, tão cheia de dores. Estou falando de olhar o outro, o amor e as relações por um viés mais claro. Tem a ver com abrir os olhos e ver; manter-se atento ao que acontece ao seu redor. Tem a ver com intuição, percepção, sensibilidade. Talvez uma combinação equilibrada entre razão e emoção, visível e invisível, o que se diz e o que se cala.

Se queremos acertar, precisamos antes admitir que nem sempre sabemos como. Mas podemos aprender. E isso se faz com atenção! Quanto mais abertos estão a nossa mente e o nosso coração, mais teremos condições de avaliar e escolher de que forma e para qual direção daremos o próximo passo.

Então, chega de botar a culpa por sua tristeza e infelicidade no mundo, como se você nada pudesse fazer para mudar isso.Você pode! Aos poucos, devagar. Sobretudo, mantenha-se acordado para a vida, porque ela está ao seu favor, e sempre manda sinais. Sem dúvida, sinais de amor...

Rosana Braga
fonte: STUM

Estar atento evita muitos aborrecimentos...hã!
Sempre alerta então!
Bom Dia! :)


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Pacificando a mente...


"Aceite seu passado como ele aconteceu; aceite todos os seus erros, tudo o que existe sobre você de mais difícil e "feio". Aceite todas as suas sombras - mas entenda: o seu passado não te define. O que te define são as suas atitudes de HOJE. Se você não pode mudar o passado, mude suas atitudes de hoje. A cada dia a Criação nos dá uma página em branco para escrevermos o que quisermos no livro da vida: escolha as palavras mais belas e construa, no hoje, um amanhã bem melhor."

Flávia Melissa
imagemdaqui

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

O poder de transformar...

"Odeio o meu corpo"...TRANSFORMA-SE EM
Amo e admiro o meu corpo”.


"Nunca tenho dinheiro suficiente"...TRANSFORMA-SE EM
“O dinheiro chega à minha vida com abundância”.


"Estou farto de ficar doente"...TRANSFORMA-SE EM
“Permito que o meu corpo retorne à sua saúde natural e vibrante”.


 “Sou muito gordo.”TRANSFORMA-SE EM
 “Respeito o meu corpo e cuido bem dele”.


 “Ninguém me ama.” TRANSFORMA-SE EM “
"Irradio amor e o amor preenche a minha vida”.


"Não sou criativo” TRANSFORMA-SE EM
“Estou a descobrir talentos que desconhecia ter”.


 “Estou estagnado num péssimo emprego” TRANSFORMA-SE EM
“Portas maravilhosas abrem-se para mim onde quer que eu esteja, onde quer que eu vá”.


 “Não sou grande coisa” TRANSFORMA-SE EM
“Estou num processo de mudança positiva e mereço o melhor”.

Louise L.Hay
Em O poder das Afirmações Positivas.
imagens google

Leia mais sobre Afirmações Positivas aqui: Gaveta das Afirmações

A semente da dúvida...


“O primeiro sintoma da dúvida é a confusão. Com uma pequena semente de dúvida, a mente entra em estado de confusão, o que impede que ela continue trilhando o caminho. Isso faz com que o rio da vida fique represado. Isso se traduz em ansiedade, angústia, depressão, impotência e muitos outros sintomas. Isso acontece porque você não está trilhando o caminho do coração; você não está onde deveria estar. Você foi para o sentido contrário porque a sua mente foi invadida pela dúvida, que é uma filha do medo.” 

Sri Prem Baba
imagemdaqui

domingo, 26 de janeiro de 2014

Se algo deu errado na sua vida...


Todo sofrimento vem da resistência em deixar o que é ser como é. Não se trata de resignação, e sim de resiliência: diante de algo com o que você não se sente satisfeito você tem a alternativa de tentar mudar ou, se não depender de você, simplesmente aceitar o que é. 
Durante o dia de hoje, experimente este exercício: se você planejou algo, se dedicou a realizar este algo e, sem que dependesse de você, este algo deu "errado", simplesmente aceite e desperte em si a confiança de que o Universo tem algo preparado para você que está em maior alinhamento com sua verdade e momento ressonante. De repente é o trânsito que te pegou desprevenido, ou uma barreira na estrada, ou um restaurante que está fechado para reforma. O que quer que seja: existe algo mais importante que você precisa viver agora. O que será? 
 Desperte a curiosidade e a expectativa positiva dentro de você, ao invés de permitir que a frustração e outros sentimentos de baixa vibração se instalem em seu ser. Não brigue com a vida. 
Seja o contentamento, que a vida te faz contente.

