Pesquise no blog:

Carregando...

Tradutor

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Sobre a Virtude...


"Virtude é a beleza de uma pessoa.
É o que a torna adorável e única.
É a cor, a forma, o design da personalidade.
Sua mais pura expressão é revelada no olhar, no agir, no falar.
Tudo aquilo que estiver próximo a ela estará preenchido de qualidade.
A virtude brilha de dentro para fora tocando tudo que encontra: as células, o corpo, o meio ambiente, a fibra do planeta.
Preenche o que está vazio, cura o que está doente, acomoda o que perturba.

Brahma Kumaris

Sobre a arrogância...


Viver com sabedoria...


Viva sua vida de forma que o medo da morte nunca possa entrar em seu coração.
... Nunca incomode ninguém por causa de sua religião:
Respeite os outros em seus pontos de vista, e exija que eles respeitem os seus.
Ame sua vida, aperfeiçoe sua vida,embeleze todas as coisas em sua vida.
Busque fazer sua vida longa e de serviços para seu povo.
Prepare uma canção fúnebre nobre para o dia quando você atravessar a grande passagem.
Sempre dê uma palavra ou sinal de saudação quando encontrar ou cruzar com um estranho em um local solitário.
Demonstre respeito a todas as pessoas, mas não se rebaixe a ninguém.
Quando você se levantar de manhã, agradeça pela luz, pela sua vida e força.
Dê graças por seu alimento e pela alegria de viver.
Se você não vir nenhuma razão para dar graças, a falha se encontra em você mesmo.
Não toque o aguardente venenoso que transforma os sábios em tolos e rouba deles suas visões. Quando chegar sua hora de morrer, não seja como aqueles cujos corações estão preenchidos de medo da morte, e que quando a hora deles chega eles choram e rezam por um pouco mais de tempo para viverem suas vidas novamente de uma forma diferente.
Cante sua canção de morte, e morra como um herói indo para casa.

Tecumseh
Sabedoria Indígena


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Abrir-se


Quando você esta inteiro com você, ou seja, se aceitando 100% tudo que você é e ao mesmo tempo alinhado com um objetivo que somente depende de você, como o outro reage, o aprovando , o querendo ou não, passa a ser apenas um acontecimento e não o centro do seu humor ou motivo de sua felicidade.

Um grande objetivo de vida é aprender a desejar estar com os outros mas não precisar, é superar a dependência e a vulnerabilidade.

Não temos controle sobre o outro mas podemos ter 100% controle sobre nossas emoções e sobre nosso destino.

Se alguém o decepciona, se alguém não responde da maneira desejada por você, parta antes...renove seus votos sobre o que lhe faz feliz.....siga em frente.....foque na chegada de novas pessoas que respondam no nível dos seus desejos....não se tranque na busca de explicações ou julgamentos....abra as portas para que coisas novas e boas possam chegar!

Rosalia schwark



Dica: Automassagem para combater dores!


Ansiedade, dor de cabeça, dor muscular, angústia... Esses e outros incômodos podem ser aliviados com a técnica chinesa de automassagem conhecida como do-in.

Como usar os dedos e aplicar essa técnica?

· Antes de pressionar cada ponto, esfregue as mãos uma na outra até senti-las mais quentes. Isso ativará a circulação nas pontas dos dedos.

· Nos pontos indicados, pressione com o polegar ou indicador por cinco minutos, sem fazer força. Aperte até que metade da unha fique branca.

· Pressione esses pontos diariamente, pela manhã, mesmo que não tenha dores - isso previne que apareçam.




1. Dor de cabeça

2. Dor de dente

3. Dor de estômago (Este ponto vale também para dor causada por gastrite.)

4. Dor de cabeça (Pressione os ambos os lados)


5. Angústia

6. Insônia

7. Depressão

8. Dor muscular


9. Dor de cabeça

10. Dor de garganta ( Além deste ponto, aperte a região entre o polegar e o indicador.)

11. Dores em geral 


12. Catarro (Massageie também as maçãs do rosto com as pontas dos indicadores.)

13. Soluço (Pressione este ponto usando a unha do polegar.)

14. Ansiedade (Ótimo para controlar a compulsão por comida gerada pela ansiedade.)


Dicas de Lígia Menezes
Fonte: Ana Maria
Imagens: Dreamstime


Achei muito legal essas dicas e por esta razão compartilho com vocês!
Beijos aliviados...

Benção Celta...



