Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Acredite no seu coração...



Qual a diferença entre fé e medo?
Nenhuma.
Ambos são acreditar em algo que não existe ainda.
Todas as vezes em que você duvidar de que é capaz de viver seus sonhos lembre-se de que absolutamente nada pode ser mais forte do que um desejo verdadeiramente oriundo do seu coração. Não vindo do medo, ou da evitação, ou do receio - da mente. Eu disse, do coração.
Acredite no seu coração. Acredite na sua verdade. E sempre que começar a achar que seu medo ou sofrimento são grandes demais, não se esqueça: pelo menos uma vez na história da humanidade, alguém mais já viveu exatamente o que você está vivendo. Todas as dores da humanidade são isso: dores da humanidade, combate entre mente e coração, eu e ego, amor e medo. Sintonize-se com o amor, preocupe-se apenas com isso. Vá adiante.
Lembre-se: você pode estar tão perto de onde quer chegar que, talvez, a felicidade seja só seguir em frente. 

Flávia Melissa

Seguimos então...
Boa semana!


sábado, 28 de junho de 2014

Soltar...



"Soltar não é me desligar, mas entender que eu não posso controlar o outro.Soltar é permitir-se aprender com as consequências naturais dos acontecimentos. Soltar é não culpar ou acusar outros, mas dar o melhor de mim.Soltar não é corrigir, mas dar suporte. Soltar não é negar, mas aceitar.Soltar não é repreender ou argumentar,mas identificar minhas próprias falhas e corrigi-las.Soltar não é ajustar tudo aos meus desejos, mas tomar cada dia como ele vem, e valorizar-me nele. Soltar não é reclamar do passado, mas crescer e viver para o futuro. Soltar é temer menos e amar mais."

Brahma Kumaris
imagendaqui

Flor do dia



“Alguns acreditam que precisam se esforçar para aquietar a mente, mas esse esforço só vai agitá-la ainda mais. Você não tem que fazer nada além de ampliar a percepção através da totalidade na ação (presença). Assim, quando os pensamentos vêm, eles simplesmente explodem como bolhas no ar. Se você puder desenvolver a presença, não importa a situação ou o lugar no qual se encontra - nada vai abalar a sua serenidade.” 

Sri Prem Baba
imagemdaqui

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Vai...conta...


"E em vez dos carneirinhos,
ou dos problemas que te tiram o sono,
conta as bênçãos! Irás perder a conta..."

Rachel Carvalho
imagemdaqui

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Dois lados da mesma moeda...


“Ontem à noite mesmo, a Ellen me perguntou:
- Papai, quando vamos ficar ricos?
 Mas eu não lhe disse o que sei:
- Vamos ficar ricos logo, e você que lida mal com a pobreza, vai lidar mal com a riqueza do mesmo jeito.
 E é verdade. Na pobreza, ela é invejosa. Na riqueza, pode ficar esnobe. O dinheiro não transforma a doença, apenas os sintomas”.

Trecho de “O Inverno do Nosso Descontentamento“,
de John Steinbeck, Capítulo VII, pg 78

Flor do dia


“A humildade nasce do sentimento de igualdade - o humilde não se sente abaixo nem acima de ninguém. A pessoa verdadeiramente humilde se sente igual ao outro, não abaixo. Se ela se sente abaixo, isso não é humildade, é orgulho disfarçado de humildade. Esse aspecto do orgulho faz a pessoa se sentir impotente e fracassada. Puro orgulho.”

Sri Prem Baba
imagemdaqui

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Estou liberto e abençoado por Deus...


"Estou liberto e abençoado por Deus para receber o bem, o bom e o belo..."

“A autoliberação é uma disposição mental muito importante quando o seu decreto trata da necessidade de receber alguma coisa. Inconscientemente,muitos não se acham merecedores ou vivem, alguns em processo de autopunição e, outros, de exclusão social mesmo, numa pindaíba de cortar o coração.

Quando se diz “estou liberado e abençoado por Deus para...”, a mente destrava e abre possibilidades boas e inesperadas. Repita, até conseguir que este seja o seu primeiro pensamento ao acordar e se transforme numa segunda natureza, viva e atuante. Porém, isso não impede de ser feito todas as vezes em que possa se lembrar. Repetição, meu filho, porque, água mole em pedra dura tanto bate até que fura..."