Flávia Melissa
imagemdaqui


Ahhh eu acredito nisso!
Tudo tem a hora certa.
Se apressarmos as coisas... teremos um futuro sonolento!
Então, vamos viver com alegria este momento...
Independente da sua cor...e com o coração cheio de gratidão.
Bom início de semana! :)

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

As 10 melhores frases de Louise...


10 preciosas frases de Louise L. Hay...

1 – Dentro de nós estão as respostas para todas as perguntas que podemos fazer. Você não tem idéia de quanto é sábio!

2 - Se um pensamento ou crença não lhe é mais útil, livre-se dele! Não existe nenhuma lei que diga que só porque você um dia acreditou em alguma coisa é obrigado a acreditar nela para sempre.

3 - AMAR A SI MESMO. Essa é a “varinha mágica” que dissolve problemas.

4 - O amar a si mesmo, amar o eu, começa com jamais nos criticarmos por nada. A crítica nos tranca dentro do padrão que estamos tentando modificar.

5 - A vida na verdade é muito simples. O que damos… recebemos.

6 - Seu problema não precisa mais ser verdade para você. Ele agora pode sumir no nada, de onde veio. E você pode fazer isso.

7 - Não pense que sua mente está no controle. VOCÊ é que controla sua mente. Você usa sua mente.

8 - A única coisa sobre a qual você tem controle é o seu pensamento atual.

9 - Quando criamos paz, harmonia e equilíbrio em nossas mentes, os encontramos em nossas vidas…

10 - Existe um incrível poder e inteligência no seu interior constantemente reagindo aos seus pensamentos e palavras. O ponto do poder está sempre no momento presente.


Na minha opinião, faltou essa...
"Tudo está bem no meu mundo..."
Que assim seja Louise! Que assim seja...

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Sobre o violentar-se...


Quando foi a última vez em que você não se violentou?
Todos nós, em alguns momentos, dizemos sim contrariados, dizemos não nos sentindo culpados, aceitamos uma situação por medo do que aconteceria caso não aceitássemos esta situação. MEDO. 
Penso que por trás de toda violência existe medo - animais atacam por medo, nós agredimos outras pessoas por medo. E nós nos agredimos por medo. O que o outro vai pensar, o que o outro vai dizer? Associamos de tal forma nosso valor próprio ao feedback das outras pessoas que não ser aprovado, valorizado ou reconhecido pelo outro tem o poder de fazer com o que NÓS sentimos por NÓS MESMOS mude diante de um aplauso, uma vaia, um queixo franzido...
Nós somos luz. Estamos temporariamente neste veículo carnal porque ele é necessário para podermos ter experiências aqui, neste plano. Mas absolutamente tudo o que existe é exatamente isso: experiência. 
O modo como você recebe a opinião das pessoas, o modo como se sente em relação a si mesmo diante de uma crítica: são percepções. Nada disso é real, apenas a experiência é real. Não se perca nas imagens que você enxerga através de filtros que vêm criando sua realidade de modo inconsciente.

Flávia Melissa
imagemdaqui

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Algo que pode mudar sua vida!

Um Lembrete de Extrema Importância: Viva o Agora!

Gostaria de lembrá-lo algo de extrema importância. Talvez seja algo que você já sabe, mas é provável que você esqueça. Eu confesso que também acabo me esquecendo disso e preciso constantemente relembrar a mim mesmo.

Viva o momento presente. Esteja no momento presente. O momento presente é TUDO o que você tem. Se você lembrar disso e colocar em prática, vai melhorar a sua vida drasticamente. E eu vou explicar o porquê.

Mas primeiro eu preciso explicar melhor o que significa “viver o momento presente”. A princípio parece mais um daqueles conselhos genéricos e superficiais que não surtem efeito algum. Mas é bem mais do que isso.