"Que os teus olhos sejam
dois sóis olhando a luz
da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço,
onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu fiquem marcas
luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa,
que celebre o canto da amizade profunda,
que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço,
esteja sempre presente em teu coração
a lembrança de que tudo passa e se transforma,
quando a alma é grande e generosa."

Sabedoria Celta


Que assim seja...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Só o melhor...


"Tenho o mais simples dos gostos.
Contento-me apenas com o melhor."

Oscar Wilde

A importância da aceitação...

A vida sempre nos traz situações contrárias as nossas expectativas. No nosso dia a dia vários eventos ocorrem fora do nosso planejamento, contrariando aquilo que desejamos. Pode ser até mesmo uma pequena bobagem, como um telefonema que atrapalha a nossa concentração ou uma queda temporária da internet por exemplo, mas não há um único dia que não ocorra algo em desacordo com as nossas expectativas.
Ao passarmos por essas experiências geramos dentro de nós uma negatividade. São sentimentos desconfortáveis de raiva, frustração. Todos eles são formas de não aceitação do ocorrido. Parece algo muito natural e normal.

A não aceitação é uma resistência interior a algo que está acontecendo naquele momento, ou que já aconteceu no passado. Travamos uma luta interna que gera negatividade e nos faz sofrer por não querermos aquele resultado. Mas a situação já está ali ou já foi. Inconscientemente é como se acreditássemos que ao criar a resistência interior conseguiremos mudar a situação. Mas é claro que isso é uma ilusão. O que pode mudar a situação em alguns casos é a tomada de alguma providência. A resistência interior adiciona apenas sofrimento para nós mesmo e não trás nenhum resultado prático. Em muitos casos não há providência alguma a ser tomada e apenas sofremos impotentes com a nossa resistência.

Vamos agora a exemplos práticos. Eu estava a caminho do aeroporto de Recife, para ir ao Rio e de lá pegar outro avião. Recebi a ligação da agência de viagens informando que a companhia aérea que faria o vôo a partir do Rio está de greve e meu vôo foi cancelado. Imediatamente começam a surgir um estado interior de tensão e resistência como se minha mente estivesse dizendo "isso não era para ter acontecido, que coisa chata, e agora, vai me causar um transtorno...". Mas já aconteceu. Não foi um estado de tensão muito grande, mas consegui percebê-lo. Assim que percebi resolvi voluntariamente soltar essa tensão e aceitar a situação para que eu ficasse em paz, criando zero de resistência interior ao fato ocorrido.

Esse tipo de resistência surge de forma automática, é um velho condicionamento mental que vem passando por gerações e leva o ser humano a sofrer desnecessariamente. Uns tem esse condicionamento mais intenso e sofrem mais. Já outras pessoas vivem mais profundamente o estado de aceitação quando algo ocorre fora das expectativas e sentem mais paz do que a maioria.

No meu caso, não havia mais nada que eu pudesse fazer, a não ser aguardar as instruções da agência ao chegar ao Rio. Resolvi então que iria entrar no estado de aceitação, e partir daí tomaria as providências que fossem necessárias, se houvesse. Há alguns anos atrás essa mesma situação certamente teria causado muito mais sofrimento.

Tudo isso que falei é extremamente simples e óbvio. Mesmo assim, vivemos criando não aceitação o tempo todo, nas mais diversas situações. Entramos nesse estado de forma inconsciente e é preciso a auto observação para mudar essa forma de reagir.

A reclamação é uma das formas mais óbvias da não aceitação. Reclamar da chuva, do atraso, do prejuízo, da doença, do engarrafamento, da comida ou de qualquer outra coisa. Não me refiro em si as palavras que são usada para apontar uma situação, como por exemplo ao dizer "o trânsito está lentíssimo e vou chegar atrasado", e sim, ao sentimento que está por trás das palavras. Se houver um sentimento negativo, é isto que é a não aceitação.

Se você aponta algo como "o dia está chuvoso" e não há qualquer sentimento negativo por trás, então não há reclamação. Você está apenas descrevendo o dia, sem sofrimento, aceitando o clima do jeito que ele está. Não há uma resistência interior que inconscientemente tenta mudar o que já é. A partir daí você pode ou não tomar alguma providência, se sentindo em paz.