Nilsa Alarcon

Repetição...a base da reprogramação mental! 
Reprogramando mentes e abrindo portas...
E assim é :)


terça-feira, 24 de junho de 2014

Polaridades...



A pessoa feliz não é aquela está sempre feliz. A pessoa feliz é aquela que é feliz mesmo quando há infelicidade.

Tente entender isso. A pessoa feliz é aquela que entende a vida e aceita as suas polaridades. Ela sabe que o sucesso é possível apenas porque o fracasso também é possível. Por isso, quando o fracasso vem, ela o aceita.

Procure no dicionário a letra "f" – apenas ali você encontrará sempre a felicidade. Na vida, as coisas são muito misturadas. Dia e noite estão juntos, felicidade e infelicidade também. A vida e a morte estão juntas, assim como tudo está.

A vida é rica por causa das polaridades opostas. A própria ideia de que se gostaria de ser feliz para sempre é estúpida. A própria ideia trará apenas infelicidade e nada mais. Você se tornará cada vez miserável, porque estará cada vez mais perdendo a sua chamada “felicidade eterna”. 

Osho
imagemdaqui



segunda-feira, 23 de junho de 2014

Por que os problemas se repetem na minha vida?


Observe como problemas semelhantes tendem a se repetir ao longo das nossas vidas. Conheço uma pessoa que já abriu várias firmas. Em todas se repetiu a mesma história: inconstância financeira, muitas dívidas com os fornecedores e falência. Nas primeiras firmas que ele abriu culpou os sócios pelo insucesso. Ele dizia que trazia grandes negócios e fazia sua parte mas os sócios eram incompetentes. Só que na última firma que ele abriu  não teve sócio. O resultado foi o mesmo: dívidas. Agora é possível que ele diga que isso aconteceu porque ele não teve um sócio. Logo ele deve abrir outra firma em nome de outra pessoa, e é provável que aconteça a mesma coisa.

Tem a mãe de um amigo meu que desde que eu tenho 10 anos de idade eu ouço dizer que ela vive pendurada em empréstimos bancários. Já estou com quase 35 anos e a situação dela ainda é a mesma. Conheço uma mulher que é sempre abandonada pelos namorados. Tem outra que nem chega a namorar pois quando está iniciando algum relacionamento  o rapaz simplesmente desaparece, não liga mais, não atende ligações e fim de papo. Ela diz que acha que faz tudo certo e não consegue entender porque isso ocorre.

Uma amiga minha está sempre em conflito com vizinhos. Ela se muda de prédio e tem conflito no novo prédio, se muda de novo e o mesmo se repete. Ela sempre acha que a culpa é das pessoas que arranjam muita confusão.  
                
Tem uma outra que vive sendo explorada por todo mundo. Ela vive se queixando dizendo que isso acontece porque as pessoas são invasivas, entronas, sacanas, caras de pau, desonestas. Na visão dela,  boa parte das pessoas são assim.
                
Um colega é sempre traído pelas namoradas que arranja. Ele diz que isso acontece porque não tem mais mulher que preste.
                 
Tem mulheres que sempre se envolvem com homens que bebem muito. De repente a mulher acaba um relacionamento, começam um novo com um homem que bebe pouco, só que ele passa a beber muito ao longo do tempo.
                
Recentemente recebi este email de uma leitora:

“Boa noite, André
Gostaria de saber se você pode me esclarecer e também me ajudar a resolver esse  caso. Bem começa assim, em todos os lugares que começo a trabalhar os 3 primeiros meses são maravilhosos, faço tudo certinho e todas as pessoas gostam de mim e  os chefes gostam do meu trabalho. Depois desse tempo sempre aparece uma pessoa e envenena  tudo que construí:  amigos chefes. Aí tudo desanda, e acabo sendo despedida. As pessoas começam a me olhar de  lado  o meu trabalho não anda, parece que tudo que faço não presta e ninguém gosta, começam as conversinhas pelas minhas costas, fofocas e  disse-me- disse. Agora mesmo estou saindo de uma empresa que gosto muito de trabalhar porque a minha coordenadora não me quer mais na equipe, como não tem outra posição fui demitida. Estou muito triste e frustrada, não sei como resolver isso. Será que você pode me ajudar? Pelo amor de Deus. Não sei o que fazer.”