A nossa mente tende a se perder no tempo. Ela vaga entre o passado e o futuro. Fica pensando em coisas que já aconteceram. Em muitos casos, são coisas negativas que não é possível mudar, pelo simples fato de estarem no passado. A mente remói o que passou e isso reforça a carga emocional da experiência.

E a energia da mágoa, da tristeza, do medo e de tantos outros sentimentos pode ser facilmente alimentada através desse mecanismo de voltar ao passado mentalmente e reviver o sofrimento. Aliás, não há como voltar ao passado a não ser mentalmente. A nossa sombra, que é formada pelo acúmulo de sentimentos negativos que nós guardamos, adora se utilizar desse mecanismo para crescer e se fortalecer.

Você está aqui e agora, em paz no momento presente e, de repente, surge na sua mente uma lembrança de algo negativo e você entra em um espécie de pesadelo enquanto está acordado. O pesadelo se prolonga e você revive diálogos, sentimentos e às vezes até imagina coisas piores que poderiam ter acontecido, mas que não aconteceram. E assim a energia dessas emoções negativas se fortalecem no seu interior.

Esse mecanismo acontece de forma automática devido à força inconsciente que é gerada pela negatividade que deseja gerar mais sentimentos negativos pra que ela possa se fortalecer. Ficar atento e reconhecer esse processo a cada vez que ele ocorre é uma forma de desautomatizar e fazer com que ele perca a força.

Além de se perder no passado, a mente também se perde no futuro. Fica pensando nas coisas que tem que fazer amanhã, nas obrigações e compromissos e gera um estresse antecipado, desnecessário. E muitas vezes a mente começa a imaginar diversos problemas que nem vão acontecer no final das contas. E mesmo que eles venham a ocorrer, do que adianta sofrer agora? Funciona também como um pesadelo que você tem enquanto está acordado. Tudo isso alimenta a inquietação, a ansiedade, piora a qualidade do nosso sono.

Quando você entende que esses mecanismos existem e passa a observá-los, você começa a despertar do pesadelo. Quando não há observação, não há consciência do mecanismo, você tende a ficar preso no pesadelo por mais tempo e de uma forma mais intensa. A falta de conhecimento sobre esses processos nos mantém prisioneiros dos mecanismos inconscientes do ego e da sombra que alimentam o sofrimento, por isso, é preciso o esclarecimento.

Praticar essa auto-observação leva a um gradual enfraquecimento dos mecanismos de sofrimento. Mas é preciso paciência e prática, pois a mudança não costuma acontecer tão rápida. Quanto mais você praticar, mais a sua mente passará a viver no momento presente. Ansiedade diminui por que você deixa de causar estresse e sofrimentos desnecessários.

Existe uma atalho para acelerar esse processo de se tornar mais presente. Quando curamos a carga emocional que está associada a lembranças do passado, a pensamentos sobre o futuro, ou qualquer tipo de pensamento que nos faça sentir desconforto, a força inconsciente da negatividade diminui. E quando essa força diminui, naturalmente ficamos mais presentes. A mente deixa de ficar vagando e foca no agora. Isso aumenta a nossa concentração, aumenta a paz interior, torna-nos muito mais produtivos.

E para curar essas emoções eu ensino uma técnica que é extremamente simples e eficaz e que pode eliminar pensamentos e emoções negativas em questão de minutos. Gravei uma aula em vídeo sobre essa técnica para que você possa aprender. Aproveite, pois não sei até quando ela permanecerá no ar: Aula Prática em Video: Como Eliminar Pensamentos e Sentimentos Negativos em Minutos.

Clique Aqui para Assistir! 
( para ver o vídeo é preciso enviar o email para o contato.
  E através deste email, é liberado o acesso)

André Lima - EFT
imagemgoogle


terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Sabedoria Retrospectiva...


Depois de brigar, resmungar e ser desagradável com o outro, é tarde demais para ser sábio e perceber que não havia sentido no que você fez. Agora isso de nada vale, pois você já fez o mal. Essa sabedoria é apenas uma falsa sabedoria, que leva você a sentir “como se” tivesse entendido. Esse é um truque do ego, mas essa sabedoria não irá ajudar. Quando você estiver fazendo...o algo, naquele exato momento, simultaneamente, a consciência deveria surgir e você deveria perceber: o que você está fazendo é inútil.

