Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

sábado, 30 de agosto de 2014

Sobre o perdão


"As pessoas geralmente pensam que o perdão é para aqueles que são dignos disso, que ele é apenas para aqueles que o merecem. Mas, quando somente alguém que merece ser digno de receber o perdão é perdoado, isso não é muito um perdão. Você não está fazendo nada de sua parte - é ele quem merece. Você não está sendo amoroso e compassivo. Seu perdão só será autêntico quando até mesmo aqueles que não merecem puderem recebê-lo. Não se trata de se a pessoa merece ou não. A questão é se seu coração está preparado ou não." 

Osho
imagemdaqui

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O momento presente...


Existem apenas dois dias no ano em que nada jamais poderá ser feito para te conduzir na direção da vida próspera, plena e repleta de bênçãos que você quer viver: o ontem e o amanhã.
Na época em que morei na China conheci um mestre que dizia que o presente não faz parte do tempo, e sim da eternidade. No momento presente sempre existe esperança. No momento presente ainda existe vida para ser vivida. No momento presente todas as possibilidades existem. No momento presente é que reside, eternamente, a oportunidade de sermos felizes.
Ontem e amanhã são as maiores ilusões que existem. Ontem e amanhã não são reais. Não importa o que foi do seu ontem e nem se o amanhã vai chegar ou não: é no hoje que temos a oportunidade de transformarmos o mundo em algo mais brilhante e amoroso, é hoje que moram todos os riscos que precisamos correr para sermos as pessoas que queremos ser e viver a vida que queremos viver.
Só por hoje, sem ontem e nem amanhã. O que você quer ser, no dia de hoje?

Flavia Melissa
imagemdaqui

Vivendo o momento!
Bom final de semana! :)

Flor do dia


“Quando puder olhar nos olhos daqueles que compõem a sua constelação familiar e sinceramente agradecer por tudo, você estará pronto para esquecer que nasceu, o que significa estar pronto para ir além da personalidade; além da consciência humana, e ancorar a consciência divina. Você finalmente poderá se lembrar da sua verdadeira identidade, que está além da sua história, do seu corpo e do seu nome.”

Sri Prem Baba
imagemdaqui

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

AVC na linguagem do Corpo


Acidente Vascular Cerebral - AVC 

É sinal de um gênio difícil e reflete uma pessoa que prefere a morte a ter de mudar seu comportamento, que resiste, rigidamente, em suas opiniões, crenças e condutas. 
O derrame mostra que a pessoa vive tensa, teimosa em suas observações e críticas e constantemente causa atritos com outras pessoas, sobrecarregando seu cérebro com pensamentos e emoções fortes. 

Não queira ser dono da verdade! Solte esse "método" de conseguir a atenção das pessoas para si. Mostre-lhe que você também é sensível e pode ter seus medos como elas. Converse pausadamente e ouça o que os outros têm a lhe dizer. 
Faça de sua inteligência um veículo amistoso e flexível. 
Policie-se até que consiga estar livre dessa rígida personalidade e do sentimento de vítima que o domina. 

Não é somente o mundo que necessita de mudanças: você também necessita. 
Não é demérito para ninguém aceitar, humildemente, idéias e opiniões de familiares e de amigos. 
Somos amados pelo nosso carisma e não pelos atritos que criamos. Não é possível que você aprecie o sentimento de dó que as pessoas passarão a sentir por você! 

Cresça e deseje ser feliz com seus próprios sonhos e liberte as pessoas para que sigam seus caminhos, como prova de seu verdadeiro desprendimento e confiança.

Cristina Cairo
Fonte: STUM
imagem: Sarolta Ban


Leia mais sobre a Linguagem do Corpo : AQUI

Você sabe o que é o stress? hã?