Ao passarmos por essas situações, nossa tendência é sempre buscar culpados no exterior: as pessoas são injustas, os homens não prestam, as mulheres são safadas, é azar, é macumba, todo mundo é encrenqueiro, as pessoas são desonestas e etc...

Coincidentemente eu estava atendendo uma mulher com um problema bem semelhante ao da moça que me escreveu o email. Ela também não entendia porque aquilo se repetia em sua vida, parecia azar. Um caso como esse normalmente tem como pano de fundo vários eventos que a pessoa viveu de injustiça, rejeição e outros sentimentos que muitas vezes  vem lá da infância.

Como é que eu sei disso? É que a experiência em consultório mostra que um sentimento intenso no presente é a repetição de algo de um passado mais distante. E quando começo a investigar a vida da pessoa, normalmente encontro vários eventos que tiveram sentimentos parecidos. Esses eventos podem ou não ser semelhantes entre si, mas em comum eles tem emoções  que são sempre bem parecidas.

O que acontece é que os sentimentos negativos ficam guardados dentro de nós e de forma inconsciente vamos procurar alimentá-los. A própria emoção negativa toma conta das nossas ações e nos faz tomar atitudes (ou deixar de tomar) para que entremos em situações que vão gerar mais ainda do sentimento negativo. É extremamente sabotador. Você segue permitindo uma coisa aqui, vai deixando de ver outra ali, vai se comportando de uma forma que você não sabe que leva a problemas, e quando menos espera, está criada a repetição de uma situação.

Cada sentimento guardado vai buscar se alimentar através de você criando mais situações que geram mais do mesmo sentimento. Esse processo se dá de duas formas. Você inconscientemente fala, age e pensa e chega  a distorcer e interpretar fatos de modo a criar a situação negativa, e o universo pela lei da atração ajuda a criar os cenários  atraindo comportamento negativos das pessoas e situações propícias. 

Ou seja, a raiva guardada atrai mais situações de raiva, o sentimento de escassez interior atrai dificuldades financeiras, o sentimento de injustiça atrai mais situações de injustiça.

Cada vez que um determinado tipo de problema está se repetindo, é um sinal muito forte de que existem sentimentos negativos, crenças e pensamento que você vem guardando há tempos que estão levando você a criar aquilo tudo inconscientemente. 

Por mais que pareça ser culpa dos outros ou azar, a razão está sempre no seu interior. Você pode se perguntar:  Que tipo de problema está se repetindo em minha vida? Que sentimentos guardados, quais situações mal resolvidas do passado podem estar contribuindo para a repetição desses problemas?

André Lima - EFT
imagem: google

sábado, 21 de junho de 2014

Flor do dia


“Seu coração se alegra quando você se sente guiado; quando percebe que não está sozinho e que não é uma folha solta ao vento, mas que existe uma inteligência conectando tudo, e que você faz parte disso - você faz parte desse jogo. Então, você se sente pertencendo - você é uma flor no jardim do criador. Dessa forma não há tristeza. Mas, para chegar a esse estado de contentamento é preciso aprender a escutar a voz da intuição e a prestar atenção na sincronicidade, porque, por trás de uma misteriosa “coincidência” sempre há uma mensagem para você. A sincronicidade é a linguagem que o universo utiliza para te mostrar os próximos passos da sua jornada.”

Sri Prem Baba
imagemdaqui

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Larga o que passou e o que te fizeram...



“Larga o que passou e o que te fizeram, e o que você podia ter feito, e a resposta que você não deu, porque nada disso tem importância. O que tem importância é você agir com domínio de si e produzir o seu próprio bem, porque quando você fica no seu bem, nada te pega, nada te irrita, nada te tira do domínio." 


Calunga
imagemdaqui

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Onde você está?