Mas é possível também dizer que o dia está chuvoso e sentir uma raiva, frustração ou qualquer outro sentimento. Nesse caso a descrição do tempo vem acompanhada de não aceitação, que é uma contrariedade interior, que não fará a menor diferença para o clima, mas nos causará desconforto.
Pode ser que você decida ficar em casa por causa da chuva. A partir daí podem surgir mais sentimentos de não aceitação que se manifestam através de comentários mentais: "ai, vou deixar de fazer isso e aquilo que é importante...". Mas não tem como fazer agora. E resistir a isso com esses pensamentos e sentimentos apenas gera sofrimento.

Caso decida pegar o guarda chuva e sair, podem brotar outros sentimentos de resistência que vão gerar pensamentos: "a rua está cheia de lama, e odeio me sujar. Vai acabar com minha escova que dei hoje no cabelo e sinto raiva desse prejuízo".
Normalmente quando tomamos consciência do quanto esse processo apenas nos causa sofrimento, começamos deixar voluntariamente de criar resistência. Mas a não aceitação aparecerá em vários momentos, involuntariamente, por ser um velho condicionamento. "É muito difícil aceitar as coisas como são!". É o que a nossa mente vai nos dizer. Na verdade é mais difícil não aceitar, pois há um gasto de energia e gera sofrimento

A aceitação é simples, não requer qualquer ação. É um simples permitir que as coisas existam da forma que são sem ir contra elas nem tentar controlá-las, até por que ir contra interiormente não resolve nada.

Quando nos sentimos incomodados com a maneira de ser de alguém estamos também criando não aceitação. Ao aceitarmos as pessoas do jeito que são nosso sofrimento acaba. Isso não significa dizer que você não possa colocar limites ou apontar algo para outra pessoa, ou mesmo se afastar de alguém. Mas você pode fazer isso sem gerar a negatividade interna. Primeiro você aceita, depois age.

Aceitar e depois agir, caso seja possível fazer algo para mudar a situação. E se não for possível agir, que se aceite em paz aquilo que é.  Viver assim é agir com sabedoria. 

André Lima -EFT


Simplesmente PERFEITO!!!!!  :)
Bom início de semana com o coração em estado de aceitação e agradecimento.
bjs


Vá...



domingo, 26 de fevereiro de 2012

Transmutando o sofrimento...

O filósofo francês Jean Paul Sartre afirmou certa vez: "Não importa o que a vida fez de você, mas o que você faz com o que a vida fez de você".

Essa afirmação me leva a refletir sobre a capacidade que algumas pessoas possuem de fazer dos eventos de sua vida, mesmo os piores deles, uma oportunidade para se transformar, crescer e tirar da experiência algo de valor.

Outros, ao contrário, mesmo diante de problemas não tão significativos, encaixam-se definitivamente no papel de vítimas infelizes e passam a carregar este fardo ao longo da vida, sem se dar a chance de virar a página, de deixar os acontecimentos ruins no único lugar em que deveriam permanecer: o passado.

Uma das imagens mais incríveis que assisti sobre o terremoto no Haiti foi a das pessoas nas ruas se dando as mãos e cantando. Apesar de terem perdido absolutamente tudo, elas se recusavam a se entregar ao desespero e à infelicidade.

Fazer esta virada não é fácil, requer uma consciência permanente sobre o poder que temos de direcionar nossa vida para uma ou outra direção. Os pensamentos que alimentamos possuem um poder inimaginável, pois se tornam os guias de todas as nossas ações.

Então, se acreditarmos que nossa trajetória será para sempre uma sucessão de tragédias, naturalmente que este destino virá ao nosso encontro, inevitavelmente.

A saída é nos lembrarmos de que temos, sim, o poder de escolher todos os dias entre a tristeza e o sofrimento, ou o equilíbrio e a serenidade. SEMPRE TEM UMA SAÍDA. Não podemos é continuar com nossa vidinha "mais ou menos" por acomodação simplesmente.

Por mais desesperadora que seja a realidade ao nosso redor, precisamos nos lembrar de que sempre será possível dar voz à essência divina que habita nosso ser.

Elisabeth Cavalcante

Meu dia de domingo...


Dia nublado, bolo de cenoura, café e filme!
Tem coisa melhor? hã?

O filme que vou assistir chama-se Minha Vida com  Michael Keaton e Nicole Kidman.
É um filme antigo, de 1993. Mas é um dos meus preferidos!
Ele  é emocionante e deixa uma mensagem bacana de perdão e compaixão.
Já assisti algumas vezes, mas quando eu gosto não canso de assistir.

Para quem não conhece...fica a dica!

beijos preguiçosos...


Tireóide na linguagem do corpo...