Na próxima vez em que perceber que está estressado, pergunte-se o que está lhe causando medo. "Stress" é apenas medo, só isso. Você não precisa ter medo da vida nem das suas próprias emoções. Descubra o que está fazendo com você mesmo para criar esse medo. Seu objetivo interno é alegria, harmonia e paz. Harmonia é estarmos em paz com nós mesmos; é impossível ter "stress" e harmonia interior ao mesmo tempo. Quando você está em paz, faz uma coisa de cada vez e sabe lidar melhor com os acontecimentos externos. Por isso, quando sentir stress, faça algo para se livrar do medo: respire profundamente ou faça uma caminhada. Afirme: “Sou o único poder no meu mundo e crio uma vida de paz, amor, alegria e realização.” A prosperidade será sempre criada a partir da alegria e com alegria. [...]

Louise L. Hay
imagemdaqui

Adorei a definição! :)

A iluminação...


A iluminação é simplesmente o processo de tornar-se perceptivo em relação às camadas inconscientes da personalidade e abandoná-las. Elas não são você: são faces falsas. E, por causa dessas faces falsas, você não pode descobrir sua face original e verdadeira. A iluminação nada mais é do que a descoberta da face original - a realidade essencial que você trouxe consigo e a realidade essencial que levará com você quando morrer. Todas essas camadas acumuladas entre o nascimento e a morte ficarão para trás.
Quando você atinge a iluminação, não se torna uma nova pessoa. Na verdade, você não ganha nada, apenas perde algo: se desprende de suas correntes, de suas amarras, deixa para trás seu sofrimento e vai perdendo outras coisas. A iluminação é um processo de perda. Quando não há nada a perder, esse estado é o nirvana. Esse estado completo de silêncio pode ser chamado de iluminação.

Osho
imagemdaqui


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Individualidade


Você talvez não saiba que a palavra "personalidade" vem do idioma grego. Significa "máscara". Nas tragédias gregas clássicas, todos os atores usavam uma máscara. Persona significa "máscara" e de persona nos veio a palavra "personalidade". A menos que você deixe de lado sua personalidade, não será capaz de encontrar sua individualidade. A individualidade é atribuída pela existência, enquanto que a personalidade é imposta pela sociedade. A personalidade é uma convenção social. A sociedade não pode tolerar a individualidade, porque a individualidade não irá seguir ordens, como as ovelhas. A individualidade é como um leão, e os leões se movem sozinhos. As ovelhas estão sempre em um rebanho, acreditando que, por estarem lá, ficarão seguras. Dentro de um rebanho é possível sentir-se mais protegido e seguro. Se alguém ou alguma coisa atacar, é mais fácil salvar-se em meio a um rebanho, mas não se você estiver sozinho. Apenas os leões se movem sozinhos. E cada um de vocês nasceu como um leão, mas a sociedade continua condicionando-os, programando suas mentes para serem uma ovelha. Isso lhes dá uma personalidade, uma personalidade confortável, simpática, muito prática, muito obediente. 

Osho
imagemdaqui

Somos espelhos uns dos outros...


"As pessoas com as quais nos relacionamos são sempre um espelho refletindo nossas próprias crenças, e simultaneamente nós somos espelhos refletindo as delas. Assim, o relacionamento é uma das mais poderosas ferramentas para o desenvolvimento - se olharmos honestamente para nossos relacionamentos, nós conseguiremos ver muito sobre como nós os criamos". 

Shakti Gawain
imagemdaqui

Ai Deus...
As vezes vemos cada crença nossa refletida, que dá medo! hehe :)
Bom dia!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Sua Vibração...


"Você atrai através da sua vibração. Tudo no Universo está sob a poderosa Lei da Atração... E quando você vibra dor, não pode atrair alegria. A vibração da dor atrai apenas dor. A vibração da alegria atrai alegria, a vibração da doença atrai doença ... A Lei É, e o maravilhoso disto é que quando entende a Lei, e é sensível o bastante para sentir como está vibrando, então você está no controle da sua experiência." 

Abraham-Hicks
imagemdaqui


Depende de você o lugar em que vive...