"Todo sofrimento vem de estar aqui, querendo estar lá" - Eckhart Tolle

Onde você está?
Esteja presente. Este momento tem muito a te proporcionar e ensinar, o que você está deixando passar enquanto se perde em pensamentos do que deveria ou poderia estar vivendo?
Esteja presente. E, às vezes, a melhor forma de estar presente é apenas parar por alguns segundos, fechar seus olhos, respirar fundo e soltar o ar, lentamente. Então olhe ao redor: onde seu corpo estiver, este é o seu presente.
Não fuja: aceite o que quer que esteja acontecendo com você neste momento, simplesmente aceite. Ainda que não seja de seu agrado: aceite. O primeiro passo para transformar o que quer que seja é não brigar com o que é. É o que é e quanto mais você resistir, mais a situação vai persistir.
Então aceite.
Coloque seus dois pés, firmes, no chão do que é.
Sem os dois pés firmes não existe a possibilidade de dar um passo em qualquer outra direção.

Flávia Melissa
imagemdaqui

terça-feira, 17 de junho de 2014

O Novo...


"Lembre-se de que mudança é vida. Em cada momento, permaneça disponível ao novo." 

Quando as pessoas se apegam ao passado, as mudanças param, pois elas vêm com o novo. Com o velho, não existe mudança, mas as pessoas se apegam ao velho porque ele parece seguro, confortável, familiar. Você viveu com ele, então o conhece, tornou-se habilidoso nele, tem conhecimento a respeito dele. Com o novo, mais uma vez você será ignorante; com o novo, você cometerá enganos; com o novo, quem sabe para aonde ele irá? Daí surgir o medo,e, a partir desse medo, você se apega ao velho. E no momento em que você começa a se apegar ao velho, você interrompe o fluir. 
Permaneça disponível ao novo. Morra sempre para o passado. Ele está terminado! Ontem foi ontem e nunca poderá voltar. Se você se apegar a ele, estará morto com ele; ele se tornará seu túmulo. Abra o coração para o que está vindo. Dê as boas vindas ao nascer do sol e sempre diga adeus ao pôr do sol. Sinta-se grato, ele deu muito, mas, a partir da gratidão, não comece a se apegar a ele.
Se você puder se lembrar disso, sua vida seguirá desenvolvendo-se, amadurecendo. Cada novo passo, cada nova aventura, traz nova riqueza. E quando a vida toda é movimento, na hora da morte você estará enriquecido e terá conhecido algo tão grandioso do supremo, que a morte não poderá tirar coisa alguma. A morte chega apenas para as pessoas pobres, para aqueles que não viveram.

Osho
no livro: 365 Meditações Diárias pg 219



domingo, 15 de junho de 2014

Composto Fitoenergético para cura de Medos e Traumas



Olá amigos!

Vou compartilhar com vocês uma fórmula fitoenergética que foi retirada do livro do Bruno J. Gimenes do qual estou utilizando e vem me fazendo muito bem.
O bom desta técnica é que as ervas vão agir diretamente no chacra a que se destinam, cada uma tem o "endereço" certo para curar. Pode ser que tenha um pouco de diarreia, choro, algo parecido como resfriado...não se preocupe que é normal, é apenas o processo de cura limpando todas as células.

Agora, segue os ensinamentos...

1) Escolha conforme sua necessidade atual:
  • MEDO: apenas uma erva, pode ser camomila, alecrim ou malva (o medo está associado ao 3º chacra).
  • SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA, EXTREMA TENSÃO, TRAUMAS E OUTROS CHOQUES EMOCIONAIS: Cáscara sagrada, bardana e cavalinha. Todas fáceis de encontrar em casas de produtos naturais.
2) Agora vem o diferencial da técnica:
  • Limpeza energéticas das ervas (de todas as pessoas que as manipularam, onde ficou estocada): Faça uma oração sincera pedindo aos seres de luz e da natureza que limpem energicamente as ervas. Imagine a luz violeta nelas;
  • Potencializar o efeito das ervas: mais orações, desta vez visualize a luz verde, em seguida azul e depois dourada. Coloque sua intensão, o motivo que deseja a cura.
3) Pegue um pouco de cada erva e misture em uma vasilha. Para fazer o chá, é uma pitada desta mistura, não tem problema se pegou mais de uma ou outra erva...já estão energizadas.Fica com uma cor bem clarinha, quase sem gosto. Pode ser dado para crianças também.

4) Não deixar a água ferver,coloque nas ervas e tampe...espere uns 3 minutos e beba com muita concentração e fé.