Significa que a pessoa chegou a um estado psicológico em que é capaz de acreditar conscientemente em sua inferioridade, sente-se humilhada por tudo e perdeu a capacidade de manter o otimismo. Acredita que nunca terá a felicidade que almeja e que não poderá, jamais, fazer o que gosta e o que precisa.

Crie, em sua mente, a possibilidade de você estar fazendo aquilo que mais gosta. Tenha em seu peito a sensação de estar se realizando plenamente. Seja imaginativo e faça brotar em seu coração as sensações que mais deseja.
Isso é fato: não tenha medo de imaginar, pois ninguém pode ”tirar-lhe” os pensamentos e pessoas normais não podem ler os seus segredos. Mesmo que os leiam, não podem interferir nos seus desejos.
Saiba que somos livres desde que nascemos e que, com o passar do tempo, nós mesmos tolhemos nossos potenciais por falta de habilidade de viver.
Comece já a ter fisionomia alegre e positiva. Dificilmente a sua cura cairá do céu, sem que você tenha que se empenhar em um esforço mental positivo. Ajude a natureza para que ela o ajude a equilibrar suas emoções e, conseqüentemente, a sua tireóide.Exercícios respiratórios são importantes para o fortalecimento e equilíbrio das glândulas.
Leia o tópico Gordura, com atenção e compreenda que as emoções são as verdadeiras responsáveis pelos distúrbios hormonais. É muito pouco ficar apenas com a explicação médica: vá fundo ao seu interior e você verá que todas as doenças são causadas pelo impulso nervoso do cérebro que, como já disse antes, manda constantemente agentes químicos para a realização de tarefas no organismo. Se nosso cérebro estiver recebendo interferências negativas do subconsciente, ele ordenará ao seu exército que contra-ataque para nos defender.
Experimente a nova sensação de viver livre de suas próprias cobranças. Experimente a satisfação de poder dizer o que gosta e sente e tente eliminar, completamehte, a raiz do ”tem de ser assim”. Nada ”tem de ser assim”. Deixe apenas que as coisas fluam naturalmente e faça sempre o que seu coração mandar. Respeite-se acima de tudo pois ninguém que seja filho da Inteligência Superior deve menosprezar-se. Assuma-se como filho de Deus e, automaticamente, seus pensamentos se tornarão nobres e saudáveis. 

Cris Cairo
Leia mais sobre Linguagem do corpo aqui

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Equilíbrio...


"Equilíbrio é a habilidade de olhar para a vida a partir de uma perspectiva clara - fazer a coisa certa no momento certo.
Uma pessoa equilibrada será capaz de apreciar a beleza e o significado de cada situação seja ela adversa ou favorável.
Equilíbrio é a habilidade de aprender com a situação e de prosseguir com sentimentos positivos. 
É estar sempre alerta, ser totalmente focado, e ter uma visão ampla.
Equilíbrio vem do entendimento, humildade e tolerância.
O mais elevado estado de equilíbrio é voar livre de tudo e, ainda assim, manter-se firmemente enraizado na realidade do mundo."

Brahma Kumaris

Perfeito! :)

Susto por nada...



O grande círculo...


Tudo que o Poder do Mundo faz é feito em círculo. O Céu é redondo e ouvi dizer que a Terra é redonda como uma bola, assim como todas as estrelas.

O vento, quando se mostra no máximo de sua força, gira. Os pássaros fazem seus ninhos em círculos, pois a religião deles é a mesma que a nossa. O Sol nasce e se põe também em círculo. A Lua faz o mesmo e ambos são redondos.

Até as estações formam um grande círculo em sua passagem e sempre voltam para onde estavam. A vida de um homem é um círculo da infância até a infância. E assim é em tudo onde se movimenta o poder.

Alce Negro


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Dependência é morte...


“Não há nada que nos dê mais segurança emocional do que não “precisar” dos outros, e sim contar com os outros para aquilo em que eles são insubstituíveis: companhia, sexo, risadas, amizade, conforto.
Se ainda não atingiu esse estágio, suba num cavalo imaginário e dê seu grito do Ipiranga. Ficar amarrado à vida alheia faz você viver menos a sua. Nada de se fazer de desentendida só para não se incomodar. Incomode-se. Dependência é morte”

[Martha Medeiros-Independência ou morte-Coisas da vida]


Não procure...