"Se você condenar tudo, toda pequena alegria, se você se tornar alguém que só faz condenações, que só envenena, então essa mesma Terra virará um inferno — mas só para você. Depende de você o lugar em que vive. Tudo é uma questão da sua própria transformação interior. Não é uma questão de mudar de lugar, é uma questão de mudar de espaço interior."

Osho
imagemdaqui

Pois é...

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Escolha quem você quer em seu caminho...


"Preserve a sua paz, mantendo uma prudente distância emocional de pessoa que usa as palavras para trocar farpas, alfinetar e colocar você para baixo, como se ela fosse o máximo, e você, o mínimo. Nunca alfinete de volta. Prefira o silêncio. Ou então, fique bem longe. Se não puder ficar longe, construa a sua retirada, mas nunca se submeta a uma pessoa desequilibrada. A paz interior e o poder que ela acrescenta em sua vida parte da atitude firme em se desviar de tudo que incomoda a sua Alma. Está na hora de ser feliz e escolher melhor quem você quer no seu caminho.”

 J. C. Alarcon e Nilsa Alarcon
imagemdaqui

Não "alfinetar" de volta é não entrar na mesma energia. 
E se a pessoa está provocando, no fundo ela está querendo uma "reação" nossa. 
E quando essa reação não vem, ela se perde.
Se não podemos escolher de fato quem entra na nossa vida...podemos escolher sim aqueles que merecem nossa atenção. 
Se temos dois ouvidos é para selecionar o que entra...e o que sai.
Paz e Luz...

Aspectos da mesma energia...


"O amor é uma roseira. A pessoa não quer aqueles espinhos. Ela gostaria que a roseira fosse só flores, sem nenhum espinho. Mas eles vêm juntos, são aspectos de uma mesma energia." 

Osho
imagem:google

Boa Semana! :)

domingo, 24 de agosto de 2014

Queremos ser amados mas...


Em alguns momentos sinto que passamos metade de nossas vidas na tentativa de conquistar o amor das pessoas custe o que custar e, então, a outra metade tentando voltar a ser quem éramos no princípio, antes de nos anularmos de tantas formas tentando ser merecedor do amor das outras pessoas.

Penso que, quando esta segunda parte da vida se inicia, não existe ferramenta mais poderosa do que o perdão. O auto perdão, antes de qualquer outra coisa, por não termos conseguido nos transformar no umbigo do universo de todas as pessoas que, um dia, desejamos que nos amassem do modo como nós queríamos ser amados. E o perdão do outro que, afinal de contas, sempre foi como foi mas que, talvez, nós nunca tenhamos enxergado de verdade porque tudo o que vemos é a nós mesmos, nós mesmos, nós mesmos.

Perdoar é compreender que recebemos do outro apenas o que o outro tem a dar e que, de alguma forma, isso há de ser suficiente. Quando nos conectamos com o amor de verdade paramos de esperar que o outro seja assim ou assado e, então, não há necessidade alguma de perdoar o que quer que seja porque não existe ofensa alguma sendo cometida. Todos estão, sempre, fazendo o melhor possível e, no caminho do coração, não existe espaço para expectativas, apenas para a gratidão.

Que trilhemos, enfim, o caminho para o amor incondicional. O perdão é o maior atalho que existe.

Perdoemos!

Flavia Melissa
imagemdaqui


sábado, 23 de agosto de 2014

Flor do dia


“Tenho falado sobre a importância de prestar atenção nas sincronicidades, pois elas são a voz da sua intuição (a voz de Deus) dentro de você. Porém, vejo que muitos não conseguem ouvir esses sinais da existência, pois estão apegados a um determinado desfecho para as situações, ou seja, estão cheios de expectativas. Isso é uma limitação porque você pré-determina uma forma e espera que a vida se encaixe nela. Mas, a vida traz infinitas possibilidades, e talvez ela te ofereça algo que vai muito além dos seus planos.” 