5) Tome 3 vezes ao dia, por 3 dias seguidos. Caso deseje, 7 dias 2 vezes ao dia ou 10 dias 1 vez ao dia no mesmo horário
Deve ser em dias seguidos, 1 xícara no máximo e no mínimo meia.

Bom, faça o teste e tire suas conclusões!

Beijos equilibrados...

sábado, 14 de junho de 2014

A primeira amizade...



"A primeira amizade precisa ser consigo mesmo, mas muito raramente se encontra uma pessoa que seja amistosa consigo mesma. Somos inimigos de nós mesmos, enquanto ficamos esperando, em vão, sermos amigos de alguém mais."

Osho
imagemdaqui 

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Totalidade...


"A cada momento há a possibilidade de ser total. Seja o que for que esteja fazendo, fique tão completamente absorto, de modo que a mente não pense nada, esteja simplesmente ali, seja apenas uma presença. E mais e mais totalidade virá para você e o sabor da totalidade o tornará cada vez mais e mais capaz de ser total. Procure perceber quando você não está sendo total. Esses são os momentos que precisarão ir sendo abandonados pouco a pouco. Quando você não é total... sempre que você estiver na cabeça -- pensando, refletindo, fazendo cálculos, sendo astuto, achando soluções engenhosas --, você não é total. Pouco a pouco, vá se descartando desses momentos. Trata-se apenas de um velho hábito. Hábitos são difíceis de se deixar. Mas eles morrem certamente -- se a pessoa persiste, eles morrem."

Osho
imagem google

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Cappuccino, amor, copa...e mente limpa...



Adivinha o que tem aqui em casa hoje? hã?
Cappuccino by Passarinhos...
Para comemorar o início da copa...o dia dos namorados...enfim...a vida!
Com um toque de canela para perfumar e alegrar...
Com a mente limpa...
Nada de passado, nada de futuro...
Só o aqui e agora...e essa caneca fumegante...
Eu e ele...e nada mais!

Feliz dia dos Namorados a todos 
que passarem por aqui :)

imagem: by passarinhos

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Como descobrir minha missão nesta vida?


“Quando você fala sobre abraçar a sombra, retrata bastante alguns aspectos da minha vida. Resumidamente, tenho 48 anos e sinto-me amarrado e vendado em relação ao futuro. Uma vez você disse que ‘todo ansioso acaba se transformando em um depressivo’, e isso me deixou preocupado. Te pergunto, como posso me libertar e descobrir minha missão nesta vida?”.

R: Antes de mais nada, saiba que 75% da resposta que você espera já está em sua própria pergunta. Todos os elementos para perceber o que está atravancando seu desenvolvimento estão em suas próprias palavras: você se acha velho, preocupa-se demais com o futuro e sabe que vem fugindo de aspectos de si mesmo que não te agradam. Eu garanto que se você se dedicasse a trabalhar estas questões já seria meio caminho andado, porque existem tantos aspectos seus que estão sendo segregados e tanta energia vem sendo investida neste processo de fuga de si mesmo que, realmente, sobra pouco espaço para que visões criativas a respeito de sua vida possam acontecer.

Mas você fala sobre missão, e quando pensamos em missão sempre imaginamos coisas grandiosas – salvar os esfomeados africanos, descobrir a cura para o câncer, acabar com o problema ambiental no mundo. O que você diria se eu te garantisse que, em última análise, a missão de todos nós é apenas ser feliz? Sentir-se contente? Ser quem você é – e esta pode ser a mais desafiadora de todas. Ser, apenas e tão somente, quem você é. Mas veja bem, quando digo quem você é não estou falando da parte que você acha “bonitinha” de mostrar ao mundo. Estou falando: seja quem você é por inteiro. Pare de se dividir entre luz e sombra, simplesmente seja quem você é. Assuma tudo aquilo que você considera serem “falhas”. Permita-se ser tudo o que já é mas vem resistindo a ser.