Se você puder perceber isso quando tiver acontecendo, você não poderá fazê-lo. Nunca podemos ir contra a própria consciência, e, se formos contra ela, essa consciência não é consciência. Algo mais está sendo confundido com ela. 

Assim, lembre-se: o outro nunca é responsável por coisa alguma. O problema é algo que esta fervendo dentro de você. E, é claro, a pessoa que você ama está mais perto; você não pode jogar seus disparates sobre algum estranho que esteja passando pela rua; assim, a pessoa mais próxima se torna o lugar onde você atira e despeja seus disparates. Mas isso precisa ser evitado, pois o amor é muito frágil. Se você fizer isso demais, se o fizer em excesso, o amor poderá desaparecer. 

O outro nunca é responsável. Tente tornar esse entendimento um estado de consciência tão permanente que, sempre que você começar a encontrar algo errado no outro, você se lembre dele. Pegue-se em flagrante, abandone isso naquele mesmo instante e peça desculpas. 

Osho
em 365 meditações diárias, pag 11


segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Abandone tudo o que não te serve mais...


Abandone tudo o que não te serve mais...
o que não está mais em conexão e alinhamento com sua verdade superior e com sua essência imortal. 
É inacreditável a quantidade de lixo que vamos armazenando e estocando pelo caminho: simplesmente abandone. Deixe de ter tanta opinião pronta sobre todas as coisas - permita-se não saber de tudo. Permita-se o vazio. Vá um pouco mais além na sua compreensão do mundo, expanda seu senso de presença e aceite a verdade de que, em 100 anos, você quase não terá deixado rastros de sua existência neste lindo planeta. A vida é curta demais para não ser um pouco mais livre do que você vem sendo...

Flavia Melissa
imagemdaqui

Simplesmente perfeito! :)

Encontrando soluções...


“Nunca olhe para o que não está funcionando. Hoje sabemos que, no mundo, muitas coisas não funcionam como deveriam. Quando olhamos para o que não está funcionando, perdemos energia. Mas quando abordamos cada situação com a atitude de “como eu posso ajudar a fazer isso funcionar”, encontramos as soluções. E mais pessoas ficarão interessadas em participar dessas soluções. Que hoje eu seja a personificação das soluções.” 

Brahma Kumaris
imagemdaqui



sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O último a lembrar de nós...


Recentemente li Rimas da Vida e da Morte, do excelente Amós Oz, que narra os delírios de um escritor que, ao participar de um sarau literário, começa a olhar para cada desconhecido na plateia e a criar silenciosamente uma história fictícia para cada um deles, numa inspirada viagem mental. Lá pelas tantas, em determinado capítulo, o autor comenta algo que sempre me fez pensar: diz ele que a gente vive até o dia em que morre a última pessoa que lembra de nós. Pode ser um filho, um neto, um bisneto ou um admirador, mas enquanto essa pessoa viver, mesmo a gente já tendo morrido, viveremos através da lembrança dele. Só quando essa pessoa morrer, a última que ainda lembra de nós, é que morreremos em definitivo, para sempre. Estaremos tão mortos como se nunca tivéssemos existido.

Pra minha sorte, tive poucas perdas realmente dolorosas. Perdi um querido amigo há mais de 20 anos, e perdi uma avó que era como uma segunda mãe. Lembro deles constantemente, sonho com eles, busco-os na minha memória, porque é a única homenagem possível: mantê-los vivos através do que recordo deles. Daqui a 100 anos, ninguém mais se lembrará nem de um, nem de outro, eles não terão mais amigos, netos ou bisnetos vivos, eles estarão definitivamente mortos, e pensar nisso me dói como se eles fossem morrer de novo.

Aquele que compõe músicas, faz filmes, escreve livros, bate recordes ou é um Pelé, um Picasso, um Mozart, consegue uma imortalidade estendida, mas, ainda assim, será sempre lembrado por sua imagem pública, não mais a privada, não mais a lembrança da sua voz ao acordar, da risada, do bom humor ou do mau humor, não mais daquilo que lhe personificava na intimidade. Serão póstumos, mas não farão mais falta na vida daqueles com quem compartilharam almoços, madrugadas, discussões, já que essas testemunhas também não estarão mais aqui.