Sri Prem Baba
imagemdaqui

A mente queixosa...



A existência cuida de todos. Não poderíamos existir sem o amor da existência, nem mesmo por um momento. Ela continua derramando vida sobre nós. Somos imensamente queridos pela existência embora a tenhamos como uma coisa garantida – é aí que está a nossa estupidez. 

Se a temos como coisa certa não há nenhuma gratidão. Achamos como se a merecêssemos, a temos como se fosse um direito nosso; de fato, achamos como se não tivéssemos tanto quanto merecemos, por isso há uma constante corrente interior de queixas. Esse é o estado do homem irreligioso.

O homem religioso sente gratidão, imensa gratidão. Pelo simples fato de existir, ele é grato. 

E uma vez que você começa a sentir gratidão há mil e uma coisas para sentir gratidão. 

E quanto mais você se sente agradecido mais dádivas vão chegando. Muitos presentes não nos alcançam devido a nossa mente queixosa. Se essa mente queixosa for posta de lado todas as estrelas são nossas e todos os mistérios que a existência contém são nossos.

Osho
imagemdaqui



sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Confiar...


"Confiança não significa que tudo vai dar certo. Confiança significa que tudo já está certo. A Confiança não conhece o futuro; a confiança conhece apenas o presente. No momento em que você pensa no futuro, já é a desconfiança. "

Osho
imagemdaqui

Tudo o que está fora está dentro...


Ao que me parece,quando a gente é crítico demais com os outros, esse comportamento revela o quanto somos críticos conosco mesmo.
A nossa própria crítica interna acaba atraindo pessoas, externamente, que são espelhos desse padrão. Já dizia Hemes Trimegistus : " Tudo o que está fora está dentro "
Autoaceitação é sempre a melhor profilaxia!

Amor e luz,
Somos UM !

Gisela Vallin
imagemdaqui

Refletindo sobre isso...
Bom Final de semana amigos! :)

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Seja amoroso para consigo mesmo...


"Eu lhe ensino que a primeira e mais importante coisa é ser amoroso para consigo mesmo. Não seja duro; seja delicado. Cuide de si mesmo. Aprenda como se perdoar, cada vez mais e novamente; sete vezes, setenta e sete vezes, setecentos e setenta e sete vezes. Aprenda como perdoar a si próprio. Não seja duro; não seja hostil consigo mesmo. Assim você irá florescer." 

Osho

Porque NÃO!


Alguns Estudos demonstram que muitas pessoas tem dificuldades para dizer “não” porque se preocupam com a imagem que passam para os outros e concordam com tudo e com todos para ter uma imagem aceitável: a da pessoa que é boazinha, generosa e atenciosa. Ser educado, gentil, solidário, companheiro, prestativo e amigo é muito bom, mas não pode sobrepor-se às próprias necessidades. É possível fazer coisas boas para as pessoas, mas sem cair no hábito do bonzinho excessivo.

Na infância, algumas frases ditas pelos pais, responsáveis ou professores guardam a ideia de que sempre deve-se agradar os outros para ser aceito, querido e amado e, que quando dizemos “não”, somos tomados pela culpa, sentimento que nos deixa chateados e deprimidos por considerarmos que agimos de forma errada e, por isso, prefere-se dizer “sim”, quando se queria dizer o contrário.

Com a idade, experiências de vida e compreensão, as pessoas vão aprendendo a lidar melhor com isto. Aprendem a expor seus pensamentos, recusam viver determinadas situações e dizem “não” sem nenhuma culpa. Dizer “não” quando é isto justamente que se quer fortalece a autoestima e nos dá segurança para dizer aquilo que realmente queremos, sem medo de desagradar. Alivia possível angústia de desagradar sermos francos o suficiente para dizermos aos outros aquilo que realmente sentimos nas circunstâncias.