Nós não percebemos, mas gastamos tempo, energia e saúde tentando ser aquilo que, acreditamos nós, irá agradar as outras pessoas e fazer com que nos sintamos “bons o suficiente” para sermos amados. Muitas vezes, nossas próprias escolhas profissionais refletem esta luta – quantos de nós não escolhem suas profissões baseados no desejo pelo reconhecimento que vem de uma carreira bem sucedida, pelo dinheiro que é ganho, pelo status social? Todos nós carregamos uma ideia arcaica de insuficiência e buscamos, muitas vezes, compensar esta insuficiência desempenhando profissões que não necessariamente representam nossas verdadeiras paixões.

Alguém que é apaixonado por fotografia decide ser engenheiro, outro que só pensa em viajar decide estudar medicina, uma garota que ama moda vai ser representante comercial da indústria farmacêutica – porquê isso acontece? Na minha percepção, estas pessoas não pensam que podem transformar suas paixões em atividades remuneradas e vão pelo caminho “mais fácil”, que aqui coloco entre aspas porque nada é mais difícil do que passar 8 horas por dia, no mínimo, fazendo algo pelo que não se é apaixonado. Estas pessoas julgam suas paixões pequenas demais, desimportantes demais, insuficientes demais para preencher-lhes a vida. Simplesmente as renegam a segundo ou terceiro plano e se conformam em viver 335 dias por ano esperando que as férias cheguem – décadas e décadas de juventude vão embora apostando que, um dia e se tudo der certo, a aposentadoria vai chegar para que, então, se permitam viver de verdade.

Pois eu te digo: seja abundante de si mesmo para com o Universo, e o Universo não terá outra alternativa a não ser ser abundante de volta com você. Não se economize, não escolha apenas uma parte sua para amar, para mostrar ao mundo, para celebrar a vida. Jogue luz em suas sombras e permita que elas saiam do porão. Leve sua sombra para passear e todas as suas paixões o mais a sério que puder – não comece arquitetando planos de como transformá-las em atividades remuneradas, simplesmente as desempenhe. Simplesmente seja você mesmo, o máximo que puder ser. Ninguém é tão bom em ser você quanto você mesmo e, se você o for cada vez mais, vai ser tão bom em ser quem é que começará a fazer coisas que ninguém mais poderá fazer tão bem quanto você. E um belo dia, antes que possa esperar por isso, as pessoas vão começar a te pagar por isso.

Não acredite em mim. Simplesmente teste. Alinhe-se, e todo o resto será consequência.

Flávia Melissa
imagemdaqui

Lendo, relendo...lendo de novo... hehe :)

terça-feira, 10 de junho de 2014

Decidi que quero ser leve. Por dentro e por fora...


"Decidi que quero ser leve. Por dentro e por fora... Olho para tudo o que está ao meu redor, mas olho com liberdade... Perdi a ilusão da posse... Nada é meu. Sou apenas um administrador do espaço em que me situo. Administro o sopro que está em mim, mas devemos saber que esse sopro a qualquer momento pode ser finalizado...E em tudo isso vejo um ganho. O tempo diminui, mas a intensidade com que vivo pode ser redobrada... Menos um dia? Não tem problema... Reforço a intensidade!"

Pe. Fábio de Melo
imagem:Louise Richardson

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Não olhe para o lado por tempo demais...


Não olhe para o lado por tempo demais para que corra o risco de se perder de você: o perigo que se corre ao se comparar com o outro é grande demais.

Comparações envolvem, quase que sempre, julgamentos. E todo julgamento é injusto porque leva muito pouco do outro em consideração e quase que inteiramente prioriza o uso de seus condicionamentos como referência única. "Quem se compara, perde" - Osho

Olhe para o outro, perceba o outro, mas quando começar a notar julgamentos nascendo dentro de você, esqueça o outro e olhe para si. Seu julgamento é seu: te pertence. São seus conteúdos sendo projetados. Você não vê as coisas como elas são, e sim como você é.

Flávia Melissa
imagem:andreaEL

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Floral Rescue


É a essência Floral do resgate, do socorro e que nos ajuda nos momentos de mal estar; em resumo podemos chamá-lo de  GOTINHAS DE BEM ESTAR.

Dr. Edward Bach era uma pessoa muito observadora do comportamento humano, e no inicio de seu trabalho, classificou 12 Tipos Básicos de comportamento e descobriu depois,  12 Florais que foram chamados de Doze Curadores. 