Alguém me disse: se você acreditasse em reencarnação, nada disso te ocuparia a mente. De fato, não acredito, e mesmo que eu esteja enganada, de que me serve a eternidade sem poder comprová-la? Se sou um besouro reencarnado ou se já fui uma princesa egípcia, que diferença faz? Minha consciência é que me guia, não minhas abstrações. Sou quem sou, sou aquela que pode ser lembrada. Não me conforta ser uma especulação.

É provável que ainda não tenha nascido aquele que será o último a me recordar, a rever minhas fotos, a falar bem ou mal de mim. Nem tive netos ainda. Qual será a data de minha morte definitiva? Não será a do meu último suspiro, e sim a do último suspiro daquele que ainda me carrega na sua lembrança afetiva - ou no seu ódio por mim, já que o ódio igualmente mantém nossa sobrevivência. Cafajestes e assassinos também se mantêm vivos através daqueles que lhes temeram um dia.

Hoje, queria fazer uma homenagem a ele: ao último ser humano a lembrar de nós, a ter saudade de nós, a recordar nosso jeito de caminhar, de resmungar, o último a guardar os casos que ouviu sobre nós e a reter nossa história particular. O último a pronunciar nosso nome, a nos fazer elogios ou a discordar de nossas ideias. O último a permitir que habitássemos sua recordação. Bendita seja essa criatura, que ainda nos manterá vivos para muito além da vida.

Martha Medeiros


quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

O valor que você dá a si mesmo...


As pessoas podem fazer as mesmas ações mas terem resultados completamente diferentes.
O que faz a diferença?
Você está com outros candidatos esperando para ser chamado num processo seletivo. Ambos tem currículos semelhantes, prepararam-se com as mesmas técnicas para a entrevista, fisicamente com aptidões semelhantes, ou seja, praticamente as mesmas condições, o que vai fazer um ser o escolhido?
O detalhe que faz toda a diferença nos processos decisivos da vida, está relacionado com o grau de influência, aquilo que não é dito e nem feito, mas que está por trás de tudo que você fala ou faz, o seu MAGNETISMO, criado pelo aquilo que você realmente pensa e sente e que envolve todas as suas ações e que faz atrair ou repelir resultados, situações e pessoas na sua vida.
Quanto maior o seu senso de valor, quanto mais confortável você está com você mesmo, maior o seu grau de influência.
Na sala de espera da vida o ingrediente mais importante é o valor que você dá a si mesmo.

Rosalia Schwark
imagem google

Nem melhor, nem pior, apenas em estágios diferentes...


Quando o solo é estéril, não adianta semear. Por isso, diante de pessoas empedernidas, para quem a vida nada mais é do aquilo que se pode ver ou tocar, não adianta tentar lhes mostrar a veracidade do mundo invisível. Elas não vão acreditar, vão se revoltar, rir, ignorar. Você vai se aborrecer, entristecer ou desistir, e isso não resolve nada. O mestre não procura seus discípulos. Eles surgem à medida que vem a maturidade para aprender. Assim aqueles que ainda não estão prontos para ouvir as verdades divinas. Eles hão de prosseguir com os olhos cobertos pelo véu da ignorância até que estejam preparados para assimilar conhecimentos que estão muito além das convenções do mundo. Nem por isso eles são piores do que o restante de nós. Eles apenas estão em outro estágio da maturidade espiritual, mas podem ter outros conhecimentos que ainda não detemos. Cada um cresce em seu ritmo próprio, evoluindo, passo a passo, um a um, os vários segmentos da vida. A natureza caminha devagar, mas nunca deixa de caminhar.

Mônica de Castro
imagemdaqui



terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Meu aniversário...e uma oração...