Quando você olha para a superfície do oceano, pode ver ondas subindo e descendo. Você pode descrever essas ondas em termos de alta ou baixa, pequena ou grande, mais vigorosa ou menos vigorosa, mais bonitas ou menos bonitas. Você pode descrever uma onda em termos de início e fim, nascimento e morte.
Esta pode ser comparada à dimensão histórica. Na dimensão histórica nós estamos preocupados com nascimento e morte, mais poderoso ou menos poderoso, mais bonito ou menos bonito e assim por diante.

Olhando profundamente, podemos também ver que as ondas são ao mesmo tempo água. Uma onda pode querer procurar sua verdadeira natureza. A onda pode sofrer de medos, de complexos. Uma onda pode dizer: “Eu não sou grande como as outras ondas”, “eu estou oprimida”, ”eu não sou tão bonita como as outras ondas”, “eu nasci e eu tenho que morrer”. 

A onda pode sofrer com essas coisas. Mas se a onda se curvar e tocar sua verdadeira natureza ela tomará consciência que ela é água. Então o medo e os complexos desaparecerão.

A água é livre do nascimento e morte. A água é livre do alto e baixo, do mais bonito e menos bonito. Você pode falar nesses termos de ondas, mas em termos de água esses conceitos são inválidos.

Nossa verdadeira natureza é a natureza do não nascimento e não morte.
Nós não precisamos ir a nenhum lugar para tocarmos nossa verdadeira natureza.
A onda não precisa procurar pela água porque ela é água. Nós não precisamos procurar por Deus, não precisamos procurar pelo nirvana, a dimensão última, porque nós somos nirvana, nós somos Deus.

Você é o que está procurando. Você já é o que está procurando. Você pode dizer à onda, “minha querida onda, você é água, você não precisa ir e procurar pela água. Sua natureza é a do não nascimento e não morte, de não ser e de não não ser”.

Pratique como uma onda. Use seu tempo olhando profundamente dentro de você mesmo e reconhecendo que sua natureza é a natureza do não nascimento e não morte. Você poderá despontar para a liberdade e para a falta de medo. 

Este método nos ajuda a viver sem medo e nos ajudará a morrer em paz sem lamentações.

(Thich Nhat Hanh)
Fonte: Espaço União da Luz

Perfeito! :)


O verdadeiro sábio...


Encerramento do Mosaico de Luz...


Hoje, estou dando por encerrado o Mosaico de Luz do blog Passarinhos no Telhado!

Quero agradecer a todos os participantes que iluminaram o blog.

O link mais clicado foi o da minha querida amiga Vy do blog "Num Passe de Mágica" com o título:

Você é dono de sua vida - com 136 cliques!

Pra você amiga Vy:



E para você que não participou não fique triste! Em breve teremos novidades por aqui! :)

Beijos agradecidos...


Nunca tente mudar uma pessoa...



"Nunca tente mudar uma pessoa que você ama, porque o próprio esforço para alterar... diz que você ama metade, e a outra metade da pessoa não é aceita.
Quando você ama, você simplesmente ama."

Osho


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Ontem luminária... hoje comedouro...

















Visitando uma loja de decoração, nos encantamos por uma linda luminária de jardim

Ela era linda e ia dar um ar de modernidade à nossa casinha. A luminária antiga já estava enferrujada e tinha se transformando em uma morada para uma enorme lagartixa albina que se abrigava lá nas noites frias e chuvosas. 

Depois de instalar a nova...e agora o que fazer com a velha? hã?
O Sr. meu marido, claro, sugeriu : Lixo!!!!
Mas apesar de velha e enferrujada ela tinha lá o seu charme...
Salvei a coitadinha dizendo: deixa comigo vou transformá-la em algo!

Em um primeiro momento não sabia o que fazer...até que surgiu a ideia!
Em um comedouro para os pássaros!

 


















Lixei para tirar a ferrugem, pintei de branco e retirei os vidrinhos da parte de baixo da luminária.
Precisava criar um apoio para que os pássaros pudessem pousar...então surgiu a idéia:  um pratinho plástico ( esses para vasos de plantas).

Peguei um pratinho médio e cortei um circulo bem no meio do tamanho do cano da luminária. 
Para que ele ficasse preso, colei com silicone. 
Pintei com tinta spray branca para finalizar. 

E por sorte eu tinha uma xícara branca que se encaixou perfeitamente no centro da luminária servindo para abrigar o alpiste. 


 E... "voilá"...

Uma luminária velha e enferrujada se transformou em um lindo comedouro para os pássaros.


Sim amigos, tudo pode ser transformado... basta ter olhos pra ver!

E a passarinhada agradece :)

Beijos criativos...

 Post participante do Mosaico:






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...