Iniciou seu trabalho com as Flores em 1928, e após encontrar estes doze criou o primeiro Rescue que tinha só 3 componentes:  Rock Rose, Clematis e Impatiens, e usou pelo primeira vez em um pescador que chegou a praia, quase morto. Dr. Bach colocou o Rescue em seus lábios e sentiu que ele foi voltando à vida, logo se recuperou e no dia seguinte estava tão bem, que quis voltar ao Mar. Foi somente em 1935, que completou seu Sistema Floral com 38 Essências, que fez o Rescue com 5 componentes, acrescentado mais 2 aos 3. 
Portanto agora o Rescue tem seus 5 componentes:

  • Rock Rose - coragem de vida para enfrentarmos momentos difíceis, e melhora os sangramentos;
  • Impatiens - paciência, calma, para relaxar até chegar o socorro;
  • Cherry Plum - ter lucidez nos momentos difíceis;
  • Star of Bethlehem - cicatrização de choques e traumas físicos ou emocionais;
  • Clematis - para estarmos acordados e presentes para ajudar a recuperação.

O Rescue foi a única combinação que Dr. Bach criou.

As suas 3 indicações básicas são:
1. Sofrimentos agudos e emergências - darei mais exemplos abaixo -  é a indicação principal.
2. Sofrimentos antecipatórios - todas as situações em que sofremos antes, como antes de exames, entrevistas, dentista, ginecologista, viagens, do pré-cirúrgico ao pós-cirúrgico, quando o médico der alta.
3. Pode ser utilizado a longo prazo, nos casos de pessoas que passam por sofrimentos crônicos, que tomam vários remédios para o físico, ou psiquiátricos, pois o Rescue harmoniza e tira os efeitos colaterais em que um remédio alopático afeta o outro e a pessoa passa mal.

Nenhum Floral cria dependência; as pessoas se sentem tão bem com ele, que tomam por muitos anos e sentem-se equilibradas e ele ajuda os outros tratamentos alopático, psiquiátrico, homeopáticos ou qualquer terapia complementar a funcionar melhor. 

Com uma pessoa fazendo quimioterapia ou radioterapia, pode ser usado durante todo o tempo do tratamento até terminar todas as sessões. Ele traz bem estar para enfrentar melhor qualquer doença, pois os Florais agem na força de vida da pessoa para ela reagir e se recuperar.

As situações de emergência podem ser:

Qualquer acidente conosco ou em que assistimos a um e precisamos estar bem até chegar o socorro médico; nos equilibra, ajuda parar o sangramento, a dor, a estarmos calmos, pois resgata nosso contato com nossa Alma, que passará toda vida e energia até sermos socorridos.
No caso de um corte, uma laceração, queimaduras, fraturas, ele age como grande cicatrizante. Podemos até fazer uso local com o spray ou 4 gotas em compressas para cicatrização e também dos pontos de um pós-cirúrgico.
Nos casos de problemas dentários, ele diminui o edema, que é o inchaço nas gengivas, cicatriza e melhora a dor. Muitos dentistas usam até a cirurgia para diminuir o sangramento, para ajudar quando se colocam os aparelhos e ficam doloridos; ele tira a dor e o inchaço.
Todo terapeuta deve ter seu vidro de stock de Rescue na sua mesa, se o cliente passa mal e começa a chorar; vai lhe ajudar a voltar ao equilíbrio para voltar a conversa.
Em qualquer processo de mal estar físico ou emocional, coloque 4 gotas em 1 copo de água  ou em 1 garrafa de água mineral e tome aos poucos até melhorar, como de uma crise de dor de cabeça, mal estar de gripe, problemas respiratórios - ele melhora muito a respiração - em qualquer crise de pressão alta ou baixa, hipoglicemia, ou qualquer dor. A pessoa toma sua homeopatia, ou alopatia, faz o cuidado para seu sintoma com orientação médica e faça seu copo de Rescue, que ajudará aos outros remédios funcionarem melhor.

NUNCA O RESCUE SUBSTITUIRÁ O CUIDADO MÉDICO, ELE RESGATARÁ A PESSOA PARA SEU CENTRO, ATÉ QUE SEU MÉDICO CHEGUE.

Fonte: Instituto Dr Bach

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Compartilhar seu contentamento...