Que eu ame mesmo sem ser amada.
Que eu tenha um olhar compassivo para vida...sempre!
Que eu aprenda a falar menos e ouvir mais...e quando falar ou ouvir que seja sempre com amor.
Que eu saiba a hora exata de fazer silêncio.
Que para cada pedra no caminho...uma transformação.
Que eu não crie expectativas e não espere receber gentilezas e carinhos oferecidos. As coisas não são pagas na mesma moeda...e a essa altura da vida, eu deveria saber muito bem disso. Então...que eu tenha essa consciência e relaxe.
Que as minhas escolhas não sejam norteadas pelo medo ou pelo comodismo.
Que a minha presença seja sinônimo de paz e boas energias.
Que eu seja verdadeira comigo mesma...para que eu atraia a verdade (amigos verdadeiros  e gestos verdadeiros.)
Que eu faça menos drama.
Que eu crie laços e desate nós.
Que eu tenha consciência da minha responsabilidade de tudo o que atraio para minha vida. 
Que eu perceba quando a criança interna minha e dos outros está falando mais alto do que as palavras...e ache até graça disso.
Que eu saiba ouvir um não com bom humor.
Que eu sorria mais...aliás que eu sorria muito.
Que eu sinta prazer com a minha própria companhia...e que a solidão não me assuste. Mas...que eu nunca consiga estar só, mesmo quando eu queira.
Que alegrias pousem em meus ombros como passarinhos...

E que assim seja!!!



Mais um ano de vida! Mais um ano que ganho...
Feliz Aniversário para mim! 
Uma vida mais consciente para nós! :)

Um abraço cheio de paz...
Sheila Costa
do blog Passarinhos no Telhado.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

As crenças...


Toda crença é pesada e ligeira como uma guilhotina. 

NINGUÉM ESTÁ LIVRE DE PRECONCEITOS. Franz Kafka sabia disso por experiência própria, por ser judeu, tcheco e falar alemão.Nem mesmo as mentes mais abertas estão livres das ideias preconcebidas e dos estereótipos. A causa disso é cultural, já que tudo o que vivemos acaba atuando como filtro entre nós e a realidade. Hoje em dia, as pessoas não experimentam a rejeição e o desprezo apenas por parte daqueles que estão fora de sua comunidade, que são de outra cultura, raça ou religião. Elas também têm ideias preconceituosas e limitadoras acerca de si mesmas. Veja algumas:
• Acreditamos ser incapazes de fazer algo só porque nunca tentamos fazê-lo antes.
• Suspeitamos que outras pessoas nos censuram ou nos subestimam, embora seja bem possível que elas não tenham uma opinião formada sobre nós.
• Tendemos a acreditar que um fracasso se repetirá, mas nos esquecemos de que não há dois momentos nem duas circunstâncias iguais.

Allan Percy
do livro Kafka para Sobrecarregados- pg 12

O lado luz das sombras...


"Todos os acontecimentos negativos são bênçãos disfarçadas. Alguns escolhem viver sob a ilusão de que as coisas ruins acontecem sem nenhuma boa razão para isso, mas a dor tem uma função: ela nos ensina e nos guia para níveis mais altos de consciência." 

Debbie Ford
imagemdaqui

sábado, 11 de janeiro de 2014

O perdão...


"De modo geral, as pessoas que mais encontram dificuldades em se amar são aquelas que não se mostram dispostas a perdoar. O perdão, além de retirar um fardo pesado de seus ombros, é a chave que abre a porta para que possa entrar o amor."

Louise L. Hay
imagemdaqui


sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Flor do dia


“Quando encontra o seu propósito de vida e se coloca a serviço, você se torna um elo na cadeia da felicidade. A prosperidade, a saúde, o amor e a luz passam por você para chegar ao outro. Enquanto isso não acontecer, você poderá experimentar falta. Mas, isso é a misericórdia divina sendo derramada sobre você para te ajudar a se libertar da identificação com a natureza inferior; para fazer você se alinhar com o seu dharma (propósito). Pois, o sentimento de falta é simplesmente um sintoma do desalinhamento com o dharma.” 

Sri Prem Baba
imagemdaqui

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Banhos para Lavar a alma...


Você já teve a sensação de que está carregando o mundo nos ombros?
Alguma vez se interrogou por que, por mais que deseje algo, o seu sonho não se realiza?
Ou sentiu que uma situação parece amarrada de uma tal forma que é impossível desatar o nó? 
Se sim, pode ser que esteja precisando de uma ajudinha, ou melhor, de um bom banho. 