Seja honesto e objetivo, não “floreie” para dizer o que quer. A escolha é sua, é mais saudável psiquicamente a coerência entre o sentir, pensar e dizer. O grande compromisso que temos na vida é com nós mesmos, por isso devemos cultivar a fidelidade aos princípios que norteiam nosso caminho.

Quem assume suas posições afirma sua independência e liberdade, grangeando o respeito e admiração dos outros. Como disse, manifestar opinião reforça sentimentos positivos de valor próprio e conforta.
Por isto, não diga “sim” quando quer dizer “não”.

do site: Pergunte ao Psicanalista
imagemdaqui

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A criança que somos...


Somos soldados treinados para reagir à violência com violência. Somos robôs programados para levantar a armadura diante do primeiro sinal de ataque. Mas e quando o ataque não passa de percepção, apenas uma fragilidade gritando e pedindo colo?
Ontem uma pessoa gritou comigo. E gritou comigo em uma situação absolutamente sem necessidade. Eu estava ouvindo o que ela dizia, apenas não tinha tido tempo suficiente para responder. Várias outras pessoas falavam comigo ao mesmo tempo e eu não conseguia responder a todas. E então, um grito bem diante de mim.
Me senti absolutamente desprotegida naquele momento. Não tive vontade de gritar de volta e nem de chorar, mas aquele grito pegou em um lugar em mim de dor e fragilidade. Como se eu fosse uma criança pequena e assustada. O grito me colocou em um lugar de vulnerabilidade e, evidentemente, conseguiu de mim o que queria. Minha atenção. Respondi à pergunta que estava sendo feita e ela rapidamente se distraiu de mim e olhou em outra direção.
Eu fiquei um tempo incomodada com o grito mas, passado um tempo, examinei as sensações de um lugar de curiosidade, não de julgamento, e cheguei a resultados surpreendentes. Porque a criança que eu senti despertar dentro de mim no momento em que ouvi o grito não foi a única presente no momento.
Quem gritou comigo também foi uma criança. Uma criança que, diante do descontentamento, aprendeu que gritar era a única saída para ser notada. A pessoa que gritou comigo também estava em uma posição de fragilidade, porque minhas idéias confrontavam crenças que serviam de estrutura para seu modo de vida. E lá estava eu, dezenas de anos mais nova, dizendo que ela estava errada - não exatamente com estas palavras, mas apontando em outra direção. Ela estava em uma posição de vulnerabilidade. Ela não gritou COMIGO, ela gritou PARA MIM.
Imaginar esta pessoa como uma criança de 8 anos, assustada e contrariada abre espaço no meu coração para acolhê-las e amá-la. Imaginar a mim mesma desta forma também desperta em mim uma amorosidade sem igual. Todos nós temos esta criança dentro de nós.
Como anda a sua?

Flávia Melissa
imagem: google

Achei interessante este texto, pois costumo fazer isso...
Quando fico chateada com alguém, imagino os envolvidos como crianças, fazendo birra e malcriação.
As vezes me imagino assim também...
Não sei como explicar, mas uma amorosidade surge...e o perdão também.
Se pararmos pra pensar, somos todos crianças gritando por carinho, atenção e aceitação.

Beijos amorosos

A verdade...



"...Se na sua busca pessoal tanto interna quanto externa você estiver realmente disposto a considerar tudo o que acontecer nesta viagem como uma pista e encarar a todos que encontrar ao longo deste caminho como professores e se estiver preparado acima de tudo para aceitar e perdoar realidades bem difíceis sobre si mesmo : a verdade não será negada a você." 

Elizabeth Gilbert
imagemdaqui


Enquanto estiver oxigênio entrando nos seus pulmões...


"Toda caminhada começa com um primeiro passo. Seja onde que você esteja neste momento, este é seu ponto de partida. Muitos dos nossos sonhos vão sendo deixados de lado por causa de distorções de pensamento do tipo "já estou velho demais", "isso não é para mim", "é muito difícil" ou "não dá mais tempo".