Quando você está compartilhando seu contentamento, você não cria uma prisão para ninguém, você simplesmente dá. Você nem mesmo espera gratidão ou agradecimento, porque você está dando não para conseguir alguma coisa, nem mesmo gratidão. Você está dando porque está tão repleto ... você precisa dar. Assim, se alguém está grato, é você quem está grato à pessoa que ACEITOU seu amor, que aceitou seu PRESENTE. Ela o aliviou, permitiu a você que a banhasse. E quanto mais você compartilha e mais você dá mais você tem. Então isso não o torna um avarento, não cria um novo medo, o de que "eu posso perder isso". Na realidade, quanto mais você o perde, mais águas frescas fluem, vindas de nascentes sobre as quais você não estava consciente anteriormente. 

Osho 

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Você também está certo...


Dois homens estavam em uma disputa por algum motivo e foram contar o que estava acontecendo para um homem muito sábio, na esperança de que ele dissesse que tinha a razão.

O primeiro homem contou sua versão do que havia ocorrido e, depois de ouvir atentamente, o homem sábio respondeu: "você está certo".

O segundo homem, indignado, contou então sua versão da história e, depois de ouvir com igual atenção, o homem sábio lhe disse: "você está certo".

Os dois homens ficaram sem nada entender e, um terceiro homem, que ouvia a tudo o que era discutido, não aguentou e se manifestou: "mas como assim? O primeiro homem contou a sua versão da história e o senhor disse que ele estava certo, o segundo lhe contou a sua versão e o senhor também disse que ele estava certo... Isso não faz o menor sentido!".

Ao que homem sábio respondeu: "Você também está certo".

Moral da história?
NINGUÉM nunca está errado em sua forma de enxergar o mundo

Flavia Melissa


terça-feira, 3 de junho de 2014

A paz da aceitação...


As pessoas o têm julgado e você aceitou a ideia delas sem um exame minucioso. Você está sofrendo todos os tipos de julgamentos das pessoas e está jogando esses julgamentos em outras pessoas. Esse jogo alcançou proporções incríveis e toda a humanidade está sofrendo isso.
Se você quer sair desse estado, a primeira coisa é: não julgue a si mesmo. Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas fraquezas.
Não há necessidade de fingir o contrário, seja simplesmente você mesmo: É assim que eu sou - cheio de medo. Não consigo sair na noite escura, não consigo ir na floresta densa. O que há de errado nisso? É simplesmente humano.
Quando você se aceita, você é capaz de aceitar os outros, porque você terá um insight claro de que eles estão sofrendo da mesma doença. E aceitando-os, você irá ajudá-los a aceitar a si mesmos. Podemos reverter todo o processo: você se aceita e isso o torna capaz de aceitar os outros. E porque alguém os aceita, eles aprendem a beleza da aceitação pela primeira vez - QUANTA PAZ SE SENTE - e eles começam a aceitar os outros.

Osho
imagemdaqui

segunda-feira, 2 de junho de 2014

O amplificador...


Queridos, nós entendemos que quando alguma coisa indesejada lhes acontece, vocês se comprometem muito para nunca mais deixar essa coisa lhes acontecer outra vez.
Por causa desse comprometimento, muitos de vocês acabam por estar em alerta máximo prestando atenção nessa exata coisa.
Por favor, saibam que se vocês a estão vivendo ou se vocês estão cuidando para nunca vivê-la outra vez, vocês ainda estão imersos na energia do que vocês não querem.
Muitos de vocês se preocupam que se baixarem sua guarda acontecerá de novo.
Nós lhes garantimos: vocês não podem criar o que vocês querem a partir de um espaço do que vocês não querem.
Não dá.
Deixem o passado para trás e focalizem-se num futuro brilhante que corresponde com o que vocês desejam experimentar!
Confiem que o universo indicará o caminho.
Se houver algo que vocês precisam se reportar, quando estiverem cocriando com o universo, com toda certeza ele será trazido para a sua atenção.
Se vocês entendem que seu foco é um poderoso amplificador, por que não usá-lo para amplificar todas as coisas maravilhosas que vocês querem e verdadeiramente merecem?

Canalizado por Shelley Young
imagemdaqui

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...