Há um saber antigo, transmitido a nós pelos índios e africanos, de que as plantas possuem princípios ativos terapêuticos. “É o caso do manjericão, da arruda, do alecrim e de muitas outras, que, em contato com a pele, liberam vibrações energizantes, calmantes e afrodisíacas”, explica a fitoterapeuta e naturopata Deuse Mantovani. Quando agregadas ao sal grosso, capaz de atrair para si a baixa energia, e a outros elementos que têm simbolismos, como o cravo e a canela, com fama de sedutores pelo aroma forte e doce, forma-se um caldo capaz de depurar toxinas e nos deixar mais leves. Como se o nosso campo energético ficasse em plena forma. “Quando isso acontece, a frequência do nosso campo mental entra mais facilmente em contato com a vibração daquilo que queremos atrair”, explica a terapeuta holística Monica Dubeux, que, junto com Deuse, cedeu suas receitas favoritas de banhos para atender alguns dos nossos maiores anseios. 

“As misturas devem ser usadas após o banho normal de higienização e derramadas somente do pescoço para baixo. No topo da cabeça está o chacra coronário, que deve ser sempre protegido já que por ele recebemos as bênçãos divinas”, explica Deuse. Após o banho terapêutico, Mônica recomenda apenas se enxugar. “Para que a ação desses elementos perdure e chegue ao nível mais sutil de limpeza.


Banho para trazer Saúde

Ingredientes
• 1 punhado de lavanda
• 1 punhado de camomila
• 1 punhado de manjericão
• 10 pétalas de rosa branca
• 1 punhado de alecrim

Como fazer
Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que a mistura volte à temperatura ambiente e coe. Após o banho, derrame- a do pescoço para baixo enquanto mentaliza seu desejo de ter mais disposição

Banho para ter Prosperidade

Ingredientes
• 10 pétalas de rosa amarela
• 7 folhas de louro
• 1 pitada de canela em pó
• 1 colher de chá de mel puro

Como fazer
Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que o líquido volte à temperatura ambiente e coe. Após o banho, derrame essa mistura do pescoço para baixo. Concentre-se na bem-aventurança.

Banho de Descarrego 1

Ingredientes
• 3 punhados de sal grosso
• 1 maço de manjericão

Como fazer
Ferva 1 litro de água. Numa vasilha, macere, com as mãos, o manjericão. Jogue a água no recipiente com a erva. Espere esfriar. Use outra panela para misturar 3 punhados de sal grosso em 1 litro de água. Após o banho, despeje, do pescoço para baixo, a mistura com sal. Em seguida, a do manjericão. O sal retira todas as energias (positivas e negativas), por isso o segundo banho é necessário. Mentalize que tudo de ruim vai embora.

imagem: Eduardo Girao

Banho de Descarrego 2

Igredientes
• 3 punhados de sal grosso
• 3 folhas de guiné
• 1 maço de catinga-de-mulata
• 1 maço de hortelã

Como fazer
Ferva os ingredientes em 1 litro de água. Espere até que a mistura volte a temperatura ambiente e coe. Derrame a mistura do pescoço para baixo após o banho. Mentalize que toda energia negativa está deixando o seu corpo.

Banho de Proteção

Ingredientes
• 1 pequeno ramo de arruda
• 1 maço de guiné
• 1 espada-de-são-jorge cortada em sete pedaços

Como fazer
Numa vasilha, pique com as mãos todas as plantas. Depois, despeje sobre elas 1 litro de água fervida. Abafe o conteúdo com uma tampa e espere esfriar. Após o banho, despeje essa mistura sobre o corpo do pescoço para baixo. Peça ao arcanjo São Miguel, ou ao seu mestre protetor favorito, todo amparo de que precisa.

Banho para atrair Amor

Ingredientes
• 3 gotas de essência de baunilha
• 3 gotas de essência de rosa
• 7 cravos
• 3 paus de canela
• 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
• 1 maçã cortada em quatro

Como fazer
Ferva os ingredientes em 1 litro de água mineral. Espere até que a mistura volte a temperatura ambiente e coe. Derrame-a do pescoço para baixo após o banho. Dirija o seu pensamento para o amor que deseja, pedindo que ele lhe traga tudo o que você almeja, como paz, alegria, respeito e muito amor.

Fonte: Revista Bons Fluídos



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...