Dá tempo. Se você estiver vivo, dá tempo. A verdade é que nós nunca sabemos quanto tempo temos por aqui, mas enquanto estiver oxigênio entrando nos seus pulmões, existe a esperança. 

Não faça do seu corpo um pijama.
Não morra antes da hora."

Flávia Melissa
imagemdaqui


terça-feira, 19 de agosto de 2014

A depressão precisa de uma mente sem aceitação...


"A depressão precisa de uma mente sem aceitação: “Isso não é bom, isso não é nada bom; isso não devia ter acontecido, não devia; as coisas não deveriam ser desse jeito”. Tudo é negado, é rejeitado — não aceito.O “não” é a reação básica; até a felicidade será rejeitada por uma mente como essa.

Essa mente descobrirá algo para rejeitar a felicidade também. Você ficará em dúvida quanto a ela. Sentirá que algo está errado. Estará feliz, por isso achará que existe alguma coisa errada: “Bastou meditar durante alguns dias para eu ficar feliz? Isso não é possível!”

A mente sem aceitação não aceita nada. Mas, se conseguir aceitar a sua solidão, a sua depressão, a sua confusão, a sua tristeza, você já estará transcendendo. Aceitação é transcendência. Você eliminou o próprio motivo da depressão, então ela não pode continuar." 

Osho
imagemdaqui

Leia também: Aceitação, o início da transformação

Guerras Internas


Acho muito generoso vibrarmos luz e amor para os problemas do mundo, como as Guerras por exemplo. Entretanto, a meu ver, é fundamental também que observemos a nossa atitude bélica de cada dia: as guerras que fazemos no trânsito, as críticas destrutivas e gratuitas que fazemos a determinadas pessoas, os indivíduos que eventualmente ofendemos na rua, os amigos com quem somos agressivos e principalmente, as guerras que travamos diariamente conosco mesmo quando: olhamos para o nosso corpo e nos rejeitamos, sentimos uma culpa profunda por termos um ego com limitações, nos auto-criticamos, nos auto-punimos e temos medo de olhar para dentro de nós mesmos.

O pior combate, no meu entendimento, sujeito a erros de percepção, é aquele que acontece dentro do nosso templo interno pois, nessa batalha, inibimos nossa verdadeira expressão e retardamos a conexão consciente com a nossa essência.

Essa guerra interna reverbera no coletivo.Já dizia o Osho que " estamos todos conectados por fios invisíveis." Quem está em guerra consigo, projeta essa atitude reativa no mundo externo.O sentimento bélico vaza pelos poros de quem é guerreiro e contamina o ambiente, motivando outras pessoas a agressão, competição, medo e reatividade.

A solução, a meu ver, está na ampliação da consciência que vem da meditação.
Quanto mais meditação, menos alienação de si.
Quanto maior o grau de consciência, maior a capacidade afetiva e, portanto, menor será a necessidade da autoafirmação através de comportamentos bélicos.

Quem está em guerra é porque, provavelmente, ainda não percebeu que o amor é subversivo e, portanto, é a maior revolução que existe. Tudo bem, cada um dá aquilo que tem no momento, o importante é continuarmos com foco no afeto.

Amor, leveza e alegria,

Gisela Vallin
imagemdaqui

Concordo com cada palavra Gisela! :)


Estou de volta!


Olá amigos!

Quanto tempo! Que saudade!
Estava sem internet, mas agora está tudo regularizado...graças a Deus!
Já estou no meu ninho novo...hã!
Confesso que não está sendo fácil, pois foram tantas mudanças e desapegos...mas vida que segue!
Quero deixar o meu abraço por todas mensagens que recebi de carinho e incentivo nessa nova fase!
Gratidão por vocês fazerem parte da minha vida! Gratidão mesmo!!!

Um abraço bem forte, cheio de paz dentro...

Sheila Costa


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...